Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Vacina da dengue

Vacina da dengue é a vacina que protege contra o vírus da dengue. No Brasil, já foram aprovadas duas vacinas da dengue, a Dengvaxia® e a Qdenga®.

Imagem aproximada da mão de um enfermeiro segurando um frasco contendo a vacina da dengue.
A vacina da dengue disponível no SUS é a Qdenga®, segunda vacina contra a dengue disponível no Brasil.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Vacina da dengue é a vacina que protege contra o vírus da dengue. Em 2015, foi aprovada no Brasil a primeira vacina contra a dengue, a Dengvaxia®, disponibilizada apenas em clínicas particulares. Em 2023, foi aprovada no Brasil a segunda vacina contra a dengue, a Qdenga®, incorporada ao SUS em 2024. A aplicação gratuita da vacina pelo sistema público de saúde do Brasil começou em fevereiro de 2024 e foi direcionada, a princípio, aos grupos mais suscetíveis da população.

Leia também: Dengue — detalhes sobre essa doença viral que é considerada um grave problema de saúde pública

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a vacina da dengue

  • Vacina da dengue é a vacina que protege contra o vírus da dengue.
  • A primeira vacina contra a dengue no Brasil, a Dengvaxia®, foi aprovada pela Anvisa em 2015 e está disponível apenas em clínicas particulares.
  • A segunda vacina contra a dengue no Brasil, a Qdenga®, foi aprovada pela Anvisa em 2023 e passou a ser oferecida pelo SUS em 2024.
  • A vacina da dengue protege contra os quatro sorotipos do vírus da dengue (DEN-1, DEN-2, DEN-3, DEN-4).
  • Com a Qdenga®, podem ser vacinadas pessoas de 4 a 60 anos de idade.
  • A vacinação contra a dengue para pessoas maiores de 60 anos ainda não é recomendada por falta de dados quanto à segurança e à eficácia da vacina para essa faixa etária.
  • A vacina é contraindicada para gestantes, para lactantes e para pessoas com sistema imunológico comprometido ou que possuem alergia a algum componente da fórmula.
  • A vacina é composta pelo vírus atenuado e é administrada de forma subcutânea.
  • Entre as possíveis reações da vacina, estão dor e vermelhidão no local da aplicação, dor muscular e febre.
  • A eficácia da vacina é comprovada por estudos clínicos.
  • Em fevereiro de 2024, iniciou-se a vacinação gratuita contra a dengue.

Origem da vacina da dengue

A Dengvaxia®, produzida pela empresa Sanofi Pasteur, foi a primeira vacina contra a dengue aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e disponibilizada no Brasil, em 2015. A vacina, que previne a dengue causada pelos sorotipos 1, 2, 3 e 4, só pode ser administrada em pessoas de 9 a 45 anos de idade que já tiveram dengue, além de ser disponibilizada apenas em clínicas particulares.

Em março de 2023, foi aprovada pela Anvisa a segunda vacina contra a dengue para aplicação no país, a Qdenga®, desenvolvida pelo laboratório japonês Takeda Pharma. A vacina foi oferecida apenas em clínicas particulares até janeiro de 2024, quando foi incorporada ao SUS (Sistema Único de Saúde). Com isso, a Qdenga® passou a integrar o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e passou a ser oferecida pelo sistema público a partir de fevereiro de 2024. A vacina também pode ser encontrada na rede privada, porém a farmacêutica emitiu nota informando que priorizará a demanda do Ministério da Saúde, limitando o fornecimento de vacinas na rede privada.

Tanto a Dengvaxia® quanto a Qdenga® são vacinas que protegem contra os quatro sorotipos do vírus da dengue (DEN-1, DEN-2, DEN-3, DEN-4) e são produzidas a partir do vírus atenuado, induzindo a resposta imunológica a todos eles. A Dengvaxia®, porém, só pode ser administrada em pessoas que já tiveram contato com o vírus da dengue, enquanto a Qdenga® pode ser aplicada tanto em pessoas que nunca tiveram dengue como em pessoas que já tiveram a doença.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para que serve a vacina da dengue?

A vacina da dengue serve para prevenir a infecção pelo vírus da dengue, transmitido principalmente pelo mosquito Aedes aegypti e pelo mosquito Aedes albopictus. Ela gera uma resposta imunológica aos quatro sorotipos do vírus da dengue (DEN-1, DEN-2, DEN-3, DEN-4) ao colocar o organismo em contato com o vírus atenuado, isto é, que é incapaz de desencadear a doença.

Imagem aproximada do mosquito da espécie Aedes aegypti, o principal transmissor do vírus da dengue.
O mosquito da espécie Aedes aegypti é o principal transmissor do vírus da dengue.

