Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Reações de sulfonação em alcanos

Química

Nas reações de sulfonação, ocorre a formação de ácidos sulfônicos e água a partir de um alcano e ácido sulfúrico.
PUBLICIDADE

Reações de sulfonação em alcanos são reações orgânicas de substituição, realizadas com o objetivo de produzir ácidos sulfônicos (compostos orgânicos que apresentam o grupo SO3H ligado a um átomo de carbono ou a uma cadeia carbônica) e água (H2O).

Fórmula estrutural de um ácido sulfônico
Fórmula estrutural de um ácido sulfônico

Para a realização de uma reação de sulfonação em alcanos, devemos misturar um alcano (composto formado por uma cadeia carbônica saturada com apenas átomos de carbono e hidrogênio) e o ácido sulfúrico (H2SO4) concentrado, submetidos a aquecimento (∆).

Equação química representando a sulfonação de um alcano de dois carbonos
Equação química representando a sulfonação de um alcano de dois carbonos

Princípios da reação de sulfonação em alcanos

Como a reação de sulfonação em alcano é uma reação de substituição, temos nela uma troca entre componentes de menor eletronegatividade dos reagentes, ou seja, entre o alcano e o ácido sulfúrico. O alcano apresenta o hidrogênio, e o ácido sulfúrico, o grupo sulfônico.

Abaixo, temos o passo a passo do mecanismo de uma reação de sulfonação em alcanos. Para exemplificar, utilizaremos o alcano mais simples, o metano (CH4):

Fórmula estrutural do metano
Fórmula estrutural do metano

  • 1º Passo: Rompimento da ligação entre a hidroxila (OH) e o enxofre (S) no ácido sulfúrico.

Cada grupo hidroxila presente no ácido sulfúrico tem por característica ser mais eletronegativo. Com o aquecimento durante a reação, a tendência é que a ligação entre o grupo hidroxila e o enxofre seja rompida:

Rompimento da ligação entre o enxofre e a hidroxila
Rompimento da ligação entre o enxofre e a hidroxila

No entanto, não ocorre o rompimento da ligação de todas as hidroxilas por causa do rearranjo eletrônico na estrutura. Obtém-se, então, um ânion hidróxido (OH-) e um cátion sulfônico.

  • 2º Passo: Ataque do grupo hidroxila à molécula do alcano.

Em seguida, o grupo hidróxido (OH-) realiza um ataque ao alcano, fazendo com que a ligação entre carbono e hidrogênio (que é mais frágil por causa da diferença de eletronegatividade entre eles) seja rompida.

Rompimento da ligação entre o carbono e o hidrogênio no alcano
Rompimento da ligação entre o carbono e o hidrogênio no alcano

Obs.: O rompimento da ligação entre o carbono e o hidrogênio sempre ocorrerá com maior freqüência no carbono de menor densidade eletrônica ou carga. Quanto menos hidrogênios o carbono tiver, ou quanto mais grupos ligados a ele, menor sua densidade eletrônica. Assim, temos:

Carbono terciário < Carbono secundário < Carbono primário

Após o rompimento da ligação, o alcano passa a apresentar um carbono deficiente em elétrons (carbocátion). Já o grupo hidróxido (OH-) interage com o hidrogênio liberado e forma uma molécula de água.

  • 3º Passo: Ataque do radical formado ao grupo sulfônico.

Por fim, o grupo sulfônico é atacado pelo restante do alcano, formando um ácido sulfônico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Estruturas que interagem e formam o ácido sulfônico
Estruturas que interagem e formam o ácido sulfônico

Exemplos de equações que representam reações de sulfonação em alcanos

1º Exemplo: Sulfonação do propano.

Fórmula estrutural do propano
Fórmula estrutural do propano

O propano apresenta dois carbonos primários e um carbono secundário, os quais apresentam cargas diferentes por estarem ligados a quantidades diferentes de hidrogênios. Como o carbono é mais eletronegativo que o hidrogênio, esses carbonos apresentam densidades eletrônicas diferentes.

Distribuição das cargas em cada átomo de carbono do propano
Distribuição das cargas em cada átomo de carbono do propano

Nos carbonos primários, a carga é igual a -3 (por estar ligado a três hidrogênios), e, no carbono secundário, a carga é igual a -2 (por estar ligado a dois hidrogênios). Assim, haverá o rompimento da ligação entre carbono e hidrogênio ora no carbono 1 (de uma molécula), ora no carbono 2 (de outra molécula).

Rompimento da ligação entre carbono e hidrogênio em carbonos diferentes
Rompimento da ligação entre carbono e hidrogênio em carbonos diferentes

Após os rompimentos entre as ligações, tanto no ácido sulfúrico quanto no alcano, há a formação dos produtos com a substituição do hidrogênio no carbono 1 por grupo sulfônico, e o mesmo ocorre no carbono 2.

Produtos formados a partir da sulfonação do propano
Produtos formados a partir da sulfonação do propano

  • 2º Exemplo : Sulfonação do 2-metil-butano.

Fórmula estrutural do 2-metil-butano
Fórmula estrutural do 2-metil-butano

O 2-metil-butano apresenta três carbonos primários, um carbono secundário e um carbono terciário, os quais apresentam cargas diferentes e, consequentemente, densidades eletrônicas diferentes, como podemos observar na estrutura a seguir:

Distribuição das cargas eletrônicas no 2-metil-butano
Distribuição das cargas eletrônicas no 2-metil-butano

Por isso, há no 2-metil-butano várias possibilidades de rompimento da ligação entre carbono e hidrogênio, que pode ocorrer no carbono 1 (de uma molécula), no carbono 2 (de outra molécula), no carbono 3 ou no carbono 4. Porém, vale ressaltar que o rompimento no carbono de número 2 é mais comum.

Rompimento da ligação entre carbono e hidrogênio em carbonos diferentes
Rompimento da ligação entre carbono e hidrogênio em carbonos diferentes

Após os rompimentos entre as ligações, tanto no ácido sulfúrico quanto no alcano, ocorre a formação dos produtos com a substituição do hidrogênio no carbono 1 por um grupo sulfônico, e o mesmo acontece no carbono 2.

Produtos formados a partir da sulfonação do 2-metil-butano
Produtos formados a partir da sulfonação do 2-metil-butano


Por Me. Diogo Lopes Dias

O ácido sulfúrico é um importante reagente na reação de sulfonação em alcanos
O ácido sulfúrico é um importante reagente na reação de sulfonação em alcanos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Reações de sulfonação em alcanos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/reacoes-sulfonacao-alcanos.htm. Acesso em 24 de junho de 2021.

Artigos Relacionados
Aprenda a classificar este elemento em uma cadeia.
Clique e confira dicas fundamentais sobre reações orgânicas para resolver qualquer questão que envolva esse assunto!
Estude sobre as reações orgânicas de substituição por nitração por meio deste texto.
Nas reações de substituição de haletos orgânicos, o grupo haleto é substituído por diferentes grupos funcionais, resultando em inúmeras funções orgânicas.
Veja nesse texto: o que são reações de sulfonação, como elas ocorrem em alcanos e aromáticos e exemplos de seu uso no cotidiano.
Conheça a montagem e os produtos formados em reações de substituição em alcanos.
Conheça três tipos de reações que ocorrem com anel benzeno.
Conheça as reações de substituição no benzeno e veja como montar as equações referentes a esses processos.
Saiba mais sobre as reações de adição, eliminação e substituição.