Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Período Homérico

Período Homérico foi um período da Grécia Antiga marcado pelo surgimento das primeiras obras literárias da cultura grega e pela ocorrência de transformações significativas.

Busto do poeta Homero, cujas obras atribuídas a ele marcaram o Período Homérico, um dos períodos da Grécia Antiga.
No Período Homérico, ocorreu o surgimento das primeiras obras literárias da cultura grega, atribuídas a Homero: Ilíada e Odisseia.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O Período Homérico foi o segundo período da história da Grécia Antiga, marcado pelo surgimento das primeiras obras literárias da cultura grega, atribuídas a Homero, como a Ilíada e a Odisseia. Durante esse período, a sociedade grega passou por transformações significativas, com uma economia agrária e uma estrutura social hierárquica, em que a aristocracia detinha o poder político e econômico. A educação era predominantemente transmitida oralmente, com ênfase na formação militar e cultural.

Leia também: Grécia Antiga — detalhes sobre toda a história de uma das civilizações mais influentes do mundo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o Período Homérico

  • O Período Homérico foi o segundo período da história da Grécia Antiga.
  • Esse período é caracterizado pela composição de obras épicas de Homero, como a Ilíada e a Odisseia.
  • No Período Homérico, a economia era agrária, baseada na produção de alimentos e na ausência de moeda; a sociedade era hierárquica, com uma aristocracia dominante e valores centrados na honra pessoal; e a educação era transmitida oralmente, com ênfase na formação militar e cultural.
  • Os principais acontecimentos do Período Homérico incluem a Guerra de Troia, retratada na Ilíada, a jornada de Odisseu na Odisseia e o ressurgimento da escrita e da compilação dos relatos em forma de poema atribuídos a Homero.
  • Os períodos da Grécia Antiga são: Pré-Homérico, Homérico, Arcaico, Clássico e Helenístico.

Videoaula sobre o Período Homérico

O que foi o Período Homérico?

O Período Homérico foi o segundo período da história da Grécia Antiga, marcado pelo surgimento das primeiras obras literárias da cultura grega. Esse período é tradicionalmente associado à figura de Homero, um poeta épico cujas obras, a Ilíada e a Odisseia, são consideradas os pilares da literatura grega e ocidental. O Período Homérico é caracterizado por uma sociedade pré-política e por uma economia agrária, em que os valores culturais e sociais são fundamentados na tradição oral e na honra pessoal.

Quais são as características do Período Homérico?

→ Economia do Período Homérico

A economia do Período Homérico era predominantemente agrária e baseada na subsistência. A principal atividade econômica era a agricultura, por meio da qual os camponeses cultivavam terras para produzir alimentos, principalmente grãos como trigo, cevada e legumes. A criação de animais também desempenhava um papel importante na economia, fornecendo carne, leite, lã e outros produtos. O comércio era incipiente e geralmente limitado a trocas locais entre comunidades vizinhas. A utilização de moeda ainda não era comum, e as transações comerciais eram realizadas por meio de trocas diretas de produtos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

→ Sociedade do Período Homérico

A sociedade no Período Homérico era organizada de forma hierárquica, com uma clara divisão entre nobres (aristocracia) e camponeses. A aristocracia, composta por guerreiros e líderes tribais, detinha o poder político e econômico, controlando grandes extensões de terra e exercendo autoridade sobre as comunidades locais. A família desempenhava um papel central na estrutura social, sendo considerada a unidade básica da sociedade. A honra pessoal era um valor fundamental, e a reputação de um indivíduo era determinada por sua coragem, generosidade e habilidade como guerreiro.

As decisões eram tomadas em assembleias de guerreiros, e as alianças eram frequentemente estabelecidas por meio de casamentos estratégicos. A atividade central da sociedade era a guerra, com um predomínio do individualismo e da ideia de “Guerra de Heróis”, um modelo no qual o guerreiro lutava em busca de glórias pessoais e para sua família, diferente do modelo posterior, no qual o guerreiro lutava em nome da pólis.

→ Educação do Período Homérico

A educação no Período Homérico era principalmente transmitida de forma oral, por meio da tradição e da prática. Os jovens nobres recebiam instrução militar e cultural dos mais velhos, aprendendo habilidades como equitação, manejo de armas e técnicas de combate. A poesia desempenhava um papel importante na transmissão de conhecimento e valores, e os poemas épicos de Homero eram frequentemente recitados e memorizados. A educação formal, no sentido moderno, era limitada e geralmente reservada aos filhos da aristocracia.

