Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Duque de Caxias

Duque de Caxias foi um militar brasileiro que esteve presente em importantes acontecimentos, como a Balaiada e a Guerra do Paraguai. Ele é o patrono do Exército Brasileiro.

Duque de Caxias.
O Duque de Caxias foi um importante militar brasileiro do século XIX.
Crédito da Imagem: Commons
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Duque de Caxias é a forma pela qual ficou conhecido Luís Alves de Lima e Silva, um militar brasileiro do século XIX. Ele esteve presente em acontecimentos marcantes da história brasileira deste século, como as Guerras de Independência, a Balaiada, a Guerra dos Farrapos e a Guerra do Paraguai.

Conquistou prestígio por sua atuação como militar, mas também foi um importante político do período da monarquia. Originário de uma família influente, Duque de Caxias subiu os degraus da carreira militar, tornando-se o militar mais importante da história do Exército Brasileiro. Atualmente é considerado o Patrono do Exército.

Leia também: Dom Pedro I — biografia completa do imperador e sua importância histórica

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Duque de Caxias

  • Duque de Caxias ou Luís Alves de Lima e Silva foi um militar brasileiro do século XIX.

  • Muitos o consideram o principal militar da história do Exército Brasileiro.

  • Participou de eventos importantes, como as Guerras de Independência, a Balaiada e a Guerra dos Farrapos.

  • Teve atuação fundamental na vitória brasileira durante a Guerra do Paraguai.

  • É considerado o Patrono do Exército Brasileiro.

  • No dia do seu nascimento, 25 de agosto, celebra-se o Dia do Soldado.

Biografia de Duque de Caxias

Luís Alves de Lima e Silva, mais conhecido na história brasileira como Duque de Caxias, nasceu no dia 25 de agosto de 1803, em uma fazenda localizada na atual cidade de Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro. Ele foi o segundo filho do casal formado por Francisco de Lima e Silva e Mariana Cândido de Oliveira Belo.

Seu pai era um militar tradicional do Brasil, além de ter sido um político importante durante o período das regências, sendo membro da Regência Trina Provisória e da Regência Trina Permanente. A influência do pai militar fez com que o jovem Luís Alves de Lima e Silva seguisse a mesma carreira.

Com cinco anos de idade, o jovem Luís já tinha envolvimento com os meios militares, participando informalmente do Exército por meio da influência de sua família. A partir de 1811, estudou no Seminário São Joaquim, conhecido atualmente como Colégio Pedro II, e em 1818 ingressou nos meios militares.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Carreira militar e política de Duque de Caxias

Em 1818, Duque de Caxias ingressou na Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho, fazendo as disciplinas obrigatórias e ainda estudando outras que não eram obrigatórias a soldados da infantaria. Conseguiu algumas promoções e tornou-se tenente em 1820, alistando-se para um batalhão de fuzileiros em 1821.

No contexto da Independência, o jovem Luís Alves ficou do lado de D. Pedro I, lutando pelas tropas que defendiam a independência do Brasil. Atuou em batalhas contra tropas leais a Portugal na Bahia, participando de três ataques contra a cidade de Salvador. Ao retornar ao Rio de Janeiro, foi promovido para capitão, em 1824.

Luís Alves também lutou na Guerra da Cisplatina, conflito que se iniciou quando a Cisplatina (atual Uruguai) se rebelou apoiada pelas Províncias Unidas (atual Argentina). Participou de algumas batalhas, mas o Brasil sofreu uma derrota nessa guerra porque a Cisplatina conquistou a sua independência.

Quando retornou desse conflito, em 1828, Luís foi promovido a major. Com a abdicação de D. Pedro I ao trono, Luís Alves viu o seu pai se tornar um dos regentes que governaram o Brasil no Período Regencial. Nesse período, Luís foi indicado para ser instrutor de D. Pedro II em hipismo e esgrima.