Ao induzir essa resposta imunológica, a vacina ajuda o sistema de defesa do corpo a reconhecer e a combater o vírus da dengue de forma mais eficiente. A proteção oferecida pela vacina pode reduzir significativamente o risco de contrair a doença ou, caso a pessoa vacinada seja exposta ao vírus, pode atenuar os sintomas e a gravidade da infecção.

É importante ressaltar que a dengue é causada por quatro sorotipos diferentes do vírus (DEN-1, DEN-2, DEN-3, DEN-4), e a infecção por um sorotipo não confere imunidade completa contra os outros. A vacina foi construída de forma a gerar resposta imune aos quatro sorotipos do vírus, portanto, ao ser vacinado, o indivíduo se torna imunizado contra todos os tipos de dengue.

Quem pode tomar a vacina da dengue?

A vacina da dengue disponibilizada pelo SUS, a Qdenga®, só pode ser tomada por pessoas entre 4 e 60 anos de idade. Podem ser vacinadas tanto pessoas que já tiveram dengue quanto pessoas que nunca entraram em contato com o vírus.

Contraindicações da vacina da dengue

A vacina é contraindicada para pessoas gestantes, para lactantes, para pessoas com o sistema imunológico comprometido ou que possuam alguma condição imunossupressora, além de pessoas que possuam alergia a algum componente da fórmula.

Vacina da dengue em idosos

Apesar do grupo dos idosos ser um dos mais vulneráveis à dengue, a vacinação de pessoas com mais de 60 anos com a vacina Qdenga®, disponibilizada pelo SUS, não foi autorizada. Isso acontece porque não há estudos suficientes que comprovem a eficácia e a segurança do medicamento para essa parcela da população.

Segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações, a recomendação para aplicação da vacina em pessoas acima de 60 anos deve ser encarada como uma indicação off label, terminologia usada quando o uso do medicamento não segue as indicações homologadas, cabendo ao médico a decisão respaldada por outras agências regulatórias, mas sem dados que atestem a segurança e a eficácia do medicamento.

Composição da vacina da dengue

A vacina Qdenga® foi desenvolvida a partir do sorotipo 2 do vírus da dengue, utilizando-o como o “esqueleto” genético. Nesse esqueleto, foram incorporadas proteínas estruturais dos sorotipos 1, 3 e 4 do vírus por meio da técnica denominada “DNA recombinante”. Essa abordagem permite a modificação genética do sorotipo 2 atenuado, que passa a conter em sua estrutura partes dos outros três sorotipos (1, 3 e 4). Dessa maneira, ao entrar em contato com a vacina, o organismo humano é exposto simultaneamente aos quatro sorotipos do vírus da dengue, desencadeando a produção de anticorpos para cada um deles. Para saber mais detalhes sobre como funciona as chamadas “vacinas de DNA”, clique aqui.

Administração da vacina da dengue

A vacina da dengue é aplicada de forma subcutânea. No caso da Qdenga®, essa aplicação ocorre em duas doses de 0,5 ml, com intervalo de 3 meses entre cada dose.

Quais são as reações da vacina da dengue?

A aplicação da vacina da dengue pode gerar algumas reações que variam de leve a moderada e que geralmente ocorrem nos dois primeiros dias após a aplicação da vacina. Entre as reações mais comuns, estão:

  • dor no local da aplicação;
  • dor de cabeça;
  • dor muscular;
  • vermelhidão no local da aplicação;
  • mal-estar;
  • fraqueza;
  • febre.

Eficácia da vacina da dengue

Durante os estudos de eficácia, a vacina Qdenga® demonstrou ser eficaz em 69,8% dos casos de infecção com o sorotipo 1, em 95,1% dos casos de infecção com o sorotipo 2 e em 48,9% dos casos com o sorotipo 3. A eficácia contra o sorotipo 4 não pôde ser avaliada porque o índice de infecções causadas por esse sorotipo foi insuficiente para elaboração dos dados durante o estudo.

A vacina Qdenga® também se demonstrou eficaz contra os casos de hospitalização em 84,1% dos casos, mostrando-se eficiente na proteção tanto de pessoas soropositivas (que já tiveram dengue) quanto de pessoas que nunca tiveram a doença.

Vacina da dengue em 2024 no Brasil

Em fevereiro de 2024, iniciou-se a vacinação contra a dengue pelo SUS, de forma gratuita, com uso da vacina Qdenga®. A princípio, a vacinação não será em larga escala, mas destinada a públicos e a regiões prioritárias, que apresentam altos índices de hospitalização pela dengue. O primeiro grupo a receber a vacina serão as crianças e os adolescentes entre 10 e 14 anos. Ao longo do ano de 2024, serão disponibilizadas pelo SUS cerca de 6,2 milhões de doses da vacina.

