close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Classificação das Cadeias Carbônicas

A classificação das cadeias carbônicas se dá segundo quatro critérios: o fechamento da cadeia, a disposição dos átomos, os tipos de ligações e a presença de heteroátomos.

O estudo das cadeias carbônicas levou à sua classificação e ao seu agrupamento de acordo alguns critérios específicos
O estudo das cadeias carbônicas levou à sua classificação e ao seu agrupamento de acordo alguns critérios específicos
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

As cadeias carbônicas, ou seja, as moléculas de qualquer composto orgânico que são formadas pelo conjunto de todos os átomos de carbono e heteroátomos, podem ser classificadas de acordo com vários critérios. A seguir essa classificação e os critérios adotados serão mais bem explanados:

1- Quanto ao fechamento da cadeia:

1.1- Cadeia aberta, acíclica ou alifática: uma cadeia aberta é aquela que possui pelo menos duas extremidades ou pontas, não há nenhum encadeamento, fechamento, ciclo ou anel nela. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas abertas

1.2- Cadeia fechada ou cíclica: não possui nenhuma extremidade ou ponta, seus átomos são unidos, fechando a cadeia e formando um encadeamento, ciclo, núcleo ou anel. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas fechadas

1.3- Cadeia mista: apresenta tanto uma parte da cadeia fechada quanto uma parte da aberta. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas mistas

Tópicos deste artigo

 

2 – Quanto à disposição dos átomos de carbono na cadeia carbônica:

2.1- Cadeia normal, reta ou linear: ocorre quando só existem carbonos primários e secundários na cadeia. Estando em uma única sequência, geram apenas duas extremidades ou pontas. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas normais

2.2- Cadeia ramificada: são aquelas que possuem três ou mais extremidades, com carbonos terciários ou quaternários. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas ramificadas

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3 – Quanto ao tipo de ligação entre os átomos de carbono:

3.1- Cadeia saturada: classificação dada para aquelas cadeias que possuem somente ligações simples entre os carbonos. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas saturadas

3.2- Cadeia insaturada: cadeias que possuem pelo menos uma ligação dupla ou tripla entre os carbonos. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas insaturadas.

4 – Quanto à natureza dos átomos que compõem a cadeia carbônica:

4.1- Cadeia homogênea: são aquelas que não possuem nenhum heteroátomo entre os carbonos, ou seja, essas cadeias são constituídas somente por carbonos. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas homogêneas

4.2- Cadeia heterogênea: nesse caso há algum heteroátomo entre os carbonos, que normalmente são o oxigênio (O), o nitrogênio (N), o fósforo (P) e o enxofre (S). Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas heterogêneas

5 – Quanto ao aparecimento de um anel aromático na cadeia carbônica:

5.1- Cadeia aromática: são as que apresentam em sua estrutura pelo menos um anel benzênico, também denominado anel aromático (C6H6). Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas aromáticas

5.2- Cadeia não aromática ou alicíclicas: são as cadeias fechadas que não apresentam um anel benzênico em sua estrutura. Exemplos:

Exemplos de cadeias carbônicas não aromáticas

* Mapa Mental por Me. Diogo Lopes

Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Classificação das Cadeias Carbônicas"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/classificacao-das-cadeias-carbonicas.htm. Acesso em 18 de maio de 2022.

Tire suas dúvidas


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

(PUC-RS) A “fluoxetina”, presente na composição química do Prozac®, apresenta fórmula estrutural:

Com relação a esse composto, é correto afirmar que ele apresenta:

a) cadeia carbônica cíclica e saturada

b) cadeia carbônica aromática e homogênea

c) cadeia carbônica mista e heterogênea

d) somente átomos de carbonos primários e secundários

e) fórmula molecular C17H16ONF

Exercício 2

 

(UERJ) Na fabricação de tecidos de algodão, a adição de compostos do tipo N-haloamina confere a eles propriedades biocidas, matando até bactérias que produzem mau cheiro.

O grande responsável por tal efeito é o cloro presente nesses compostos.

A cadeia carbônica da N-haloamina acima representada pode ser classificada como:

a) homogênea, saturada, normal
b) heterogênea, insaturada, normal
c) heterogênea, saturada, ramificada
d) homogênea, insaturada, ramificada

Estude agora


Regimes políticos

Quais são os principais regimes políticos existentes? Quais são exemplos práticos deles? Veja isso e muito mais...

Equações modulares

Nesta aula vamos relembrar o que é módulo para, depois, resolvermos questões que evidenciarão o que é equação...