→ Cultura do Período Homérico

Capa de uma versão em inglês de “Ilíada” e “Odissia”, que representam parte importante da cultura do Período Homérico.
Ilíada e Odisseia são compilações de relatos orais feitas por Homero e representam parte importante da cultura do Período Homérico. [1]

A cultura do Período Homérico foi marcada por uma transição do modelo de escrita grego. O período histórico anterior, Pré-Homérico, era bastante semelhante ao oriental, e os modelos de escrita eram diferentes dos gregos, mais semelhantes ao cuneiforme mesopotâmico, com a função de organizar a administração e contabilidade do palácio. Com o declínio dessa forma anterior de escrita, ocorreu um período conhecido como “A Idade das Trevas Grega”.

Nesse contexto, a oralidade tornou-se o principal meio de transmissão de conhecimento e narrativas, dando origem à construção da cultura oral. No entanto, por volta de 800 a.C., houve um ressurgimento da escrita, e os relatos orais foram compilados em forma de poemas, atribuídos a Homero, daí sua importância central para denominar o período.

Quais foram os principais acontecimentos do Período Homérico?

Representação do Cavalo Troia, que deu vitória aos gregos na Guerra de Troia, um dos acontecimentos do Período Homérico. [2]
Representação do Cavalo Troia, que deu vitória aos gregos na Guerra de Troia, um dos acontecimentos do Período Homérico. [2]
  1. Surgimento dos relatos da Guerra de Troia: um dos eventos mais famosos do Período Homérico é a Guerra de Troia, retratada na Ilíada de Homero. A guerra foi travada entre os gregos (aqueus) e os troianos, devido ao rapto de Helena, esposa do rei espartano Menelau, por Páris, príncipe de Troia. A guerra durou dez anos e terminou com a destruição de Troia pelos gregos, através do famoso estratagema do Cavalo de Troia.
  2. Surgimento dos relatos da viagem de Odisseu: a Odisseia narra as aventuras do herói grego Odisseu (também conhecido como Ulisses), enquanto ele tenta retornar para casa após o fim da Guerra de Troia. Odisseu enfrenta uma série de desafios e perigos durante sua jornada, incluindo encontros com criaturas míticas, como o ciclope Polifemo e a feiticeira Circe, e enfrenta a ira dos deuses do Olimpo. A narrativa da Odisseia oferece insights sobre as crenças religiosas, valores e costumes da Grécia Antiga.
  3. Desenvolvimento da política e da sociedade: embora o Período Homérico seja caracterizado por uma sociedade pré-política, ele também marcou o início do desenvolvimento de instituições políticas e sociais mais complexas. As comunidades eram governadas por chefes tribais e reis locais, que exerciam autoridade sobre suas terras e seguidores. No entanto, a descentralização do poder e a ausência de uma autoridade centralizada contribuíram para a fragmentação política e a rivalidade entre as cidades-estados gregas, que seriam características proeminentes do período subsequente, o Período Arcaico.

Quais foram os períodos da Grécia Antiga?

Os períodos da história grega antiga foram: Período Pré-Homérico, Período Homérico, Período Arcaico, Período Clássico e Período Helenístico. Saiba um pouco mais sobre eles a seguir.

1. Período Pré-Homérico

  • 3000 a.C. a 1100 a.C.
  • Esse período marca os primeiros vestígios de assentamentos humanos na região da Grécia. É caracterizado pela cultura e sociedade pré-homérica, ainda pouco documentada historicamente, mas que evidencia práticas agrícolas e rudimentares formas de organização social.

Para saber mais detalhes sobre o Período Pré-Homérico, clique aqui.

2. Período Homérico

  • 1100 a.C. a 800 a.C.
  • O Período Homérico é definido pela composição e transmissão dos poemas épicos de Homero, a Ilíada e a Odisseia. É uma fase em que a sociedade grega é predominantemente tribal e a economia está fundamentada na agricultura, marcada por uma cultura oral e valores heroicos.

3. Período Arcaico

  • 800 a.C. a 480 a.C.
  • Durante o período arcaico, houve um aumento da urbanização e da complexidade política na Grécia. Surge a polis (cidade-estado), com suas instituições políticas, como a democracia em Atenas, e avanços culturais significativos, incluindo a poesia lírica e o desenvolvimento da filosofia e das artes.

Para saber mais detalhes sobre o Período Arcaico, clique aqui.

4. Período Clássico

  • 480 a.C. a 323 a.C.
  • O período clássico é considerado o auge da civilização grega. É marcado por conquistas militares, como as Guerras Médicas contra o Império Persa, e por avanços culturais sem precedentes, incluindo a produção de obras-primas da arquitetura, escultura e dramaturgia, como o Partenon, as esculturas de Fídias e as peças de Sófocles e Eurípides.

Para saber mais detalhes sobre o Período Clássico, clique aqui.

5. Período Helenístico

  • 323 a.C. a 146 a.C.
  • O período helenístico começou com a morte de Alexandre, o Grande, e marcou a disseminação da cultura grega pelo vasto império criado por ele. Há uma fusão de elementos culturais gregos e orientais, resultando em novas formas de arte, ciência e filosofia. No final desse período, a Grécia foi gradualmente absorvida pelo Império Romano, encerrando sua independência política.

Para saber mais detalhes sobre o Período Helenístico, clique aqui.

Exercícios resolvidos sobre o Período Homérico

Questão 1

Durante o Período Homérico da Grécia Antiga, ocorreram mudanças significativas na estrutura social e cultural. Nesse contexto, as obras épicas de Homero desempenharam um papel fundamental na sociedade grega da época. Considerando essas informações, qual das seguintes alternativas melhor descreve a importância das obras de Homero para a Grécia Antiga?

A) As obras de Homero foram escritas para entreter apenas a elite aristocrática, excluindo os plebeus da sociedade grega.

B) Homero foi o primeiro historiador a documentar com precisão os eventos políticos e sociais da Grécia Antiga.

C) As obras de Homero, como a Ilíada e a Odisseia, transmitiram valores culturais e ideais de heroísmo, honra e coragem para as gerações futuras.

D) As obras de Homero foram escritas durante o período helenístico, refletindo os ideais políticos e sociais dessa época.

E) Homero era um filósofo influente que desafiava as crenças tradicionais da sociedade grega antiga.

Resolução:

Alternativa C.

As obras de Homero são consideradas fundamentais para a compreensão da cultura grega antiga, pois retratam valores essenciais da sociedade da época, como heroísmo e honra, influenciando profundamente o pensamento e a arte subsequentes.

Questão 2

Durante o Período Homérico da Grécia Antiga, a sociedade era estruturada de maneira hierárquica, com diferentes grupos sociais desempenhando papéis distintos na comunidade. Com base nessas informações, qual das seguintes alternativas melhor descreve a organização social durante o Período Homérico?

A) A sociedade homérica era caracterizada por uma igualdade absoluta entre todas as classes sociais, com a riqueza sendo compartilhada igualmente entre os cidadãos.

B) A aristocracia dominava a sociedade homérica, controlando tanto os aspectos políticos quanto econômicos, enquanto a maioria da população vivia na pobreza.

C) Todos os membros da sociedade homérica desfrutavam de direitos e privilégios iguais, independentemente de sua origem social ou econômica.

D) A sociedade homérica era uma sociedade de castas rigidamente estratificadas, em que a mobilidade social era impossível.

E) Os cidadãos homéricos viviam em comunidades igualitárias, onde as decisões eram tomadas coletivamente em assembleias democráticas.

Resolução:

Alternativa B.

Durante o Período Homérico, a sociedade grega era fortemente hierarquizada, com a aristocracia detendo o poder político e econômico, enquanto a maioria dos cidadãos, como os camponeses e os pobres, tinha uma posição social inferior e menos privilégios.

Créditos de imagem

[1] Museu Metropolitano de Arte / Wikimedia Commons (reprodução)

[2] goohooni / Wikimedia Commons (reprodução)

Fontes

FUNARI, P. P. São Paulo: Contexto, 2007.

COMMELIN, P. Mitologia Grega e Romana. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Escritor do artigo
Escrito por: Tiago Soares Campos Bacharel, licenciado e doutorando em História pela USP. Bacharel em Direito e pós-graduado em Direito pela PUC. É professor de História e autor de materiais didáticos há mais de 15 anos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAMPOS, Tiago Soares. "Período Homérico"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/grecia-periodo-homerico.htm. Acesso em 18 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas