Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Adjunto Adnominal e Predicativo

Há diferenças entre o adjunto adnominal e o predicativo: este é um termo essencial e aquele um termo integrante.

Entre o adjunto adnominal e o predicativo há diferenças, uma vez que este representa um termo essencial da oração e aquele um termo integrante dela
Entre o adjunto adnominal e o predicativo há diferenças, uma vez que este representa um termo essencial da oração e aquele um termo integrante dela
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O adjunto adnominal e o predicativo estão relacionados à morfossintaxe, cuja principal característica se define pelo fato de um mesmo termo, levando em conta sua classificação morfológica, desempenhar distintas funções, quando analisado sob a ótica da sintaxe (análise sintática).

Assim sendo, o artigo que ora se evidencia apresenta como “ator” desse cenário linguístico o bom, respeitado e admirado adjetivo. Estando ele inserido num dado contexto linguístico, ora faz as vezes de adjunto adnominal, ora de predicativo. Aprenda, portanto, a distinguir a diferença que há entre ambas as funções:

* Adjetivo na função predicativa: 

O garoto é educado.

Notamos que “educado”, além de conferir uma qualidade ao substantivo “garoto”, apresenta-se como um termo essencial à oração, haja vista que sem ele o discurso se tornaria vago, sem sentido.
Dessa forma, mediante tais pressupostos, dizemos se tratar de um predicativo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

* Adjetivo na função de adjunto adnominal: 

 O garoto sorridente está atrasado.

Constatamos que o termo “sorridente” apenas confere uma informação a mais acerca do sujeito “garoto”, pois o discurso se tornaria compreensível se apenas disséssemos que o garoto está atrasado. Assim sendo, afirmamos que ele se classifica como adjunto adnominal – representando, por ora, apenas parte do sujeito, ou melhor, um acessório dela.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Escritor do artigo
Escrito por: Vânia Maria do Nascimento Duarte Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Adjunto Adnominal e Predicativo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/adjunto-adnominal-predicativo.htm. Acesso em 19 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Tendo em vista os pressupostos linguísticos que demarcam o adjunto adnominal e o predicativo, compare os enunciados e, a seguir, responda ao que se pede:

O garoto extrovertido apresentou o trabalho.

O garoto, extrovertido, apresentou o trabalho.

a- Constatamos que o adjetivo “extrovertido” se encontra presente em ambos os enunciados. Assim, há alguma diferença que os demarca em termos gramaticais? Justifique.

Exercício 2

(Vunesp)

“De resto não é bem uma greve, é um lock-out, greve dos patrões, que suspenderam o trabalho noturno”.

“Muitas vezes lhe acontecera bater à campainha de uma casa e ser atendido por uma empregada ou por outra pessoa qualquer”.

“E, às vezes, me julgava importante.”

Identifique a alternativa em que os termos em destaque aparecem corretamente analisados quanto à função sintática:

a)     Predicativo, sujeito, objeto direto

b)     Aposto, agente da passiva, predicativo

c)     Objeto direto, objeto indireto, adjunto adverbial

d)     Complemento nominal, adjunto adverbial, aposto

e)     Vocativo, adjunto adnominal, predicativo