Topo
pesquisar

Tecido Epitelial

Biologia

PUBLICIDADE

O tecido epitelial, denominado epitélio, é formado por um conjunto de células semelhantes e justapostas, ou seja, uma camada de células coesas entre si, revestindo externamente a estrutura corporal de muitos vertebrados (por exemplo, do ser humano), realizando também a delimitação das cavidades internas, bem como formação dos órgãos e glândulas.

Esse tipo de epitélio normalmente possui uma de suas superfícies em contato com o tecido conjuntivo, intermediado pela lâmina basal, fornecendo, além de suporte (pois se instala sobre as glicoproteínas), também a nutrição, já que não possui vasos sanguíneos.

Sua classificação pode variar de acordo com a morfologia das células, a estratificação e as especializações.

Forma da célula

Nome

Característica

Epitélio Pavimentoso

Células achatadas

Epitélio Cúbico

Células cúbicas

Epitélio Prismático

Células prismáticas

Epitélio de Transição

Células com formato variável

Estratificação (número e aparência das camadas celulares)

Nome

Característica

Epitélio Simples

Constituído por uma única camada de células

Epitélio estratificado

Constituído por mais de uma camada de células

Epitélio Pseudoestratificado

Constituído por uma única camada de células de diferentes tamanhos

Especializações

Nome

Característica

Presença de cílios

Finíssimas projeções na superfície apical de algumas células: da tuba uterina e da traqueia

Presença de uma delgada camada queratinizada

Proteínas que conferem propriedade impermeabilizante

Da combinação dessas características, temos os seguintes tipos de tecidos:

- Epitélio pavimentoso dos alvéolos pulmonares, proporcionando a hematose do sangue, permitindo a passagem de oxigênio para as hemácias;
- Epitélio cúbico simples dos rins, com função de absorção e secreção;
- Epitélio cilíndrico simples do intestino delgado, efetuando a absorção do alimento digerido;
- Epitélio estratificado pavimentoso, exercendo a função de proteção revestindo todo o nosso corpo (a epiderme);
- Epitélio cilíndrico pseudoestratificado e ciliado da traqueia e brônquios, desempenhando função de proteção, remoção e eliminação de impurezas na via respiratória;
- Epitélio de transição da bexiga, com função de distensão e retração (propriedade elástica) de acordo com o teor de urina armazenada.

Curiosidade: a epiderme, juntamente com a derme, forma o maior órgão do corpo humano (a pele), com proporção média igual a 2m2 de área. A proximidade e a adesão entre suas células, em consequência às junções comunicantes, e mesmo pela presença de queratina, estabelecem o primeiro bloqueio fisiológico contra agentes patogênicos (que causam doenças).

- Epitélio glandular: tecido especializado na síntese de secreções (hormônios, enzimas digestivas e substâncias como: suor, lágrimas, gametas e leite). Podem ser endócrinas, exócrinas ou mistas.

Glândulas Endócrinas → hipófise, tireoide e a suprarrenal;
Glândulas Exócrinas → sudoríparas, sebáceas e salivares;
Glândulas Mista (anfícrina) → pâncreas, fígado e as gônadas.

Por Krukemberghe Fonseca
Graduado em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIBEIRO, Krukemberghe Divino Kirk Da Fonseca. "Tecido Epitelial"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/tecido-epitelial.htm>. Acesso em 28 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA