Topo
pesquisar

Entalpia-Padrão

Química

A entalpia-padrão é a variação de entalpia da formação de 1 mol de um produto por meio de seus elementos constituintes (substâncias simples), todos em seus estados-padrão.
O grafite e o diamante são formas alotrópicas do carbono. Como o grafite é o mais comum, adotou-se que sua entalpia-padrão é igual a zero
O grafite e o diamante são formas alotrópicas do carbono. Como o grafite é o mais comum, adotou-se que sua entalpia-padrão é igual a zero
PUBLICIDADE

Existem vários fatores que podem alterar a variação da entalpia de um processo, tais como a temperatura, a pressão, o estado físico, o número de mol e a variedade alotrópica do composto. Por exemplo, abaixo temos três reações de formação do dióxido de carbono, nas mesmas condições de temperatura e pressão. Porém, em cada um foi utilizada uma quantidade de matéria para os reagentes. Em razão disso, a variação da entalpia de cada reação deu um valor diferente:

C(grafite) + O2(g) → CO2(g)                    ∆H = -393 kJ (25ºC, 1 atm)

½ C(grafite) + ½ O2(g) → ½ CO2(g)        ∆H = -196,5 kJ (25ºC, 1 atm)

2 C(grafite) + 2 O2(g) → 2 CO2(g)           ∆H = -786 kJ (25ºC, 1 atm)

No entanto, quando o valor da variação da entalpia é medido para 1 mol de substância em condições padrão (quando a substância está na sua forma alotrópica mais estável, a temperatura de 25ºC e sob pressão de 1 atm), ele é denominado entalpia-padrão.

Se todos os reagentes e produtos estiverem no estado padrão, a variação da entalpia será indicada pelo seguinte símbolo ∆H0, lembrando que a variação da entalpia é dada por: ∆H = HPRODUTOS – HREAGENTES.

A entalpia-padrão é importante porque ela serve como padrão de referência. Por exemplo, adotou-se que para todas as substâncias simples nas condições-padrão o valor da entalpia é igual a zero.

Por exemplo, o gás hidrogênio (H2), a 25 ºC, sob 1 atm, no estado gasoso H0= 0. Se ele estiver em qualquer outra condição, a sua entalpia será H0≠ 0.

Quando a substância simples apresenta variedades alotrópicas, o valor H0= 0 será atribuído à variedade alotrópica mais comum. Por exemplo, o oxigênio possui duas formas alotrópicas, a de gás oxigênio (O2) e a de ozônio (O3), o gás oxigênio é o mais comum, portanto, ele possui H0= 0 e o ozônio apresenta H0≠ 0.

Veja mais três exemplos:

  • Carbono:
    O Cgrafite possui H0= 0 e o Cdiamante apresenta H0≠ 0.
  • Fósforo:
    O fósforo branco possui H0= 0 e o fósforo vermelho apresenta H0≠ 0.
  • Enxofre:
    O enxofre rômbico possui H0= 0 e o enxofre monoclínico apresenta H0≠ 0.

Entre o enxofre rômbico e o monoclínico, o primeiro é o mais estável

Sabendo disso, é possível determinar a entalpia de substâncias que não sejam simples, mas que sejam formadas por substâncias simples. Por exemplo, considere a seguinte reação:

Sn(s) + O2(g) → SnO2(s)                    ∆H = -580 kJ (25ºC, 1 atm)

Podemos calcular a entalpia de SnO2(s) (HSnO2) nessa reação, pois sabemos que as entalpias dos dois reagentes é igual a zero, pois são substâncias simples:

∆H = HPRODUTOS – HREAGENTES
∆H = HSnO2 – (HSn + HO2)
-580 kJ = HSnO2 – 0
HSnO2= - 580 kJ

O valor deu negativo porque a sua entalpia é menor que a entalpia dos reagentes e não porque o seu conteúdo de energia é negativo, pois isso não seria possível.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Entalpia-Padrão"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/entalpia-padrao.htm>. Acesso em 16 de dezembro de 2017.

Questão 1

Considere a seguinte reação:

6 C(grafite) + 3 H2(g) → C6H6(l) ΔH0formação= + 83 kJ/mol de C6H6(l)

Determine a entalpia do benzeno (C6H6):

a) zero.

b) 83 kJ/mol.

c) 112 kJ/mol.

d) 166 kJ/mol.

e) 498 kJ/mol.

Ver resposta
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA