Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Geada

A deposição de uma camada de gelo sobre as superfícies expostas ao relento é característica do fenômeno meteorológico conhecido como geada, comum no Sul e Sudeste do Brasil.

Vista superior de geada nas folhas de algumas plantas.
A formação de uma camada de gelo sobre superfícies expostas caracteriza o fenômeno da geada.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

A geada é um fenômeno meteorológico caracterizado pela formação de uma fina camada de gelo sobre superfícies expostas, como é o caso do solo e das plantas, decorrente do congelamento do orvalho. Pode ser descrita ainda como fenômeno que leva ao congelamento e morte da vegetação, o que causa severos prejuízos a agricultores. No Brasil, sua ocorrência é comum nas regiões Sul e Sudeste.

Confira nosso podcast: O que eu preciso saber sobre os fatores climáticos

Tópicos deste artigo

Resumo sobre geada

  • Geada é um fenômeno meteorológico que consiste na formação de uma camada de gelo sobre superfícies expostas ao relento, como a vegetação.

  • É caracterizada também pelo congelamento da estrutura interna das plantas em função do frio extremo, o que pode levar à sua morte.

  • É formada pelo congelamento do orvalho e pela deposição de uma camada de gelo sobre as superfícies desprotegidas.

  • As geadas são classificadas em advectivas, radiativas ou mistas, de acordo com seu processo de formação, podendo ser caracterizadas ainda como geada branca ou geada negra, de acordo com o aspecto visual.

  • No Brasil, as geadas ocorrem principalmente no Sul e Sudeste.

  • A geada e a neve consistem em fenômenos distintos, com processos de formação diferentes, sendo que a neve é um tipo de precipitação atmosférica.

O que é a geada?

A geada é um fenômeno meteorológico caracterizado pela formação de uma camada fina de gelo sobre superfícies expostas, como é o caso do solo, plantas e veículos, por exemplo. A ocorrência da geada se dá em períodos muito frios e nos lugares onde há a presença de vapor d’água (ou umidade) na camada de ar mais próxima da superfície terrestre.

Na Agronomia, as geadas podem ser entendidas também como o frio muito intenso que leva à morte dos tecidos vegetais. Em muitos casos, a ocorrência das geadas resulta na perda de colheitas inteiras e grandes prejuízos para a agricultura.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como se forma a geada?

As geadas se formam na condição de frio intenso, quando as temperaturas registradas são próximas ou menores do que 0 °C. Por essa razão, elas são mais comuns no inverno, mas não se restringem somente a essa época do ano. As geadas podem se fazer presentes, por exemplo, durante noites geladas e durante a passagem de uma frente fria.

Com a queda brusca das temperaturas, a água nas superfícies expostas na forma de orvalho (estado líquido) atinge o seu ponto de congelamento, dando origem assim à fina camada de gelo que caracteriza a geada. A manutenção do tempo frio faz com que o vapor presente no ar também mude de estado físico, ocorrendo assim a sua eventual deposição nas folhas e na vegetação de modo geral, nos carros, nos vidros, no solo e em quaisquer outras superfícies desprotegidas.

Saiba também: Como se forma a neblina?

Tipos de geada

Classificação de acordo com o processo de formação

A geada é classificada de acordo com o seu processo de formação em três tipos. Veja a seguir.

◾ Geada advectiva

A geada advectiva é formada com a ocorrência de ventos muito frios que causam a queda brusca das temperaturas. Esses ventos são produzidos pelas frentes frias, que marcam a chegada de uma massa de ar polar na região.

◾ Geada radiativa ou de irradiação

A geada radiativa ou de irradiação é formada durante noites frias, secas e de céu limpo, sem a presença de nuvens e na ausência de ventos. Nessas ocasiões, as superfícies e o ar perdem calor, o que pode resultar na ocorrência da geada.

◾ Geada mista

A geada mista é formada com a ocorrência de processos característicos tanto da geada advectiva quanto da geada radiativa.

Classificação de acordo com o aspecto visual

A classificação das geadas se dá também conforme o seu aspecto visual. Temos, assim, dois tipos de geada. Veja a seguir.

◾ Geada branca

A geada branca é caracterizada pela presença de uma camada de gelo de coloração esbranquiçada sobre as superfícies.

◾ Geada negra

A geada negra é caracterizada pela morte da vegetação em períodos de frio intenso sem que haja a deposição de uma camada de gelo sobre ela, como se a vegetação fosse queimada. O congelamento, nesse caso, acontece nos sistemas interiores das plantas, levando à perda de suas funções.

Geada no Brasil

A ocorrência da geada é mais comum nos estados da região Sul do Brasil, que compreende Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, em partes da região Sudeste, como em São Paulo, parte do Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais, e também no extremo sul do Mato Grosso do Sul. O fenômeno se faz presente sobretudo durante os meses de outono e inverno, quando há a formação de frentes frias pelo avanço da massa de ar polar.

Vista aproximada de geada nas folhas de mudas de trigo em uma plantação.
A geada pode levar à perda de plantações e gerar prejuízos para a agricultura, fenômeno comum nas áreas de clima mais frio no Brasil.

A pior geada do Brasil aconteceu no Paraná em 18 de julho de 1975, gerando muitos prejuízos aos agricultores do estado. Reportagens realizadas sobre o ocorrido indicam que quase todos os cultivares de café foram perdidos em função do frio extremo, além de outras lavouras que também foram dizimadas. Grande parte dessas perdas foi causada pelo congelamento das plantas propriamente ditas, antes mesmo da formação da camada de gelo sobre elas, sendo essa geada portanto caracterizada como negra.|1|

Diferenças entre geada e neve

A geada e a neve são dois fenômenos distintos que se formam por meio de diferentes processos. Veja a seguir.

  • Geada: caracteriza-se por uma camada de gelo que se forma ou se deposita sobre a superfície exposta de plantas e objetos, podendo ser ainda descrita como o congelamento dos sistemas internos dos vegetais em função do frio extremo, sem que haja necessariamente acúmulo de gelo. Ela se forma próximo do solo.

  • Neve: consiste em um tipo de precipitação atmosférica que tem origem no interior das nuvens. Ela é formada por meio do congelamento do vapor d’água em condições de frio intenso, dando origem aos cristais de gelo e aos flocos de neve. Assim como acontece com as chuvas, a precipitação acontece quando o peso dessas estruturas supera a resistência do ar, ocorrendo, assim, a neve.

Notas

|1| SAVIANI, Rodrigo. 'Geada negra' que destruiu pés de café no Paraná completa 40 anos. G1, 18 jul. 2015. Disponível aqui.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Geada"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/geada.htm. Acesso em 12 de agosto de 2022.

De estudante para estudante


Qual o menor país do mundo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

O que é tectonismo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Murilo Mendes

Nesta videoaula, você conhecerá um pouco mais sobre a vida e a obra de Murilo Mendes, um importante poeta do...

Relativismo moral

Uma posição relativista é aquela que entende que não há um padrão certo e seguro para determinar-se o valor de...