Além disso, durante o Período Regencial, Luís Alves foi nomeado para liderar os Exércitos Brasileiros na luta contra uma revolta que se passava no Maranhão: a Balaiada. Liderou a luta contra os balaios e conseguiu reprimir a revolta, sendo premiado por isso com uma promoção para brigadeiro e recebendo o título nobiliárquico de barão, passando a ser conhecido como Barão de Caxias.

Depois da Balaiada foi enviado para o Rio Grande do Sul, em 1839, para conter a Revolta dos Farroupilhas. Em 1842, o barão já tinha desarticulado o movimento, fazendo com que os farroupilhas atuassem somente por meio de táticas de guerrilha. Logo depois de a guerra no Sul ter sido encerrada, em 1845, ele foi promovido a marechal de campo.

Na década de 1850, atuou na Guerra do Prata, liderando tropas brasileiras na Bacia Platina em um conflito que envolveu vários países do Cone Sul da América. O Brasil venceu esse conflito, e o barão, mais uma vez, foi recompensado pelo seu trabalho, sendo promovido a tenente-coronel e recebendo o título nobiliárquico de marquês.

O Marquês de Caxias, como era conhecido então, também tinha forte envolvimento com a política brasileira, tornando-se membro do Partido Conservador. Ele também ocupou importantes cargos, sendo ministro da Guerra e liderando o Gabinete Ministerial em duas ocasiões. Essas funções foram exercidas pelo militar entre 1853 e 1862.

Vida pessoal do Duque de Caxias

Duque de Caxias se casou em 6 de janeiro de 1833 com uma mulher chamada Ana Luísa Carneiro Viana, que tinha origem aristocrática. Nesse casamento eles tiveram três filhos. O trabalho realizado por Luís Alves e o casamento com uma mulher de uma família aristocrática renderam uma boa condição financeira ao militar. O Duque de Caxias era dono de inúmeras terras, cultivava café e era dono de escravos.

Morte de Duque de Caxias

Depois de atuar na Guerra do Paraguai, o Duque de Caxias dedicou-se à política brasileira durante a década de 1870. O declínio da sua saúde fez com que ele renunciasse suas posições políticas em 1877. A piora da saúde do militar fez com que ele passasse a usar cadeira de rodas. Os últimos anos de sua vida foram em uma fazenda no interior do Rio de Janeiro, onde ele faleceu em 7 de maio de 1880.

Relação entre Duque de Caxias e o Dia do Soldado

O dia 25 de agosto é marcado no calendário brasileiro como uma data comemorativa importante: o Dia do Soldado. Essa data comemorativa celebra a importância do soldado, figura fundamental na defesa do Brasil. A escolha da data para esse dia tem relação com o Duque de Caxias, porque ele é patrono do Exército Brasileiro. Além disso, a data comemorativa leva em consideração a data de nascimento desse importante militar.

Saiba mais: Por que o Dia do Exército Brasileiro é comemorado em 19 de abril?

Atuação de Duque de Caxias na Guerra do Paraguai

Pintura retratando navios durante a Guerra do Paraguai, onde atuou Duque de Caxias.
Após a vitória do Brasil na Guerra do Paraguai, Luís Alves recebeu o título de duque.

Na década de 1860, a relação entre as nações da Bacia do Prata estavam bastante tensas. Brasil e Paraguai desentendiam-se em relação à política uruguaia, por questões relacionadas à navegação dos rios da Bacia Platina que cruzavam o território paraguaio e ainda mantinham uma disputa fronteiriça por terras do Mato Grosso.

A guerra se iniciou quando o Paraguai invadiu o Mato Grosso e quando sequestrou um navio brasileiro que navegava pelo rio Paraguai em dezembro de 1864. O ditador paraguaio, Francisco Solano López, queria transformar o Paraguai em uma potência local, por isso deu início ao conflito. Inicialmente, o marquês não assumiu o comando das tropas brasileiras, mas assumiu essa posição a partir de 1866.

