Topo
pesquisar

Cadeias carbônicas abertas

Química

As cadeias carbônicas abertas são aquelas que apresentam extremidades livres. Elas podem ser classificadas de acordo com diferentes critérios.
A fórmula estrutural do etanol é um exemplo de cadeia aberta
A fórmula estrutural do etanol é um exemplo de cadeia aberta
PUBLICIDADE

Entre os três postulados propostos para o elemento químico carbono, um dos mais conhecidos é o que indica sua capacidade de formar grandes ou pequenos encadeamentos. Esses encadeamentos são denominados de cadeias carbônicas, que nada mais são do que carbonos ligados a outros carbonos.

Uma cadeia carbônica pode apresentar um ou vários átomos de carbono ligados entre si ou ainda ligados a outros elementos químicos, tais como:

Hidrogênio

Flúor

Cloro

Bromo

Iodo

Enxofre

Nitrogênio

Fósforo

Mapa Mental: Cadeias Carbônicas

* Para baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

As cadeias carbônicas abertas são as mais comumente encontradas quando estudamos os compostos orgânicos. São aquelas que apresentam extremidades livres, ou seja, apresentam um início e um fim, como a estrutura abaixo:

Fórmula estrutural de uma cadeia aberta
Fórmula estrutural de uma cadeia aberta

Podemos observar no exemplo acima que a estrutura apresenta duas extremidades (carbonos), uma à esquerda (azul) e uma àdireita (vermelha), sendo elas o início e o fim da estrutura.

Diferentemente das cadeias carbônicas abertas, as fechadas não apresentam extremidades livres, como podemos observar na estrutura abaixo:

Fórmula estrutural de uma cadeia carbônica fechada
Fórmula estrutural de uma cadeia carbônica fechada

As cadeias carbônicas abertas podem ser classificadas de três diferentes formas:

  • Quanto ao número de extremidades livres

  • Quanto ao tipo de ligação entre os carbonos

  • Quanto à presença de heteroátomos

a) Quanto ao número de extremidades livres

De acordo com o número de extremidades livres (pontas da cadeia), a cadeia aberta pode ser classificada como:

  • Normal, reta ou linear

É a cadeia aberta que apresenta apenas duas extremidades livres. Acompanhe o exemplo abaixo:

Fórmula estrutural de uma cadeia aberta normal
Fórmula estrutural de uma cadeia aberta normal

Podemos observar que a cadeia apresenta apenas duas extremidades (CH3).

  • Ramificada

É a cadeia aberta que apresenta pelo menos três extremidades livres. Acompanhe o exemplo abaixo:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fórmula estrutural de uma cadeia aberta ramificada
Fórmula estrutural de uma cadeia aberta ramificada

Podemos observar que nela há três extremidades, ou seja, três carbonos livres (círculos vermelhos).

b) Quanto ao tipo de ligação entre os carbonos

De acordo com o tipo de ligação existente entre os carbonos (simples, dupla ou tripla), a cadeia aberta pode ser classificada como:

  • Saturada

É a cadeia aberta que apresenta apenas ligações simples entre todos os átomos de carbono presentes. Por exemplo:

Fórmula estrutural de uma cadeia aberta saturada
Fórmula estrutural de uma cadeia aberta saturada

Podemos observar no exemplo que, entre os átomos de carbono, existem apenas ligações simples.

  • Insaturada

É a cadeia aberta que apresenta pelo menos uma ligação dupla ou uma ligação tripla entre dois átomos de carbono. Acompanhe o exemplo abaixo:

Fórmula estrutural de uma cadeia insaturada
Fórmula estrutural de uma cadeia insaturada

Podemos observar no exemplo que, entre dois dos átomos de carbono, existe uma ligação tripla.

c) Quanto à presença de heteroátomos

De acordo com a presença ou não de heteroátomos (Enxofre-S, Nitrogênio-N, Fósforo-P ou Oxigênio-O) entre os carbonos, a cadeia aberta pode ser classificada como:

  • Homogênea

É a cadeia aberta que não apresenta heteroátomos ou eles não estão posicionados entre dois ou mais átomos de carbonos. Acompanhe o exemplo abaixo:

Fórmula estrutural de uma cadeia homogênea
Fórmula estrutural de uma cadeia homogênea

Podemos observar que a cadeia apresenta um átomo de enxofre, mas este não está posicionado entre dois carbonos.

  • Heterogênea

É a cadeia aberta que apresenta pelo menos um dos quatro heteroátomos (SNOP) posicionados entre dois ou mais átomos de carbonos. Acompanhe o exemplo abaixo:

Fórmula estrutural de uma cadeia heterogênea
Fórmula estrutural de uma cadeia heterogênea

Podemos observar que na cadeia o átomo de oxigênio está posicionado entre dois átomos de carbono.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Cadeias carbônicas abertas"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/cadeias-carbonicas-abertas.htm. Acesso em 18 de julho de 2019.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

Dada a fórmula estrutural do 5- metil-hex-2-en-4-ol, podemos afirmar que ela pode ser classificada em:

a) Aberta, ramificada, saturada e homogênea

b) Alicíclica, ramificada, insaturada e heterogênea

c) Acíclica, ramificada, insaturada e homogênea

d) Alifática, normal, saturada e heterogênea

e) acíclica, normal, saturada e homogênea

Questão 2

Dadas as fórmulas estruturais a seguir, qual delas possui cadeia carbônica homogênea, insaturada e normal:

a) H3C– CH2– CH2– CH2–CH2–CH2Br

b) H2C=CH – CH2– CH2– CH2– CHO

c) H3C– CH2– CH2–CHO

d) H3C– CH2– CH2–CH2–O– CH2– CH2– CH3

e) H3C– C(CH3)2–CH2– CO–CH2–CH3

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola