Topo
pesquisar

Influenza A (H3N2)

Biologia

Influenza A (H3N2) é um tipo de vírus da gripe relacionado com os casos graves da doença. Assim como no caso da H1N1, a vacina contra a gripe protege contra esse vírus.
O vírus influenza A (H3N2) é responsável por uma forma grave da doença
O vírus influenza A (H3N2) é responsável por uma forma grave da doença
PUBLICIDADE

A gripe é uma doença viral aguda bastante comum que afeta milhares de pessoas anualmente. Somente nos Estados Unidos, cerca de 20 a 40 mil pessoas morrem anualmente em decorrência dessa doença. De uma maneira geral, ela é autolimitada, entretanto, podem ser observados casos graves dessa doença, como a gripe causada pelo influenza A (H3N2).

Influenza

Como sabemos, a gripe é causada por um vírus chamado de influenza, que apresenta mais de um tipo. O influenza é um vírus de RNA que se caracteriza por sofrer variações constantemente e ter uma grande capacidade de adaptação. Podemos classificá-lo em três tipos básicos: A, B e C.

Influenza A e B são os tipos responsáveis por epidemias, e o tipo A é o causador das grandes pandemias e infecções graves com necessidade de interação ou complicação fatal. O tipo C, por sua vez, não está relacionado com epidemias e geralmente leva a infecções brandas.

Influenza A

O influenza A é o tipo que apresenta maior variabilidade, podendo ser dividido em subtipos. Os subtipos diferenciam-se por suas glicoproteínas encontradas na superfície, que são denominadas de hemaglutinina (H) e neuraminidase (N). No total, existem 15 tipos de hemaglutinina e nove de neuraminidase, entretanto, as mais conhecidas são as hemaglutininas H1, H2 e H3 e duas neuraminidases as N1 e N2.

Influenza A (H3N2)

O H3N2 é um tipo de influenza do tipo A, de origem humana, que apresenta antígenos de superfície H3 e N2. Esse é um tipo de vírus que sofre constantes mutações em sua glicoproteína da hemaglutinina, o que afeta a ação dos anticorpos humanos contra a doença.

Esse vírus ganhou destaque após causar várias mortes nos Estados Unidos no início do inverno de 2018. Nesse país, houve o predomínio da circulação do vírus influenza A (H3N2), que foi associado a um maior número de internações e mortes em decorrência da infecção. A ocorrência de óbito deu-se especialmente entre idosos, crianças e doentes crônicos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No Informe Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, que compreende as semanas epidemiológicas (SE) de 1 a 13 de 2018, há o relato de 28 mortes decorrentes do vírus influenza, sendo dez delas causadas pelo influenza A (H3N2). Esses dados acendem o alerta em relação a esse subtipo, que ocasionou várias mortes nos Estados Unidos.

Vacina contra gripe

A vacina contra a gripe disponível no Brasil é produzida a partir do vírus morto, sendo chamada, portanto, de inativada. As vacinas disponíveis atualmente em nosso país protegem contra a cepa A (H1N1), cepa A (H3N2) e cepa B (linhagem Yamagata ou Victoria). Existem ainda vacinas quadrivalentes que, além dos tipos de influenza A, protegem contra os dois tipos de influenza B.

Formas de evitar o contágio

A gripe geralmente causa febre, dores de cabeça, tosse seca, fadiga, dores musculares, dor de garganta e calafrios. Em casos graves, pode levar a complicações que podem ser fatais e, por isso, deve ser prevenida. Entre as formas de prevenção, podemos destacar:

  • Vacinação;

  • Lavar sempre as mãos com água e sabão, principalmente antes das refeições;

  • Sempre cobrir boca e nariz ao tossir e espirrar;

  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e garrafas;

  • Evitar ambientes com grandes aglomerações;

  • Manter ambientes ventilados;

  • Evitar contato com doente;

  • Adotar hábitos de alimentação saudáveis.


Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Influenza A (H3N2)"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/biologia/influenza-h3n2.htm>. Acesso em 13 de dezembro de 2018.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola