Topo
pesquisar

Classificação dos carboidratos

Química

A classificação dos carboidratos é feita de acordo com a quantidade de cetonas ou aldeídos presentes no composto, além de levar em consideração a capacidade de sofrer hidrólise.
Exemplo de osídeo, carboidrato formado pela ligação de dois monossacarídeos
Exemplo de osídeo, carboidrato formado pela ligação de dois monossacarídeos
PUBLICIDADE

Os carboidratos ou hidratos de carbono são também conhecidos como glicídios e açúcares, porém, nem todo carboidrato é um açúcar, conforme veremos mais adiante. Eles possuem a função biológica de fornecer energia e podem ser quimicamente definidos como compostos que possuem vários átomos de carbono (3 ou mais) ligados a grupos hidroxila (OH) e que possuem também as funções cetona ou aldeído.

Estruturas de carboidratos

Os carboidratos podem ser classificados em oses ou monossacarídeos e em osídeos, que envolvem os oligossacarídeos e os polissacarídeos.

Estrutura simplificada da classificação dos carboidratos

1- Oses ou monossacarídeos:

São os carboidratos de estrutura mais simples e possuem apenas um grupo aldeído ou cetona. Eles não sofrem hidrólise, mas podem ocorrer reações entre monossacarídeos com a formação de um dissacarídeo ou de um polissacarídeo.

Entre os principais monossacarídeos, temos a glicose e a frutose. Na imagem abaixo, suas cadeias carbônicas estão abertas, mas elas também podem se apresentar como cadeias fechadas.

Estruturas e fontes de glicose e frutose, os principais monossacarídeos

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2- Osídeos:

Sofrem hidrólise e produzem oses. De acordo com a quantidade de oses, podem ser oligossacarídeos ou polissacarídeos.

a) Oligossacarídeos:

Quando sofrem hidrólise, os oligossacarídeos produzem um número pequeno de oses. Se houver duas oses, o carboidrato é um dissacarídeo. O principal dissacarídeo é o açúcar comum ou sacarose (C12H22O11), que é formado por dois monossacarídeos, a glicose e a frutose.

A sacarose é um dissacarídeo
Fórmula estrutural e aspecto visual da sacarose

Outros exemplos de dissacarídeos são a maltose (formada por duas moléculas de α-glicose), a celobiose (formada por duas moléculas de β-glicose) e a lactose (formada por uma α-glicose e uma α-galactose).

b) Polissacarídeos:

Eles são formados pela união de várias moléculas de monossacarídeos. Quando sofrem hidrólise, também produzem um número grande de unidades de monossacarídeos. Os principais polissacarídeos são o amido e a celulose:

Estruturas e fontes de amido e celulose, os principais polissacarídeos


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Classificação dos carboidratos"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/quimica/classificacao-dos-carboidratos.htm>. Acesso em 23 de outubro de 2018.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

(UFES) O estado do Espírito Santo é um grande produtor de polpa de celulose branqueada. A celulose é um carboidrato fibroso encontrado em todas as plantas, sendo o polissacarídio mais abundante na natureza, formado pela condensação de moléculas de:

a) sacarose.

b) ribulose.

c) maltose.

d) glicose.

e) ribose.

Questão 2

(UNESP) Os monossacarídeos são os carboidratos mais simples, em que o número de átomos de carbono pode variar de cinco, como nas pentoses, a seis carbonos, como nas hexoses. Os monossacarídeos glicose, frutose, manose e galactose estão representados a seguir.

Os grupos funcionais presentes nessas moléculas são:

a) ácido carboxílico, poliol e aldeído.

b) poliol, aldeído e cetona.

c) poliol, éster e cetona.

d) éster, aldeído e cetona.

e) poliol, ácido carboxílico e cetona.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola