Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Vacinas que todas as crianças devem tomar

É importante conhecer as vacinas que todas as crianças devem tomar a fim de garantir a imunização na idade adequada e, assim, evitar doenças graves.

A vacinação garante que a criança fique protegida contra diversas infecções
A vacinação garante que a criança fique protegida contra diversas infecções
Crédito da Imagem: Shutterstock
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Para manter as crianças livres de doenças, é fundamental cuidar da alimentação e garantir hábitos saudáveis de vida. Além disso, é importante que a criança esteja com seu cartão de vacinação em dia, uma vez que as vacinas estimulam o sistema imunológico, o que garante a proteção contra doenças graves.

A seguir, listaremos as vacinas que devem ser tomadas na infância.

Tópicos deste artigo

Ao nascer

Ao nascer, duas vacinas devem ser administradas: a BCG e uma dose da vacina contra hepatite B. A vacina BCG protege contra as formas graves de tuberculose, uma doença causada por uma bactéria (Mycobacterium tuberculosis) que afeta principalmente os pulmões.

Dois meses

Com dois meses de idade, é aplicada a primeira dose das vacinas:

  • Pentavalente: essa vacina garante a proteção contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e doenças invasivas causadas por Haemophilus influenzae tipo B;

  • Esquema vacinal VIP/VOP: a VIP é uma vacina formada por cepas inativas de três tipos de poliovírus. Ela protege a criança contra a poliomielite (paralisia infantil);

  • Pneumocócica 10 V (conjugada): essa vacina previne doenças causadas por pneumococos, como pneumonia, meningite e otite;

  • Rotavírus: protege da doença diarreica causada pelo rotavírus.

Três meses

Com três meses, o bebê recebe a primeira dose da vacina meningocócica C (conjugada). Essa vacina protege contra a meningite e a meningococcemia, doenças causadas pelo meningococo C.

Quatro meses

Aos quatro meses, é aplicada a segunda dose das vacinas pentavalente, VIP, pneumocócica 10 V (conjugada) e rotavírus.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Cinco meses

O bebê deve receber a segunda dose da vacina meningocócica C (conjugada).

Seis meses

Com seis meses, é aplicada a terceira dose das vacinas pentavalente e VIP.

Nove meses

A criança deve receber a dose única da vacina contra a febre amarela. Essa doença viral é transmitida pela picada de mosquitos Aedes aegypti em cidades e por mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes nas matas.

Doze meses

Aos doze meses, é feito o reforço da vacina pneumocócica 10 V (conjugada) e da meningocócica C (conjugada). Também é aplicada a primeira dose da tríplice viral, uma vacina que garante a proteção contra o sarampo, a caxumba e a rubéola.

Quinze meses

Com quinze meses, é preciso fazer o primeiro reforço da penta com DTP e o primeiro reforço da VIP com VOP. A DTP é uma vacina inativada que é usada no reforço e protege contra difteria, tétano e coqueluche. A VOP é uma vacina oral contra a poliomielite que atualmente é usada nos reforços. Nessa idade, também é administrada uma dose da vacina contra hepatite A e uma dose da tetraviral. A vacina tetraviral protege contra a varicela (catapora), sarampo, caxumba e rubéola.

Quatro anos

Quando a criança completa quatro anos, é feito o segundo reforço com DTP e com VOP.

Após os quatro anos, a criança só será vacinada na adolescência, com vacinas que se iniciam aos dez anos de idade.

Escritor do artigo
Escrito por: Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Vacinas que todas as crianças devem tomar"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude-na-escola/vacinas-que-todas-as-criancas-devem-tomar.htm. Acesso em 25 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Catapora

A catapora é uma doença viral, geralmente benigna, e que tem como característica principal o surgimento de pequenas lesões na pele.
Doenças e patologias

Caxumba

Conheça as características da caxumba: doença viral que acomete principalmente crianças.
Doenças e patologias

Coqueluche

Doença que atinge o sistema respiratório devido à ação da Bordetella pertussis ou da B. parapertussis.
Doenças e patologias

Difteria

Conheça os sintomas, bacilo causador e formas de contágio desta doença também chamada de crupe.
Doenças e patologias

Meningite

Transmissão, sintomas da meningite, prevenção, profilaxia, agente causador e tratamento da meningite.
Doenças e patologias

Pneumonia

Características, agentes causadores, sintomas e tratamento da pneumonia.
Doenças e patologias

Rubéola

Rubéola, Patologia viral, Doença infecto-contagiosa, Vias respiratórias, Vírus, Doença congênita, Aborto, Risco gestacional, Manchas avermelhadas, Diagnóstico, Vacinação, Tríplice viral.
Doenças e patologias

Sarampo

Aprenda mais sobre o sarampo, uma doença viral grave que causa, entre outros sintomas, febre alta, tosse e manchas vermelhas no corpo.
Doenças e patologias

Tuberculose

Amplie seus conhecimentos sobre a tuberculose por meio do nosso texto. Clique aqui e entenda como a doença é transmitida, seus sintomas e tratamento.
Doenças e patologias

Tétano

Saiba mais sobre o tétano, seu agente causador, tipos, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção.
Doenças e patologias