Fontes

CNN Brasil. Saiba quem pode tomar, quanto custa e contraindicações de vacina da dengue na rede particular. CNN Brasil, 06 fev. 2024. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/nacional/saiba-quem-pode-tomar-quanto-custa-e-contraindicacoes-de-vacina-da-dengue-na-rede-particular/.

FIOCRUZ. Fiocruz libera a vacina contra a dengue para o SUS após controle de qualidade. Fiocruz, 08 fev. 2024. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/noticia/2024/02/fiocruz-libera-vacina-contra-dengue-para-o-sus-apos-controle-de-qualidade.

FOLHA DE SÃO PAULO. Tire suas dúvidas sobre a vacina da dengue aplicada na rede particular e no SUS. Folha de São Paulo, 07 fev. 2024. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2024/02/tire-suas-duvidas-sobre-a-vacina-da-dengue-aplicada-na-rede-particular-e-no-sus.shtml.

SANTOS, E.; PEIXOTO R. Vacina contra dengue no SUS: saiba quem pode tomar a Qdenga e quando começa a campanha no Brasil. G1, 23 dez. 2023. Disponível em: https://g1.globo.com/saude/noticia/2023/12/23/vacina-contra-dengue-no-sus-saiba-quem-pode-tomar-a-qdenga-e-quando-comeca-a-campanha-no-brasil.ghtml.

SBIM. Vacinação contra dengue - perguntas e respostas mais frequentes. Sociedade Brasileira de Imunização, [s.d.]. Disponível em: https://sbim.org.br/images/files/notas-tecnicas/perguntas-respostas-qdenga-230714.pdf.

NATIONAL GEOGRAPHIC. Como funciona a Qdenga, vacina contra a dengue aprovada no Brasil? National Geographic, 28 jun. 2023. Disponível em: https://www.nationalgeographicbrasil.com/ciencia/2023/06/como-funciona-a-qdenga-vacina-contra-a-dengue-aprovada-no-brasil.

TAKEDA. Vacina QDENGA® (vacina dengue 1, 2, 3 e 4 (atenuada)), da Takeda é aprovada no Brasil para uso independentemente de exposição prévia à dengue. Takeda, 03 mar. 2023. Disponível em: https://www.takeda.com/pt-br/Newsroom/releases/2023/vacina-qdenga-vacina-dengue-1-2-3-e-4-atenuada-da-takeda-e-aprovada-no-brasil-para-uso-independentemente-de-exposicao-previa-a-dengue.

UNASUS. Anvisa registra a primeira vacina contra a dengue no Brasil. Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde, 28 dez. 2015. Disponível em: https://www.unasus.gov.br/noticia/anvisa-registra-primeira-vacina-contra-dengue-no-brasil.

Escritor do artigo
Escrito por: Nicole Fernanda Sozza Formada em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo. Desde 2021 atua na elaboração e revisão de conteúdos didáticos de Ciências e Biologia. Atualmente se dedica ao estudo de edição e preparação de textos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOZZA, Nicole Fernanda. "Vacina da dengue"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/vacina-contra-dengue.htm. Acesso em 23 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Aedes aegypti – O mosquito-da-dengue

Saiba mais sobre o <em>Aedes aegypti, </em>um mosquito responsável pela transmissão de várias doenças.
Animais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Saiba mais sobre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e seu papel na promoção da saúde da população brasileira.
Curiosidades

Chikungunya

Você sabe o que é chikungunya? Clique aqui e conheça mais sobre essa doença, uma virose que apresenta sintomas similares aos da dengue.
Doenças e patologias

Ciclo de vida do Aedes aegypti

Conheça o ciclo de vida do <em>Aedes aegypti, </em>um mosquito responsável pela transmissão de várias doenças.
Animais

Dengue

Aprenda um pouco mais sobre a dengue, uma doença viral que atualmente é considerada um grave problema de saúde pública no Brasil.
Doenças e patologias

Febre Zika

Saiba mais sobre a febre Zika, uma doença transmitida pelos mosquitos do gênero <i>Aedes</i>.
Doenças e patologias

Importância da vacinação

Conheça a importância da vacinação e entenda melhor como o organismo consegue prevenir-se de doenças pela utilização de vacinas.
Saúde na escola

Mosquito-da-dengue transgênico

Entenda mais sobre o mosquito-da-dengue transgênico e como ele pode ajudar na diminuição dos casos de dengue.
Biologia

Vacinas

As vacinas são substâncias que salvam milhares de vidas todos os anos. Entenda o que são vacinas, como elas são feitas e a importância da vacinação.
Saúde e Bem-estar

Vacinas de DNA

Saiba no que consiste as vacinas de DNA e quais são suas vantagens e desvantagens.
Biologia