Luís Alves liderou o Exército Brasileiro nas operações a partir de 1866 com o objetivo de derrotar o Paraguai. O marquês reorganizou e preparou as tropas brasileiras para superar a fortaleza de Humaitá, que impedia os brasileiros de navegar o rio Paraguai. Somente em 1868 a fortaleza foi cercada e conquistada pelos brasileiros.

Duque de Caxias conduziu a Dezembrada, uma série de ataques promovidos pelo Exército com o objetivo de derrotar os paraguaios. As vitórias brasileiras levaram o nosso Exército a entrar na cidade de Assunção, capital paraguaia. O imperador queria que o militar prosseguisse com as operações militares para caçar e aprisionar o ditador paraguaio, mas o marquês tinha outros planos.

Ele anunciou que o Brasil havia vencido o conflito e retornou para o Rio de Janeiro sem autorização. O imperador ficou furioso com a ação de Luís Alves, mas tempos depois o condecorou com o título de duque, o mais alto que existia em nosso país. Para conhecer mais detalhes sobre a Guerra do Paraguai, clique aqui.

Qual a importância de Duque de Caxias para o Brasil?

Duque de Caxias é uma figura de grande importância para a história brasileira, estando envolvido em acontecimentos de grande relevância, como as Guerras de Independência, as Revoltas Provinciais e a Guerra do Paraguai. Muitos historiadores e pesquisadores do meio militar consideram Duque de Caxias como o militar mais importante da história brasileira. A importância dele para o Exército foi reafirmada quando ele foi considerado o patrono do Exército Brasileiro.

FONTES

DORATIOTO, Francisco. Maldita Guerra: nova história da Guerra do Paraguai. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

SCHWARCZ, Lilia Moritz e STARLING, Heloísa Murgel. Brasil: Uma Biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

SOUZA, Adriana Barreto de. Biografando o Duque de Caxias: notas de uma pesquisa. Disponível em: https://cpdoc.fgv.br/sites/default/files/cfa21/adriana_barreto_de_souza.pdf

  

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Duque de Caxias"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/duque-de-caxias.htm. Acesso em 17 de junho de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


19 de abril – Dia do Exército Brasileiro

Clique no link para conhecer o Dia do Exército Brasileiro. Entenda por que se celebra essa data, o que se comemora nela e a importância do Exército.
Datas Comemorativas - 2024

Balaiada

Acesse o site e conheça mais sobre a Balaiada. Acompanhe seus antecedentes, suas causas e seus objetivos. Veja quem foram os líderes e as consequências da revolta.
História do Brasil

Batalha Naval do Riachuelo

Um dos maiores conflitos desenvolvidos durante a Guerra do Paraguai.
História do Brasil

Deodoro da Fonseca

Clique aqui e conheça um pouco da trajetória pessoal e política de Deodoro da Fonseca, o primeiro presidente da história do Brasil.
História do Brasil

Dom Pedro I

Saiba mais sobre a vida de d. Pedro I, imperador do Brasil durante o Primeiro Reinado. Veja detalhes sobre sua vida pessoal, seu papel na independência e sua morte.
História do Brasil

Dom Pedro II

Clique no link e veja detalhes da vida de d. Pedro II, imperador do Brasil por quase meio século. Confira informações sobre seu reinado e sua vida pessoal.
História do Brasil

Guerra do Paraguai

Entenda os principais acontecimentos da Guerra do Paraguai, travada entre 1864 e 1870 e considerada a maior da história da América do Sul.
História do Brasil

Guerra dos Farrapos

Clique e acesse para conhecer a Guerra dos Farrapos. Entenda o que a motivou, e veja um resumo dos principais acontecimentos e do desfecho dessa revolta.
História do Brasil

Período Regencial

Saiba tudo a respeito do Período Regencial, período que aconteceu entre 1831 e 1840 no Brasil e ficou marcado por uma série de rebeliões provinciais.
História do Brasil