Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Elementos de uma esfera

A esfera é um sólido geométrico formado pelo giro de 180° de uma circunferência. Seus elementos são secção, superfície, meridianos, entre outros.

Esfera: sólido de revolução formado pela rotação de um círculo
Esfera: sólido de revolução formado pela rotação de um círculo
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Uma esfera é um sólido geométrico formado pelo giro de 180° de uma circunferência em torno do seu próprio eixo central, também chamado de eixo de rotação.

Note que a esfera também pode ser definida pelo giro de 360° de uma semicircunferência em torno de seu diâmetro. A imagem a seguir, à esquerda, mostra uma semicircunferência e seu diâmetro e, à direita, a esfera resultante de sua revolução (giro).

Elementos da esfera

  • Secção da esfera: é um corte feito na esfera por um plano. É a interseção entre a esfera e um plano. Qualquer interseção entre a esfera e o plano gera um círculo. Se esse plano passa pelo centro da esfera, além de gerar um círculo com o mesmo raio que o da esfera, esse círculo será o maior possível, chamado de círculo máximo.

Para as secções transversais, vale a relação:

a2 = r2 + b2

- a é o raio da circunferência formada pela secção transversal;

- r é o raio da esfera;

- b é a distância do centro da esfera até a secção transversal.

  • Superfície esférica: é a “casca” da esfera. Pode ser obtida pelo giro de 360° de uma semicircunferência ao redor de seu diâmetro. É a parte da esfera usada para calcular sua área. Para esse cálculo, a fórmula usada é a seguinte:

A = 4πr2

*r é o raio da esfera.

  • Polos: o ponto “mais alto” e o“mais baixo” de uma esfera. São as interseções entre o diâmetro do semicírculo que foi girado e o sólido resultante.

  • Paralelo: é a circunferência observada na secção transversal da esfera com relação ao seu eixo de rotação.

    Lembre-se: secção transversal da esfera é a secção perpendicular ao eixo de rotação dela.

  • Equador: É o paralelo cuja secção transversal passa pelo centro da esfera. Assim, é o maior paralelo e possui raio igual ao da esfera.

Exemplo de Equador
Exemplo de Equador

  • Meridiano: circunferência resultante da secção de uma esfera por um plano que contém seu eixo de rotação. De certa forma, podemos dizer que paralelos e meridianos são perpendiculares.

Exemplos de meridianos em uma esfera
Exemplos de meridianos em uma esfera

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Cunha esférica

Imagine, na definição de esfera, que um semicírculo não complete a volta de 360°. Digamos que ele dê uma volta de 30°. A figura será algo parecido com o objeto na figura a seguir:

É possível calcular o volume da cunha esférica por meio de uma regra de três básica ou a partir de uma fórmula proveniente dessa regra. Para tanto, basta lembrar que o volume da esfera é resultado da revolução de um semicírculo em torno de seu próprio diâmetro em 360° e que a cunha esférica é resultado da mesma revolução apenas em α graus. Sendo V o volume da esfera e y o volume da cunha esférica, teremos:

 V = y
360  α 

Sabendo que V = 4/3πr3, teremos:

4/3πr3 = y
  360      α

360y = α4πr3
          3
y = α4πr3
      3·360

y = απr3
     270

Fuso esférico

É equivalente à cunha esférica, mas para uma semicircunferência. Um exemplo de fuso esférico pode ser encontrado na figura a seguir.

Também podemos calcular a área do fuso esférico por meio de uma regra de três. Para tanto, lembre-se de que a área da superfície esférica completa é resultado de uma revolução em 360° de uma circunferência e que a área do fuso é uma revolução em α graus de uma circunferência. Como a área da superfície completa é A = 4πr2, a área do fuso esférico é x e pode ser calculada da seguinte maneira:

4πr2 = x
360     α

Resolvendo a equação, teremos:

360x = α4πr2

x = 4απr2
     360

x = απr2
      90

Exemplo

Calcule a área e o volume de uma parte da laranja, sabendo que o raio da esfera da laranja é de 4 centímetros e que o ângulo dessa parte é de 90°.

Para calcular o volume, utilizamos a fórmula dada ou regra de três:

y = απr3
      270

y = 90·3,14·43
     270

y = 282,6·64
      270

y = 18086,4
      270

y = 67 cm3

Para calcular a área, basta utilizar a respectiva fórmula.

x = απr2
      90

x = 90·3,14·42
     90

x = 282,6·16
      90

x = 4521,6
     90

x = 50,24 cm2


Por Luiz Paulo Moreira
Graduado em Matemática

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Luiz Paulo Moreira. "Elementos de uma esfera"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/matematica/elementos-uma-esfera.htm. Acesso em 01 de julho de 2022.

De estudante para estudante


Qual a diferença entre regra de três simples e composta?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Como transformar fração em porcentagem?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Videoaulas


PUBLICIDADE

Estude agora


Mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si

Os casos mais comuns de mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si ocorrem quando juntamos...

Viúva Negra: o contexto sociopolítico da criação da personagem

Uma das mais importantes peças dos Vingadores, a Viúva Negra (apresentada primeiramente na pele da personagem Natasha...