Topo
pesquisar

Sarampo

Doenças e patologias

Pessoas acometidas pelo sarampo apresentam placas avermelhadas pelo corpo.
Pessoas acometidas pelo sarampo apresentam placas avermelhadas pelo corpo.
PUBLICIDADE

O sarampo é uma doença infectante e contagiosa causada pelo Morbilivírus, da Família Paramyxoviridae. Ela é transmitida quando um indivíduo não imunizado entra em contato com secreções respiratórias de pessoas que possuem o vírus - seja pela ingestão ou inalação.

O sarampo é responsável pela morte de inúmeras crianças em razão das suas complicações, principalmente nos países subdesenvolvidos. No entanto, a vacinação (tríplice viral, aplicada no 1º e 4º ano de vida da criança), e a melhoria da assistência médica foram capazes de fazer com que hoje, no Brasil, a mortalidade atinja 0,5%. Sua incidência é mundial, em pessoas de ambos os sexos e, predominantemente, na faixa etária que compreende dos zero aos quinze anos de idade.

Cerca de doze dias após o contato com o vírus, surgem placas avermelhadas na pele, que se manifestam principalmente no rosto e se espalham para a região dos pés. Febre, tosse persistente, mal-estar, dor de cabeça, coriza, conjuntivite, fotofobia e manchas brancas nas mucosas da região da bochecha são alguns outros sintomas, que duram, em média, cinco dias.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As complicações incluem diarreia, otite, pneumonia, encefalite, conjuntivite grave e, em gestantes, aborto ou parto prematuro. A desnutrição é um fator que propicia este quadro.

Para diagnóstico, além da análise dos sintomas e manifestações cutâneas, pode ser solicitado exame de sangue. Por se tratar de uma doença viral, o tratamento foca no controle dos sintomas, combate de complicações e, em situações particulares, no uso de fármacos para aumentar a imunidade do paciente. Repouso, ingestão de alimentos leves e bastante líquido são essenciais. O paciente deve ser orientado a não manusear as feridas da pele, já que tal ato pode provocar infecções bacterianas, agravando o quadro.


O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:
A automedicação pode ter efeitos indesejados e imprevistos, pois o remédio errado não só não cura como pode piorar a saúde.


Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Sarampo"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/doencas/sarampo.htm>. Acesso em 26 de maio de 2019.

Assista às nossas videoaulas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola