Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Tropicalismo

O tropicalismo foi um movimento cultural brasileiro que surgiu no final da década de 1960. Procurava renovar o cenário cultural brasileiro denunciando a realidade do Brasil.

Caetano Veloso cantando em festival que deu início ao tropicalismo no Brasil.
Caetano Veloso no Festival de Música Popular de 1967, que deu início ao tropicalismo.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O tropicalismo foi um movimento cultural de contracultura que surgiu no Brasil na década de 1960. Esse movimento se manifestou principalmente na música mas também teve representantes em outras áreas da cultura, como o teatro, o cinema e as artes plásticas. Entre os principais representantes estavam Caetano Veloso, Rita Lee, Gal Costa e Gilberto Gil.

Os tropicalistas procuravam renovar o cenário cultural brasileiro denunciando a realidade política e social do Brasil. Suas canções alegóricas foram a forma encontrada para evidenciar os problemas do país e fugir da censura existente no período da Ditadura Militar. Esse movimento cultural se encerrou com a prisão e o exílio de Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Leia também: Jovem Guarda — outro movimento cultural brasileiro da década de 1960

Tópicos deste artigo

Resumo sobre tropicalismo

  • O tropicalismo foi um movimento cultural brasileiro da década de 1960.

  • O nome foi derivado de uma obra do artista plástico Hélio Oiticica.

  • Seus principais representantes foram Caetano Veloso, Rita Lee, Gal Costa e Gilberto Gil.

  • Procurou renovar o cenário cultural brasileiro por influência do rock, do pop e de elementos da cultura brasileira.

  • Seus representantes denunciaram a realidade brasileira e usaram de alegorias para fazer denúncias e fugir da censura.

  • Encerrou-se com a prisão e o exílio de Caetano Veloso e Gilberto Gil.

O que foi o tropicalismo?

O tropicalismo foi um movimento cultural brasileiro que existiu no final da década de 1960. Ficou muito conhecido por sua manifestação na música mas também esteve presente nas artes plásticas, no teatro, no cinema e na poesia. O tropicalismo influenciou profundamente o cenário cultural brasileiro, sobretudo entre os anos de 1968 e 1969. Esse movimento também ficou conhecido como tropicália, sendo um movimento de contracultura.

O tropicalismo ficou marcado sobretudo na música por sua estética radical, inspirando-se no rock, no pop e em elementos da cultura brasileira, como o baião e o caipira, para produzir uma nova expressão cultural para o Brasil. Os tropicalistas desejavam se estabelecer como contraponto cultural à bossa-nova e à MPB, estilos tradicionais e consolidados no cenário cultural brasileiro.

A grande liberdade criativa dos tropicalistas tornou impossível definir um padrão da arte tropicalista, mas muitos artistas do período não se enquadraram nesse movimento cultural.

Veja também: Como surgiu a música popular brasileira?

Representantes do tropicalismo

  • Na música, destaca-se: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, Chico Buarque, Nara Leão, Tom Zé, e Os Mutantes (banda formada por Rita Lee, Sérgio Dias, Arnaldo Baptista);

  • Nas artes plásticas, destaca-se Hélio Oiticica;

  • No cinema, Gláuber Rocha;

  • No teatro, José Celso Martinez Corrêa.

Características do tropicalismo

O tropicalismo foi fortemente influenciado pelo concretismo, corrente artística e literária do século XX. Os artistas tropicalistas ficaram marcados por usarem roupas coloridas e por atuações performáticas, cantando por meio de alegorias e do deboche. Usavam elementos do cenário cultural exterior, como a guitarra elétrica, adaptando-a para o cenário cultural do Brasil.

Rita Lee, Sérgio Dias e Arnaldo Baptista, artistas do tropicalismo, cantando.
Os Mutantes, representantes do tropicalismo. Atuações performáticas e roupas coloridas eram usadas para chocar o público.[2]

Qual era o objetivo do tropicalismo?

O objetivo dos tropicalistas era usar esses elementos chamativos e performáticos para chocar. Queriam renovar o cenário musical e dar vigor ao cenário cultural do Brasil, trazendo novas interpretações do país e novos personagens para o centro de nossa cultura. Os dois grandes centros que manifestaram as tendências tropicalistas foram as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, embora muitos dos seus componentes fossem baianos.

Tropicalismo: origem do nome e do movimento

O tropicalismo surgiu no final da década de 1960, e alguns pesquisadores apontam que o estopim do movimento se deu com as apresentações de Caetano Veloso, Gilberto Gil e Chico Buarque em um festival de calouros transmitido pela TV Record — o III Festival de Música Popular da TV Record de 1967. Nesse evento, Caetano Veloso interpretou “Alegria, alegria”; Gilberto Gil, interpretou “Domingo no parque”; e Chico Buarque interpretou “Roda viva”.

A influência desse evento foi tão grande que a edição do festival foi totalmente dominada por cantores tropicalistas. Outros pesquisadores consideram que o lançamento do álbum Tropicália ou Panis et Circensis, em 1968, foi o evento que inaugurou a tropicália enquanto movimento cultural. Esse álbum é entendido como uma espécie de manifesto musical dos integrantes do tropicalismo.

A origem do nome desse movimento cultural é atribuída a uma obra de Hélio Oiticica, Tropicália.

Saiba mais: Elis Regina — artista brasileira que também denunciou a ditadura em suas canções

Contexto histórico do tropicalismo

O tropicalismo surgiu em um período histórico de grande agitação política e social, tanto no Brasil quanto no exterior. O Brasil vivia o cenário da Ditadura Militar, estabelecida em 1964. A censura e a repressão ganhavam força e os militares faziam um expurgo na sociedade brasileira, aprisionando ou assassinando os ditos “subversivos”.

A censura utilizada pela ditadura se voltou com grande força contra as artes, e artistas com mensagens políticas e contestatórias eram vítimas desse silenciamento. Até por isso, as canções dos artistas tropicalistas se utilizavam de alegorias, essa foi a forma encontrada para criticar a realidade política do Brasil e fugir da censura.

Além do autoritarismo do cenário político do Brasil, o mundo também passava por questões delicadas. A década de 1960 ficou marcada pelos movimentos de contracultura, que questionavam os valores daquela época, nos quais estão incluídos a sociedade de consumo, o capitalismo e a modernidade em geral.

A efervescência cultural e política resultou em movimentos significativos, como o Woodstock; o período de Maio de 1968; a cultura hippie; a Primavera de Praga, na Checoslováquia, entre outros. Esses movimentos, definidos como contracultura, tiveram forte impacto no cenário artístico brasileiro e o tropicalismo foi uma dessas manifestações culturais.

O autoritarismo, as tradições, o conservadorismo, a guerra, entre outros, passaram a ser criticados pelos movimentos de contracultura. O objetivo era a quebra de paradigmas e a construção de uma sociedade alternativa àquela realidade que estava dada.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fim do tropicalismo

Os historiadores consideram que o tropicalismo se encerrou em 1969 com o acirramento da repressão no Brasil por causa do Ato Institucional nº 05, decretado pelos militares no final de 1968. Esse foi o ato mais severo executado pelos militares na ditadura, aumentando consideravelmente a repressão política e a censura no Brasil.

Em 1969, Gilberto Gil e Caetano Veloso foram presos pelos agentes da ditadura. Posteriormente eles foram exilados, encerrando o tropicalismo no Brasil. Muitos pesquisadores, no entanto, defendem que, após o exílio de Gilberto Gil e Caetano Veloso foi iniciado um período pós-tropicalismo.

Créditos das imagens

[1] Arquivo Nacional/ Wikimedia Commons

[2] Arquivo Nacional/ Wikimedia Commons

FONTES

ALENCAR, Valéria Peixoto de. Tropicalismo: movimento mudou a cultura brasileira. Educação. UOL. Disponível em: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/artes/tropicalismo-movimento-mudou-a-cultura-brasileira.htm

SCHWARCZ, Lilia Moritz; STARLING, Heloísa Murgel. Brasil: Uma Biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

SANTANA, Ana Elisa; MELITO, Leandro; FREITAS, Sueli de. Tropicália 50 anos: a história do movimento que marcou a cultura nacional. Agência Brasil, 21 out. 2017. Disponível em:

https://agenciabrasil.ebc.com.br/cultura/noticia/2017-10/tropicalia-50-anos-historia-do-movimento-que-marcou-cultura-nacional

SANTANA, Crisley. Movimento Tropicalista ressignificou características brasileiras. Jornal da USP, 16 dez. 2022. Disponível em: https://jornal.usp.br/universidade/movimento-tropicalista-ressignificou-caracteristicas-brasileiras/

VARELLA, Paulo. A Tropicália e 12 curiosidades que você precisa conhecer: o início do tropicalismo e suas individualidades. Arteref, 26 jun. 2020. Disponível em: https://arteref.com/movimentos/a-tropicalia-e-12-curiosidades-que-voce-precisa-conhecer/#:~:text=1%2D%20Maria%20Beth%C3%A2nia%2C%20a%20exclu%C3%ADda&text=A%20irm%C3%A3%20de%20Caetano%20Veloso,uma%20das%20criadoras%20do%20Tropicalismo.

Por Daniel Neves
Professor de História

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Tropicalismo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiab/tropicalismo.htm. Acesso em 25 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Lista de exercícios


Exercício 1

(ENEM – 2013) Mesmo tendo a trajetória do movimento interrompida com a prisão de seus dois líderes, o tropicalismo não deixou de cumprir seu papel de vanguarda na música popular brasileira. A partir da década de 70 do século passado, em lugar do produto musical de exportação de nível internacional prometido pelos baianos com a “retomada da linha evolutória”, instituiu-se nos meios de comunicação e na indústria do lazer uma nova era musical. (TINHORÃO, J.R. Pequena história da música popular: da modinha ao tropicalismo. São Paulo: Art, 1986 [adaptado]).

A nova era musical mencionada no texto evidencia um gênero que incorporou a cultura de massa e se adequou à realidade brasileira. Esse gênero está representado pela obra cujo trecho da letra é:

a) A estrela d' alva/ no céu desponta/ E a lua tonta/ Com tamanho esplendor. (As pastorinhas, Noel Rosa e João de Barro).

b) Hoje/ Eu quero a rosa mais linda que houver/ Quero a primeira estrela que vier/ Para enfeitar a noite do meu bem. (A noite do meu bem, Dolores Duran).

c) No rancho fundo/ Bem pra lá do fim do mundo/ Onde a dor e a saudade/ Contam coisas da cidade. (No rancho fundo, Ary Barroso e Lamartine Babo).

d) Baby, Baby/ Não adianta chamar/ Quando alguém está perdido/ Procurando se encontrar. (Ovelha negra, Rita Lee.)

e) Pois há menos peixinhos a nadar no mar/ Do que beijinhos que eu darei/ Na sua boca. (Chega de Saudade, Tom Jobim e Vinícius de Moraes).

Exercício 2

Entre as propostas estéticas do movimento tropicalista, ou Tropicália, pode-se destacar:

a) Uma forte rejeição à contracultura e ao uso de elementos do rock'n roll.

b) O uso de elementos exclusivos da cultura primitiva dos índios brasileiros.

c) O uso da linguagem pop, que pode ser atestada inclusive na capa do álbum Tropicália, ou Panis et Circensis.

d) Ruptura total com a tradição da música brasileira, como o samba e a bossa nova.

e) Ruptura total com o Concretismo, movimento artístico dos anos 1950.

Artigos Relacionados


Bossa Nova

Clique aqui, saiba qual é a origem do gênero musical Bossa Nova e conheça seu contexto histórico, seus principais músicos e algumas de suas canções.
Artes

Caetano Veloso

Clique aqui e saiba detalhes sobre a vida e a carreira de Caetano Veloso, um dos principais nomes da música brasileira.
Biografia

Cinema brasileiro

Acesse o texto e aprenda sobre o cinema brasileiro. Saiba quando se realizou a primeira sessão de cinema em nosso país. Conheça seus gêneros marcantes.
Cultura

Concretismo

Saiba o que é o Concretismo. Conheça os autores que fizeram parte desse movimento artístico e suas obras. E entenda o surgimento do Neoconcretismo no Brasil.
Literatura

Contracultura

Aprenda um pouco mais sobre contracultura e conheça a sua origem histórica. Veja também quais suas bandeiras e seus principais exemplos.
Sociologia

Festival de Rock Woodstock

Confira a história e algumas curiosidades sobre o Festival de Rock Woodstock, ocorrido em agosto de 1969. Conheça o contexto histórico que envolveu esse evento.
Datas Comemorativas - 2024

Gal Costa

Clique no link para conhecer detalhes da vida de Gal Costa. Descubra sobre suas origens. Confira destaques de sua carreira musical e vida privada.
Biografia

Jovem Guarda

Acesse o texto e clique no link para conhecer detalhes da Jovem Guarda, movimento cultural brasileiro da década de 1960. Entenda como surgiu e como se encerrou.
História do Brasil

Música popular brasileira (MPB)

Clique aqui, saiba como surgiu a música popular brasileira (MPB) e conheça suas principais características.
Artes

Rita Lee

Saiba detalhes sobre a vida e a carreira de Rita Lee, uma das principais cantoras e compositoras do Brasil, famosa pelo título de “rainha do rock brasileiro”.
Biografia