Topo
pesquisar

Condoreirismo

Literatura

PUBLICIDADE

A poesia brasileira passa por um período de transição nas décadas de 60 e 70 do século XIX, surgem novidades na forma e no conteúdo, a poesia se volta para os problemas sociais e trata o tema amoroso sob nova perspectiva.

O exemplo a ser seguido é o poeta francês Victor Hugo, que encontrou no Brasil vários adeptos, como Castro Alves, Pedro Luís, Pedro Calasãs e Sousândrade.

Essa geração de poetas com preocupações sociais tomam como símbolo o condor – ave de vôo alto capaz de enxergar à distância – daí o nome Condoreirismo que também é conhecido como “geração hugoana” – referência à Victor Hugo.

No Brasil, o Condoreirismo assumiu feições abolicionistas e republicanas, voltando a atenção para os escravos.

A poesia lírica amorosa representa um avanço decisivo na tradição poética brasileira, pois abandona o amor convencional e abstrato dos clássicos e o cheio de culpa e medo dos românticos.

Por Marina Cabral
Equipe Brasil Escola.com

Literatura - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PERCíLIA, Eliene. "Condoreirismo"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/literatura/condoreirismo.htm>. Acesso em 25 de julho de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA