Topo
pesquisar

Reforma Protestante - Calvinismo

História Geral

PUBLICIDADE

Ocorrido como um desdobramento da Reforma Luterana, o movimento Calvinista foi uma das principais correntes surgidas da Reforma Protestante. A Suíça, criada após sua separação do Império Romano-Germânico, em 1499, teve contato com as idéias de Martinho Lutero através da pregação feita pelo padre Ulrich Zwinglio.

Ao propagandear as doutrinas luteranas pela Suíça, Zwinglio desencadeou uma série de revoltas civis que questionavam as bases do poder vigente. A prática do zwinglianismo preparou terreno para a doutrina que seria mais tarde criada pelo francês João Calvino. Perseguido em sua terra natal, João Calvino refugiou-se na Suíça com o intuito de disseminar outra compreensão sobre as questões de fé levantadas por Martinho Lutero.

Segundo Calvino, o princípio da predestinação absoluta seria o responsável por explicar o destino dos homens na Terra. Tal princípio defendia a idéia de que, segundo a vontade de Deus, alguns escolhidos teriam direito à salvação eterna. Os sinais do favor de Deus estariam ligados a condução de uma vida materialmente próspera, ocupada pelo trabalho e afastada das ostentações materiais.

De acordo com alguns estudiosos, como o sociólogo Max Weber, o elogio feito ao trabalho e à economia fizeram com que grande parte da burguesia européia simpatizasse com a doutrina calvinista. Contando com esses princípios, observamos que a doutrina calvinista se expandiu mais rapidamente que o Luteranismo.

Em outras regiões da Europa o calvinismo ganhou diferentes nomes. Na Escócia, os calvinistas ficaram conhecidos como presbiterianos; na França como huguenotes; e na Inglaterra foram chamados de puritanos.

Por Rainer Sousa
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "Reforma Protestante - Calvinismo"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/historiag/ataques-igreja-calvinismo.htm>. Acesso em 11 de fevereiro de 2016.

DEIXE SEU COMENTÁRIO
  • Gustavo Bastosterça-feira | 22/09/2015 18:50Hs
    ótimo texto!!!! muitas informações importantes e valiosas me ajudarão muito!!! obrigado!!!!
  • OSEANE SOUZAterça-feira | 21/04/2015 13:30Hs
    muito legal coisas importantes me ajudou muito
  • Bruno Limasábado | 04/10/2014 17:11Hs
    As conclusões de Weber têm sido habilmente contestadas por estudiosos capazes, que gostariam que Weber tivesse estudado as obras de Calvino e não somente os escritos de alguns puritanos do séc. XVIII Veja mesmo essa frase de Calvino que vai contra o que Weber escreveu: "É uma diabólica conclusão, avaliar alguém, o amor e o favor divino, segundo a medida da prosperidade terrena que ela alcança." (João Calvino)
  • carla leticiasegunda-feira | 15/09/2014 20:33Hs
    muito bom.adorei
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA