Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Gripe

Doenças e patologias

Os sintomas da gripe são mais incapacitantes que os do resfriado.
Os sintomas da gripe são mais incapacitantes que os do resfriado.
PUBLICIDADE

Gripe e resfriado não são a mesma coisa! Ambas as doenças são de origem viral, transmitidas por meio de gotículas de saliva ou secreções nasais contendo estes micro-organismos, e apresentam como sintomas: cansaço, indisposição, dores musculares, corrimento nasal e dor de garganta. Entretanto, quando o sujeito se encontra gripado, estes são mais intensos e incapacitantes, fazendo com que, muitas vezes, nem tenha condições de sair da cama. Febre alta, de surgimento repentino, também tende a fazer parte do quadro gripal. Estes sintomas surgem em até uma semana após a exposição ao vírus, e perduram por aproximadamente cinco dias.

Ocorrendo em todas as partes do mundo, é causada pelo vírus Influenza: um RNA vírus da Família Orthomyxoviridae, altamente contagioso e com grande capacidade de mutação. Existem três tipos de vírus Influenza: A, B e C. Os dois últimos acometem apenas a nossa espécie, sendo o do tipo C o mais brando e menos frequente. Já o Influenza A, é capaz de infectar diversas espécies animais, sendo também o responsável pelas epidemias e pandemias gripais. Este é classificado em subtipos, de acordo com o arranjo das moléculas de sua superfície.

Nos séculos XX e XXI ocorreram três pandemias: a gripe espanhola, entre 1918 e 1919, causada pelo H1N1; a gripe asiática, 1957 – 1958, pelo H2N2; e a gripe A (anteriormente denominada gripe suína), em 2009, sendo o H1N1 responsável por ela.

Crianças entre 6 e 23 meses de idade, idosos, portadores de doenças crônicas e indivíduos imunodeprimidos geralmente estão mais suscetíveis a este vírus, uma vez que tendem a ter o sistema imunológico mais frágil e, por isso, os riscos de desenvolver complicações, como pneumonias bacterianas, são maiores. Assim, é indicado que estes indivíduos, e também profissionais de saúde, vacinem-se anualmente contra a gripe.


Prevenção:

Alimentação balanceada e saudável; ingestão de líquidos, preferencialmente não muito gelados; dormir pelo menos oito horas por dia; e prática regular de exercícios - medidas necessárias para manter-se saudável e com o sistema imunológico ativo, evitando incidências de gripes e uma gama de outras doenças. Além destas medidas, vale ressaltar:

• Sempre lavar as mãos com água e sabão;
• Evitar aglomerados humanos, principalmente se houver pessoas doentes nestes locais;
• Em surtos de gripe, utilizar máscaras quando seu uso for indicado pelas autoridades;
• Vacinar-se anualmente, caso pertença ao grupo de risco (idosos, imunocomprometidos, etc.).


Importante:

Está gripado? Repouso, ingestão abundante de líquidos e uma dieta equilibrada são essenciais. Em casos de febre, faça compressas frias. E lembre-se de que apenas o médico é capaz de indicar um remédio apropriado para esta situação. Não se automedique!
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:
A automedicação pode ter efeitos indesejados e imprevistos, pois o remédio errado não só não cura como pode piorar a saúde.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Gripe"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/gripe.htm. Acesso em 23 de setembro de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça 10 formas de prevenir-se de gripes e resfriados e entenda como os hábitos de higiene são importantes para evitar enfermidades.
Muitas dúvidas rondam a cabeça das pessoas quando o assunto é atividades físicas e a gripe. Clique aqui e descubra se essa combinação é saudável!
Conheça as principais características dos vírus, organismos que se destacam por não apresentarem célula nem metabolismo.
Você sabe como prevenir a gripe no ambiente escolar? Clique aqui e descubra como evitar o surgimento de surtos de gripe nas escolas com dicas bastante simples. Além disso, compreenda por que é tão importante dar atenção especial a esse ambiente e às pessoas que nele se encontram.
Clique aqui e descubra como se prevenir de doenças virais. Vamos dar dicas simples que podem ajudar bastante na prevenção de patologias causadas por vírus. Além disso, falaremos a respeito de algumas viroses, os principais sintomas das doenças causadas por vírus e como é feito o tratamento da maior parte dessas doenças.
Conheça algumas dicas para se prevenir da gripe H1N1 e evite a contaminação por essa doença!
Você sabe a diferença entre COVID-19, gripe e resfriado? Clique aqui e aprenda mais sobre essas doenças virais presentes no Brasil! Saiba o que são e seus sintomas!
Compreenda a diferença entre gripe e resfriado, conheça os principais sintomas e aprenda a se prevenir dessas doenças causadas por vírus.
Você sabia que existem doenças que ocorrem tanto em homens quanto em outros animais? Clique aqui e conheça algumas delas.
Breves informações sobre três doenças virais: gastrenterite rotaviral, gripe e hepatites.