Topo
pesquisar

Constante de Ionização

Química

A constante de ionização (Ki) é a relação entre o produto das concentrações dos íons e a concentração da substância que os originou.
A constante de ionização (Ki) é utilizada em equilíbrios de ácidos ou bases
A constante de ionização (Ki) é utilizada em equilíbrios de ácidos ou bases
PUBLICIDADE

A constante de ionização (representada pela sigla Ki) é a constante de equilíbrio que trata da concentração molar (quantidade em mol/L) dos íons presentes em uma solução preparada pela dissolução de um composto iônico em água.

Ela está relacionada com reações reversíveis de ionização ou dissociação de um composto iônico dissolvido em água. Os compostos iônicos que participam de reações reversíveis de ionização e dissociação são os ácidos e as bases.

a) Ionização

Quando um ácido (substância molecular que apresenta hidrogênios ionizáveis) é dissolvido em água, temos a produção de dois íons: o cátion hidrônio (H3O+ ou H+) e um ânion qualquer (X-). Assim, ocorre a formação de um equilíbrio reversível de ionização, que é representado pela seguinte equação:

Equação de ionização do ácido
Equação de ionização do ácido

b) Dissociação

Quando uma base dissolve-se em água, temos a liberação do cátion (metal qualquer) e do ânion (OH-) que a formam. Assim, estabelece-se um equilíbrio reversível de dissociação, que é representado pela seguinte equação:

Equação de dissociação da base
Equação de dissociação da base

c) Expressão da constante do equilíbrio (Kc)

Seja em uma ionização, seja em uma dissociação, podemos determinar a expressão do Kc. Para isso, basta multiplicar a concentração molar dos produtos no numerador e dividir pelo produto dos reagentes no denominador:

- Para a ionização:

Equação de ionização do ácido
Equação de ionização do ácido

Kc = [H3O+].[X-
       [HX].[H2O]

- Para a dissociação:

    Equação de dissociação da base
    Equação de dissociação da base

    Kc =  [Y+].[OH-]  
           [YOH].[H2O]

    d) Expressão da constante de ionização (Ki)

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    Como a água é o solvente presente em ionização de ácidos e dissociação das bases, dizemos que ela é uma constante no processo. Assim, quando realizamos o produto do Kc pela concentração molar da água, formamos uma nova constante, que é a constante de ionização. Assim:

    - Para o ácido

    Equação de ionização do ácido
    Equação de ionização do ácido

    Kc = [H3O+].[X-
           [HX].[H2O]

    Kc. [H2O] = [H3O+].[X-]
                       [HX]

    Ki = [H3O+].[X-]
           [HX]

    Podemos utilizar ainda a sigla Ka para indicar a constante de ionização de um ácido:

    Ka = [H3O+].[X-]
            [HX]

    - Para a base

    Equação de dissociação da base
    Equação de dissociação da base

    Kc = [Y+].[OH-
           [YOH].[H2O]

    Kc. [H2O] = [Y+].[OH-]
                      [YOH]

    Ki= [Y+].[OH-]
          [YOH]

    Podemos utilizar ainda a sigla Kb ou Kd para indicar a constante de dissociação de uma base:

    Kb= [Y+].[OH-]
           [YOH]

    e) Interpretação da constante de ionização (Ki)

    Como a constante de ionização relaciona as concentrações dos íons (provenientes de ácido ou base) e a substância que os originou (ácido ou base), podemos utilizá-la para comparar ou prever a força do ácido e da base utilizada na água.

    Ki= [Y+].[OH-]
          [YOH]

    Ou

    Ki = [H3O+].[X-]
           [HX]

    Quando:

    • Numerador maior que o denominador: indica muitos íons, logo, ácido ou base forte.

    • Numerador menor que o denominador: indica poucos íons, logo, ácido ou base moderados ou fracos.

    Via de regra, podemos utilizar as referências abaixo para tratar da força ácida ou básica de um eletrólito dissolvido em água a partir do valor da sua constante de ionização:

    Ki > 10-3 → Ácido forte

    Ki = 10-3 ou 10-4 → Ácido moderado ou semiforte

    Ki ≤ 10-5 → Ácido fraco


    Por Me. Diogo Lopes Dias

    Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

    DIAS, Diogo Lopes. "Constante de Ionização"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/constante-ionizacao.htm. Acesso em 24 de agosto de 2019.

    Assista às nossas videoaulas
    Lista de Exercícios
    Questão 1

    Dadas as constantes de ionização dos ácidos abaixo:

    Podemos afirmar que:

    a) o ácido mais forte é o HCN.

    b) o ácido mais forte é o HNO2.

    c) o ácido mais forte é o H2SO4.

    d) o ácido mais forte é o H3PO4.

    e) n.d.a.

    Questão 2

    Em um laboratório, um químico manipula dois frascos, sendo que cada um deles possui um ácido diferente. No rótulo do primeiro, está escrito ácido acético (H3CCOOH), cuja constante de ionização é de 1,8.10-5. No outro frasco, está escrito ácido hipocloroso (HClO), cuja constante de ionização é de 3,5.10-8. A partir dessas informações, o químico pôde concluir que:

    a) uma solução de ácido hipocloroso contém mais íons hidrônio (H+) do que uma solução de ácido acético.

    b) o ácido acético é mais forte que o ácido hipocloroso.

    c) o ácido hipocloroso é mais solúvel que o ácido acético.

    d) o ácido hipocloroso é mais forte que o ácido acético.

    Mais Questões
    • SIGA O BRASIL ESCOLA
    Brasil Escola