Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Predicativo do sujeito

Gramática

O predicativo do sujeito é a parte de uma oração que expressa qualidade, estado ou condição do sujeito. Ele ocorre tanto em predicados nominais quanto em verbo-nominais.
O predicativo aponta uma característica do sujeito da oração.
O predicativo aponta uma característica do sujeito da oração.
PUBLICIDADE

Predicativo do sujeito é a parte de uma oração que aponta qualidade, estado ou condição do sujeito. Ele pode ser formado por um adjetivo, substantivo ou pronome. O predicativo do sujeito é diferente do predicativo do objeto, pois este caracteriza o complemento verbal, e não o sujeito da oração.

Leia também: Complemento nominal — termo integrante da oração

Resumo sobre predicativo do sujeito

  • Expressa qualidade, estado ou condição do sujeito;

  • É formado por adjetivo, substantivo ou pronome;

  • Qualifica o complemento verbal, e não o sujeito.

O que é predicativo do sujeito?

O predicado nominal é formado por um verbo de ligação mais um predicativo do sujeito. Assim, o predicativo se refere a uma qualidade, estado ou condição do sujeito, com o qual está unido por um verbo de ligação:

Lidiane está triste.

Lidiane é uma flor.

Lidiane ficou chocada.

Lidiane tornou-se vingativa.

Lidiane continuava esperta.

Observe que, nesses exemplos, o sujeito “Lidiane” é qualificado de diversas maneiras: “triste”, “uma flor”, “chocada”, “vingativa” e “esperta”. Note, também, que esses predicativos se unem ao sujeito por meio de verbos de ligação: “está”, “é”, “ficou”, “tornou-se” e “continuava”.

No entanto, o predicativo do sujeito também pode fazer parte de um predicado verbo-nominal:

As crianças chegaram curiosas.

Nesse caso, temos o sujeito “As crianças”, o verbo intransitivo “chegaram” e o predicativo “curiosas”, que caracteriza “As crianças”, ou seja, o sujeito.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como é a formação do predicativo do sujeito?

O predicativo do sujeito é formado por adjetivo, substantivo ou pronome:

A vida é fugaz.

(adjetivo)

Amor é vida.

(substantivo)

A escolha foi tua.

(pronome)

No entanto, ele também pode ser formado por estruturas mais complexas:

A vida é um trem desgovernado.

Seu olhar parecia um oásis no imenso deserto.

Por fim, uma oração pode apresentar predicativo do sujeito pleonástico, isto é, dupla ocorrência de predicativo:

Infiel, ele o era.

Nessa oração, “ele” é o sujeito; “era”, o verbo de ligação; “infiel”, o predicativo do sujeito; e “o”, o predicativo do sujeito pleonástico, já que retoma o adjetivo “infiel”.

Leia também: Classes que atuam como predicativo do sujeito

Diferenças entre predicativo do sujeito e predicativo do objeto

O predicativo do objeto pode aparecer em um predicado verbo-nominal. Ele se difere do predicativo do sujeito porque qualifica o complemento verbal, e não o sujeito:

Achamos insana a sua atitude.

Note que o adjetivo “insana” se refere ao complemento verbal “a sua atitude”, e não ao sujeito “nós”.

O mesmo ocorre em:

O livro deixou a leitora pensativa.

Nesse exemplo, o adjetivo “pensativa” qualifica o complemento verbal “a leitora”, e não o sujeito “O livro”.

Porém, veja este exemplo de predicado verbo-nominal:

Assistimos a tudo estupefatos.

Nesse caso, o adjetivo “estupefatos” se refere ao sujeito “nós”, e não ao complemento verbal “a tudo”. É, portanto, predicativo do sujeito, e não do objeto.

Exercícios resolvidos sobre predicativo do sujeito

Questão 1

(Unimontes)

Respeitável público

CARLOS HEITOR CONY

Mania recente obriga os oradores e comunicadores em geral a citar, no início de suas falas ou discursos, o indefectível “brasileiros e brasileiras”. Nas reuniões especializadas, a expressão muda para doutoras e doutores, acadêmicos e acadêmicas, professores e professoras, eleitores e eleitoras — e por aí vai.

Fez parte das conquistas atribuídas à campanha do feminismo mais desvairado. As mulheres querem ser citadas, e não englobadas genericamente no masculino tradicional. No cristianismo, durante séculos, elas não se sentiam rejeitadas. Nem quando Bach, por exemplo, deu a uma de suas peças mais famosas o nome de “Jesus, alegria dos homens”. Nem sobre a expressão aceita universalmente entre os católicos, “Jesus, salvador dos homens”, JHS para os íntimos.

