Diferença entre COVID-19, gripe e resfriado

Doenças e patologias

PUBLICIDADE

COVID-19, gripe e resfriado são três doenças distintas causadas por vírus e que desencadeiam problemas respiratórios. Alguns sintomas podem nos ajudar a diferenciar cada uma dessas doenças, porém exames são necessários para a confirmação de um diagnóstico.

Conhecer os principais sintomas de cada uma delas pode ser um auxílio na tomada de decisões, como: procurar ajuda médica de maneira urgente. Vale salientar, no entanto, que, apesar dessas informações serem importantes, nada substitui a opinião de um médico.

Leia também: Doenças causadas por vírus – lista, sintomas e tratamento

O que é a COVID-19?

COVID-19 é uma doença causada por um novo tipo de coronavírus (SARS-Cov-2) que surgiu no final do ano de 2019. A Organização Mundial de Saúde foi comunicada sobre casos de pneumonia sem causa identificada na cidade de Wuhan, na China, em 31 de dezembro de 2019. Rapidamente, a doença espalhou-se pelo mundo e, em 11 de março de 2020, foi classificada pela OMS como uma pandemia.

Os principais sintomas da COVID-19 são: febre, tosse seca e cansaço. Alguns pacientes apresentam ainda: congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta e diarreia. Vale salientar que algumas pessoas permanecem assintomáticas. A doença apresenta-se de forma mais grave em idosos e pessoas com problemas de saúde prévios, como pressão alta, problemas cardíacos e diabetes.

Leia também: Coronavírus: a família de vírus responsável, entre outras doenças, pela COVID-19

O que é gripe?

A COVID-19, a gripe e o resfriado podem provocar problemas respiratórios, sendo, muitas vezes, difícil perceber a diferença entre cada doença.
A COVID-19, a gripe e o resfriado podem provocar problemas respiratórios, sendo, muitas vezes, difícil perceber a diferença entre cada doença.

A gripe é uma doença causada por um vírus conhecido como influenza. Atualmente circulam três tipos de vírus influenza no Brasil, os tipos A, B e C. Os tipos A e B são os responsáveis por causar epidemias, enquanto o tipo C é mais brando. O influenza tipo A é o responsável por desencadear pandemias, como a ocorrida em 2009, provocada pelo subtipo A (H1N1).

Os principais sintomas da gripe são: febre (em geral, acima de 38 °C), dores no corpo, tosse seca e dor de cabeça. Outros sinais e sintomas podem ser registrados, tais como: calafrios, mal-estar, dor muscular, dor de garganta, secreção nasal, diarreia, vômito e rouquidão. A febre na gripe dura, geralmente, três dias, e os sintomas respiratórios podem manter-se por três a quatro dias após o fim da febre.

A gripe pode desenvolver complicações, principalmente em idosos, crianças menores de cinco anos, gestantes e pessoas com doenças crônicas, como pressão alta e diabetes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é o resfriado?

O resfriado é uma doença infecciosa causada por vírus, sendo alguns dos mais comuns: rinovírus, adenovírus e coronavírus. Como sabemos, existem diferentes tipos de coronavírus, e os responsáveis por desencadear os resfriados são diferentes do responsável pela COVID-19.

Os principais sintomas do resfriado são: espirro, secreção nasal, congestão nasal, irritação na garganta e tosse seca. Os indivíduos podem apresentar febre, mas a maioria não tem esse sintoma ou desenvolve apenas uma febre baixa.

Leia também: Principais dúvidas sobre o resfriado

Diferença entre COVID-19, gripe e resfriado

COVID-19, gripe e resfriado são três doenças provocadas por vírus, entretanto, cada uma delas é desencadeada por um agente etiológico diferente. As três doenças podem ser transmitidas de uma pessoa para outra por meio de gotículas eliminadas pelo doente ao falar, tossir ou espirrar. A transmissão também pode ocorrer por meio do contato com secreção dos doentes, sendo as mãos, por exemplo, um importante veículo de transmissão.

No que diz respeito aos sintomas, muitas situações são comuns nas três enfermidades, porém alguns pontos merecem destaque. A febre, por exemplo, é rara em casos de resfriado, mas pode ocorrer comumente em caso de gripe e COVID-19. A falta de ar, às vezes, ocorre em casos de COVID-19, porém mostra-se rara no resfriado e na gripe.

Veja, a seguir, um quadro comparativo feito pelo Ministério da Saúde a respeito dessas três importantes doenças:

Leia também: Dicas para prevenir-se da gripe H1N1

Como se prevenir de COVID-19, gripe e resfriado?

A COVID-19, a gripe e o resfriado apresentam formas de transmissão semelhantes, portanto, a forma de prevenção também possui semelhanças. Confira as principais maneiras de prevenir-se dessas doenças:

  • Lavar as mãos utilizando água e sabão ou fazer a higienização com álcool em gel;

  • Não tocar nos olhos, nariz e boca sem a devida higienização das mãos;

  • Evitar contato com pessoas que apresentem sintomas, como tosse, coriza e febre;

  • Evitar aglomerações quando há o aumento dos casos dessas doenças;

  • Manter o ambiente arejado;

  • Fazer a higienização de objetos usados com frequência, como telefones;

  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres.

Além disso, é importante destacar a importância de, ao espirrar ou tossir, cobrir a boca e o nariz para evitar a contaminação do ambiente e a transmissão do vírus para outras pessoas.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Diferença entre COVID-19, gripe e resfriado"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/diferenca-entre-covid-19-gripe-e-resfriado.htm. Acesso em 13 de agosto de 2020.

Assista às nossas videoaulas