Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Camelo

Animais

PUBLICIDADE

Camelos são animais mamíferos pertencentes à família Camelidae e ao gênero Camelus. São animais de grande porte que podem passar longos períodos sem se alimentar e ingerir água. Contam com duas corcovas, que são reservas de gordura e os auxiliam na época de escassez de alimento. Esses animais são encontrados em algumas regiões da Ásia, e, nos últimos anos, sua distribuição geográfica tem diminuído.

Leia mais: Leopardos – animais carnívoros encontrados na África e Ásia

Taxonomia dos camelos

Os camelos são animais mamíferos pertencentes à família Camelidae e ao gênero Camelus. Os camelos selvagens e domésticos são considerados espécies distintas, sendo aqueles pertencentes à espécie Camelus ferus, e estes, à espécie Camelus bactrianus. Veja a classificação taxonômica completa das duas espécies de camelo:

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Mammalia

Ordem: Cetartiodactyla

Família: Camelidae

Gênero: Camelus

Espécies: Camelus ferus e Camelus bactrianus

Características gerais dos camelos

Os camelos são animais que apresentam duas corcovas formadas por tecido adiposo, sendo essa uma das características mais marcantes desses animais. Têm corpo repleto por pelos, de coloração marrom-escura ou cinza. Os camelos possuem uma maior quantidade de pelos na região da corcova, pescoço, cabeça, pernas dianteiras e cauda. Esses pelos caem quando se verifica o aumento da temperatura.

Os camelos são mamíferos de grande porte que possuem longos pelos.
Os camelos são mamíferos de grande porte que possuem longos pelos.

Vale destacar que os camelos estão adaptados a viver em locais onde a temperatura pode aumentar consideravelmente, possuindo algumas adaptações que os permitem viver nessas regiões. Os camelos têm, por exemplo, poucas glândulas sudoríparas, o que faz com que eles tenham uma baixa taxa de transpiração. Eles são capazes de tolerar um aumento de temperatura interna de cerca de seis graus antes de começarem a transpirar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os camelos possuem cílios longos, que ajudam a proteger os seus olhos da areia e da poeira. Por serem encontrados em regiões de deserto, estão sujeitos frequentemente a ventos fortes que podem lançar areia em sua direção. Além dos cílios, esses animais são capazes de fechar a narina para se protegerem dessas situações. 

Não podemos deixar de falar que os camelos são animais ruminantes, ou seja, têm um estômago formado por quatro câmeras. Durante o processo de digestão, o alimento é engolido e retorna, posteriormente, à boca. Os camelos são, normalmente, considerados herbívoros, porém alguns autores salientam que eles podem se alimentar de peixes e outros animais quando a vegetação está escassa.

Os camelos são animais de grande porte, podendo atingir mais de dois metros de altura. O comprimento da cabeça e do corpo é de 2,25 m a 3,45 m, enquanto a cauda apresenta comprimento de 0,35 m a 0,55 m. Os camelos adultos podem atingir mais de 600 kg, sendo os machos maiores que as fêmeas.

Os camelos selvagens ocorrem, geralmente, em bandos, apesar de serem avistados também sozinhos. Os bandos possuem, normalmente, de 6 a 20 membros. Os grupos são formados por um macho alfa, fêmeas adultas e seus filhotes. Os machos, após atingirem a maturidade sexual, são afastados do grupo pelo macho dominante e se juntam a outros grupos de machos. Esses animais não são territoriais.

Leia mais: Digestão dos ruminantes – ocorre por um mecanismo particular, diferenciado dos demais animais

Alimentação e hidratação do camelo

Os camelos vivem em regiões em que frequentemente observa-se a escassez de água e alimentos. Para sobreviver nesses locais, eles contam com uma série de adaptações. Esses animais se alimentam, geralmente, de vegetais, retirando, além de nutrientes, água de que necessitam para sobreviver. Além disso, são capazes de beber a água salobra do deserto, a qual apresenta um teor de sal maior que a água presente no mar.

A presença de corcovas é também uma adaptação importante ao ambiente em que vivem. Muitas pessoas acreditam que elas são formadas por água, mas, na realidade, são grandes depósitos de gordura. Os camelos utilizam essas reservas quando passam por situação de falta de alimento. Uma forma de avaliar o grau de nutrição desses animais é olhar as suas corcovas. Corcovas firmes e eretas indicam que o animal está bem nutrido, enquanto as corcovas inclinadas e pequenas indicam que os camelos podem estar passando por situações de escassez de comida.

Leia também: Rinocerontes – mamíferos herbívoros encontrados na África e Ásia

Reprodução dos camelos

Os camelos machos acasalam-se com mais de uma fêmea, sendo o sistema de acasalamento polígamo. Esses animais vivem em grupos formados por um macho alfa, várias fêmeas e seus filhotes. O macho alfa acasala-se com qualquer fêmea do rebanho e também defende as fêmeas de outros machos errantes. Para afastar outros machos, os camelos tendem a morder, cuspir, bufar e lutar.

As fêmeas dão à luz a, geralmente, um filhote após uma gestação de 360 a 440 dias. Eles nascem pesando cerca de 37 kg. Os camelos são desmamados entre o primeiro e segundo ano de idade. Os filhotes permanecem com a mãe até a idade de três a cinco anos, separando-se completamente quando atingem sua maturidade sexual. A maturidade completa ocorre, geralmente, aos cinco anos. Os camelos podem viver cerca de 50 anos.

Diferença entre dromedários e camelos

Apesar de parecidos com camelos, os dromedários possuem apenas uma corcova.
Apesar de parecidos com camelos, os dromedários possuem apenas uma corcova.

Dromedários e camelos são animais que pertencem à mesma família e ao mesmo gênero, sendo o dromedário pertencente à espécie Camelus dromedarius. A principal diferença entre dromedários e camelos é que, enquanto o camelo possui duas corcovas, o dromedário possui apenas uma. Além disso, os camelos ocorrem na Ásia e os dromedários ocorrem no Oriente Médio, Índia e África.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Camelo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/camelo.htm. Acesso em 02 de dezembro de 2021.

Artigos Relacionados
Clique aqui e conheça mais sobre os animais herbívoros. Neste texto falaremos sobre as adaptações para a herbivoria e conheceremos exemplos desses animais.
Clique aqui e amplie seus conhecimentos sobre desertos. Você sabia que o maior deserto do mundo é frio? Entenda como essas paisagens se formam e suas características.
Etapas, órgãos e organismos vivos envolvidos no processo de digestão destes animais herbívoros.
Conheça as principais características dos mamíferos. Leia a respeito da sua reprodução. Descubra como esses animais podem ser classificados.
Conheça mais sobre os países asiáticos. Descubra quantos e quais são, bem como suas respectivas capitais. Aprenda sobre as regiões da Ásia e veja curiosidades.
Clique aqui e aprenda mais sobre o tecido adiposo, que é rico em lipídios. Neste texto conheceremos as características, os tipos e a função desse tecido!