Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Coqueluche

Doenças e patologias

Vacinar corretamente a criança é a forma mais eficaz de preveni-la da coqueluche
Vacinar corretamente a criança é a forma mais eficaz de preveni-la da coqueluche
PUBLICIDADE

A coqueluche, também conhecida pelos nomes pertussis, tosse comprida, tosse com guincho e tosse espasmódica, é uma doença bacteriana que atinge o sistema respiratório cujas complicações - convulsões, pneumonias e encefalopatias - podem levar o indivíduo a óbito.

Causada pelas Bordetella pertussis e B. parapertussis, é disseminada por meio de gotículas e aerossóis de saliva e, no organismo, lesa os tecidos da mucosa. Seu período de incubação varia entre cinco e vinte e um dias.

Os primeiros sintomas são semelhantes aos da gripe e consistem em tosse, coriza, febre e olhos irritados: pertencentes ao estágio catarral. O próximo estágio, paroxístico, se desenvolve cerca de duas semanas após o anterior e tem como característica acessos de tosses sucessivas, com intervalos variáveis. Estas podem estar acompanhadas de muco, e a ocorrência de vômito é possível.

Tais eventos duram alguns minutos, a cada crise, e impedem que o indivíduo respire até que se encerrem. No término, o fôlego é retomado, geralmente por um “guincho respiratório”. As crises tendem a ser mais frequentes no período noturno.

Cerca de seis semanas após o início da manifestação da doença, os sintomas começam a desaparecer, progressivamente, até seu término: estágio de convalescença.

Essa doença bacteriana é mais grave quando ocorre em crianças com poucos meses de vida, já que a resistência dessas é menor e a falta de oxigênio momentânea pode afetar o organismo. Desta forma, em alguns casos, a internação é necessária.

Para diagnóstico, a observação do paciente e de seus sintomas é necessária. Exames de sangue e, em alguns casos, cultura das secreções a fim de identificar a presença da bactéria no organismo, complementam o exame.

O tratamento deve ser feito sob orientação médica e consiste basicamente no uso de antibióticos. Quanto à prevenção, o uso precoce da vacina é imprescindível. Em crianças, ela é distribuída gratuitamente em postos de saúde e é feita em três doses (aos 2, 4 e 6 meses de idade) e dois reforços (aos 15 meses e aos 4 anos), mantendo a imunização por aproximadamente dez anos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:
A automedicação pode ter efeitos indesejados e imprevistos, pois o remédio errado não só não cura como pode piorar a saúde.
 

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

Doenças Causadas por Bactérias - Doenças - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Coqueluche"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/coqueluche.htm. Acesso em 02 de dezembro de 2021.

Artigos Relacionados
Breves informações sobre quatro doenças bacterianas: cólera, coqueluche, difteria e shigelose.
Características, agentes causadores, sintomas e tratamento da pneumonia.
Descubra mais sobre o sistema respiratório, um sistema responsável por garantir que oxigênio seja disponibilizado para as células do nosso corpo.
Importante mecanismo de defesa de nosso sistema respiratório.
Você conhece as vacinas que todas as crianças devem tomar? Clique aqui e conheça cada uma das vacinas do calendário nacional de vacinação.