Topo
pesquisar

Ocitocina: o hormônio do amor?

Biologia

A ocitocina, conhecida como o hormônio do amor, possui diversas funções e muito mais complexas do que você pode imaginar.
A ocitocina é um hormônio formado por nove aminoácidos
A ocitocina é um hormônio formado por nove aminoácidos
PUBLICIDADE

A ocitocina é frequentemente denominada de hormônio do amor. Mas por que ela recebe essa denominação? Qual é o papel da ocitocina no nosso corpo? Esse é o assunto do nosso texto!

O que é a ocitocina?

A ocitocina é um hormônio produzido pelo hipotálamo e liberado a partir da neuro-hipófise. Ela é formada por nove aminoácidos e apresenta estrutura bastante semelhante à vasopressina, (denominada também de hormônio antidiurético).

Leia também: Química do amor

Funções da ocitocina

A ocitocina apresenta uma série de funções relacionadas com a nossa reprodução, como a secreção do leite pelas glândulas mamárias e a facilitação das contrações do músculo liso do útero no momento do parto. Por causa dessa última propriedade, a ocitocina é frequentemente utilizada na prática obstétrica. Sua administração no momento do parto aumenta a atividade da musculatura uterina e favorece o parto normal.

A ocitocina está relacionada com a ejeção do leite
A ocitocina está relacionada com a ejeção do leite

A ocitocina está também ligada ao vínculo entre mãe e filho e ao vínculo entre casais. Podemos citar ainda que a ocitocina, juntamente a outros neurotransmissores, diminui as respostas de ansiedade e estresse nas interações sociais, possui efeitos benéficos nas interações sociais em pessoas com esquizofrenia e autismo e garante uma melhor satisfação de homens e mulheres nas relações sexuais. Também está relacionada com o desenvolvimento de confiança, generosidade e empatia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por que a ocitocina é chamada de hormônio do amor?

A ocitocina é também chamada de hormônio do amor
A ocitocina é também chamada de hormônio do amor

A ocitocina, aliada a outros hormônios, está associada ao prazer sexual, sendo encontrada em uma maior quantidade durante o orgasmo. Esse hormônio, quando administrado, tem aumentado o sentimento de excitação. Além disso, existem evidências de que o hormônio está associado com o comportamento social, estando relacionado com as nossas emoções. Esse hormônio é responsável pela aproximação entre as pessoas e formação de laços. Em razão dessas propriedades, não é de se admirar que a ocitocina tenha sido reconhecida como o hormônio do amor.

Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Ocitocina: o hormônio do amor?"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/biologia/ocitocina-hormonio-amor.htm>. Acesso em 17 de agosto de 2018.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA