Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Retrovírus

Retrovírus é o nome dado a um grupo de vírus que têm RNA como material genético e possuem transcriptase reversa, uma enzima que transcreve RNA em DNA.

Ilustração 3D do vírus HIV, um exemplo de retrovírus.
O HIV é um dos retrovírus mais conhecidos no mundo.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Retrovírus são vírus que possuem RNA como material genético e apresentam uma enzima denominada transcriptase reversa, a qual é capaz de transcrever um molde de RNA em DNA. Além disso, os retrovírus destacam-se por serem vírus envelopados. O exemplo mais conhecido de retrovírus é o HIV, responsável por provocar a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida.

Leia também: O que são adenovírus e o que podem causar?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre retrovírus

  • Retrovírus são vírus que possuem transcriptase reversa.

  • O material genético dos retrovírus é RNA.

  • A transcriptase reversa transcreve um molde de RNA em DNA.

  • A enzima é denominada transcriptase reversa pois o fluxo de informação ocorre em direção oposta à normal.

  • O HIV é o retrovírus mais conhecido.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é retrovírus?

Retrovírus são vírus que possuem um material genético constituído por RNA e a presença da enzima transcriptase reversa. Essa enzima é capaz de transformar o RNA do vírus em um DNA complementar, o qual será incorporado ao DNA da célula hospedeira.

É importante destacar que a transcriptase reversa estabelece um fluxo de informações do RNA para o DNA, o que é o oposto da direção normal que ocorre na transcrição. Daí o motivo de a enzima presente nesses vírus ser denominada reversa.

Outra característica observada nos chamados retrovírus é o fato de eles serem envelopados. O envelope é uma membrana externa derivada da membrana plasmática da célula hospedeira, entretanto grande parte das moléculas presentes nessa membrana são codificadas pelos genes do vírus.

 Ilustração da estrutura de um retrovírus.
Os retrovírus possuem material genético constituído por RNA e apresentam a enzima transcriptase reversa.

Como os retrovírus se replicam?

A seguir, descreveremos a replicação do vírus HIV para explicar um ciclo reprodutivo típico dos retrovírus. Inicialmente, o vírus se fusiona com a membrana da célula hospedeira. O retrovírus então libera no citoplasma RNA e proteínas virais, além da transcriptase reversa. A enzima será responsável por catalisar a síntese de uma fita de DNA complementar (cDNA) ao RNA viral.

Ilustração do ciclo de replicação do retrovírus.
Observe no ciclo o papel da transcriptase reversa no processo de formação de um novo retrovírus.

O DNA viral recém-sintetizado entrará no núcleo da célula hospedeira e se ligará ao DNA cromossômico da célula. O DNA viral integrado, o qual recebe o nome de provírus, permanecerá no genoma do hospedeiro. Os genes do provírus serão transcritos em moléculas de RNA, as quais poderão atuar como RNAm na síntese de proteínas virais e também como genoma para os novos vírus que serão formados.

Veja também: Como se prevenir de doenças virais?

Retrovírus e HIV

O HIV, vírus da imunodeficiência humana, é um dos retrovírus mais conhecidos em todo o mundo. Esse vírus afeta células específicas do nosso sistema imunológico, os chamados linfócitos T-CD4+, e é responsável por desencadear uma síndrome conhecida como aids (sigla em inglês para a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida).

A aids destaca-se por ser uma doença que provoca o enfraquecimento do nosso sistema imunológico, tornando o indivíduo mais suscetível a doenças oportunistas. Vale destacar que ser portador de HIV não é a mesma coisa que ter aids. Um indivíduo pode viver por muitos anos com o vírus sem desenvolver a síndrome. Dizemos que uma pessoa está com aids apenas no momento em que ela atinge o estágio mais avançado da infecção pelo HIV.

Pessoas com HIV podem contar atualmente com medicamentos que melhoram sua qualidade de vida e até mesmo reduzem o risco de transmissão do vírus para outras pessoas. O tratamento é chamado comumente de terapia antirretroviral e pode ser conseguido gratuitamente pelo Sistema Unido de Saúde (SUS).

É importante destacar que o vírus HIV é transmitido por meio da troca de fluidos corporais, como sêmen, secreções vaginais, sangue e leite materno. Uma das principais formas de prevenção é a utilização de preservativos em todas as relações sexuais. É também fundamental salientar que abraçar e beijar pessoas com HIV não são consideradas formas de transmissão.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Escritor do artigo
Escrito por: Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Retrovírus"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/retrovirus.htm. Acesso em 20 de abril de 2024.

De estudante para estudante