Nos circos, com a sabedoria da tradição, prevalece a forma ambígua do “respeitável público”, que junta homens e mulheres no mesmo saco, sem distinção ou prioridade. Ninguém fica ofendido, ainda mais porque todos se consideram respeitáveis.

Não sei qual foi o político que por primeiro usou a expressão “brasileiros e brasileiras”. Cheira a Brizola, mas talvez tenha sido criada por Sarney, Collor ou Ulysses Guimarães. Hoje, todos usam a distinção de gênero, como se a humanidade fosse constituída de dois seres especiais e estanques, quando, na realidade, a própria palavra (humanidade) lembra a raiz comum de todos nós: a condição humana, e não a condição humana e feminina. Exceção notável: acabaram-se as poetisas, todos agora são poetas.

Nos shows, com plateia mais descomprometida, é tradicional o “senhoras e senhores”. Prefiro o elegante “respeitável público” dos circos, é o único lugar onde todos ficamos realmente iguais como quer a Constituição.

Folha de São Paulo — 13/4/2010.

Marque a alternativa em que o particípio tem valor adjetivo, com a função sintática de predicativo do sujeito.

a) “Ninguém fica ofendido...”

b) “As mulheres querem ser citadas...”

c) “...como se a humanidade fosse constituída...”

d) “...talvez tenha sido criada por Sarney...”

Resolução:

Alternativa A.

Em “Ninguém fica ofendido...”, o sujeito é “Ninguém”, o verbo de ligação é “fica” e o predicativo do sujeito é o particípio “ofendido”.

Questão 02

Todos os enunciados a seguir apresentam um predicativo do sujeito, EXCETO:

a) Nívea ficou irritada.

b) É linda a minha vida.

c) Consideramos inigualável a música.

d) A humanidade continua irresponsável.

e) Ele parecia um animal.

Resolução:

Alternativa C.

Na questão, são predicativos do sujeito: “irritada” (alternativa A), “linda” (alternativa B), “irresponsável” (alternativa D) e “um animal” (alternativa E). No entanto, a alternativa C apresenta um predicativo do objeto, isto é, o termo “inigualável”.

 

Por Warley Souza
Professor de Português

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Warley. "Predicativo do sujeito"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/predicativo-sujeito.htm. Acesso em 27 de novembro de 2021.

Lista de Exercícios
Questão 1

Assinale a única alternativa em que há predicativo do sujeito:

a) ( ) Ela acha minha camiseta feia.

b) ( ) Pedro chegou exausto.

c) ( ) Maria abriu o presente de natal.

d) ( ) O menino abriu a porta da sala.

e) ( ) O professor encerrou a aula de inglês.

Questão 2

Relacione as colunas de acordo com a classe do predicativo do sujeito nas orações a seguir:

a) ( ) Maria, rancorosa e vingativa, divorciou-se mês passado.

b) ( ) Eles eram marido e mulher.

c) ( ) Sempre foram tudo um para o outro.

d) ( ) Somos trinta para viajar

e) ( ) Estudar é vencer.

I. Substantivo

II. Infinitivo

III. Numeral substantivo

IV. Adjetivo ou locução adjetiva

V. Pronome substantivo

Mais Questões
Artigos Relacionados
Você já se perguntou acerca da função do adjetivo: qualificar ou dar qualidade? Chegue a uma conclusão em apenas um clique!
Entre o adjunto adnominal e o predicativo há diferenças, uma vez que este representa um termo essencial da oração e aquele um termo integrante dela. Conheça-os aqui!
Descubra o que é o adjunto adnominal. Saiba quais classes gramaticais podem exercer esse papel. Veja a diferença entre ele e o complemento nominal.
Descubra o que é o adjunto adverbial. Veja que circunstâncias ele pode indicar. Saiba qual a diferença entre ele e o adjunto adnominal.
Entenda a diferença entre análise sintática e análise morfológica.
O infinitivo, substantivo, adjetivo, entre outras classes, podem atuar como predicativo do sujeito.
Os verbos podem ser classificados, quanto à predicação, em diferentes tipos: transitivo direto, indireto e outros. Saiba mais!
Você sabe diferenciar o sujeito do vocativo? Não?! Então, clique aqui e aprenda!
Aprenda o que é complemento nominal e qual é sua função na oração. Descubra como identificá-lo no enunciado, e entenda por que é diferente do adjunto adnominal.