Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Caetano Veloso

Caetano Veloso é um grande nome da música brasileira. Foi um dos criadores do tropicalismo, importante movimento artístico do Brasil.

Caetano Veloso em uma apresentação no Teatro Casa Grande. [1]
Caetano Veloso em uma apresentação no Teatro Casa Grande. [1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Caetano Veloso é um grande nome da música brasileira. O cantor foi um dos criadores do tropicalismo, importante movimento artístico do Brasil. Junto a artistas como Gilberto Gil, Maria Bethânia, Gal Costa e Chico Buarque, Caetano Veloso ajudou a dar tom ao que viria a ser a música brasileira do final dos anos de 1960 até atualmente.

Leia também: Roberto Carlos — um dos cantores mais populares do Brasil

Tópicos deste artigo

Origem de Caetano Veloso

Caetano Emanuel Vianna Teles Veloso nasceu em 7 de agosto de 1942, em Santo Amaro da Purificação, na Bahia. O cantor possui seis irmãos, dentre eles a cantora Maria Bethânia, outro importante nome da música brasileira.

Aos 14 anos, Caetano vai para o Rio de Janeiro com sua família, e ao retornarem à Bahia, em 1960, Caetano vai morar em Salvador. Foi nessa época que ganhou seu primeiro violão, inspirado em João Gilberto (o criador do gênero musical Bossa Nova), um de seus ídolos. Nesse período, o cantor começou a cantar em bares da cidade com Maria Bethânia.

Logo depois, Caetano passou a compor para trilhas sonoras de peças de teatro. Em 1963, começa o curso de Filosofia na Universidade Federal da Bahia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Início da carreira de Caetano Veloso

O grande marco do início da carreira de Caetano Veloso foi sua participação no espetáculo Nós, Por Exemplo, junto a Betânia e mais três grandes nomes da música brasileira: Gal Costa, Tom Zé e Gilberto Gil, em 1964.

Um ano após o espetáculo, o cantor desistiu da faculdade e acompanhou Maria Bethânia ao Rio de Janeiro. Na ocasião, a cantora havia sido chamada para substituir Nara Leão no show Opinião.

O sucesso de Maria Bethânia inspirou o cantor a gravar seu primeiro compacto. Em 1965, ele lança canções como Samba em Paz e Cavaleiro. Já em 1966, sua música Um Dia ficou em quinto lugar no II Festival de Música Popular Brasileira, promovido pela TV Record de São Paulo.

Apesar da boa colocação no festival, foi no ano seguinte que ocorreu um dos divisores de água na carreira de Caetano Veloso. Isso porque é no ano de 1967 que Caetano Veloso lança seu primeiro álbum, Domingo, com a cantora Gal Costa.

Caetano Veloso se apresentando na terceira edição do Festival da Música Popular Brasileira, em 1967. [2]
Caetano Veloso se apresentando na terceira edição do Festival da Música Popular Brasileira, em 1967. [2]

Foi também o ano da terceira edição do Festival da Música Popular Brasileira. No festival de 67, Caetano cantou Alegria, Alegria, com a banda argentina Beat Boys. A apresentação é uma das mais memoráveis da música brasileira.

Caetano Veloso e o tropicalismo (ou tropicália)

Caetano Veloso é considerado um dos principais nomes responsáveis pela criação do tropicalismo (ou tropicália), um movimento cultural que surgiu no final da década de 1960.

Além da música, ele envolveu outras formas artísticas, como o teatro, cinema, poesia e artes plásticas. O movimento tinha muitos objetivos, dentre eles a criação de uma arte brasileira e original, fazendo ou não releituras de elementos estrangeiros.

Um marco musical da tropicália foi o álbum-manifesto Tropicália ou Panis Et Circensis, de 1968. O álbum conjunto trouxe reuniu artistas como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Os Mutantes, Nara Leão, Gal Costa e Tom Zé.

No mesmo ano, Caetano Veloso se apresenta com Os Mutantes, cantando a música É Proibido Proibir, quando é vaiado pelo público e sofre repressão da ditadura militar da época.

Em dezembro, o cantor e Gilberto Gil foram presos pelo regime militar e posteriormente exilados em Londres.

Caetano Veloso e a ditadura militar brasileira

Assim como diversos outros artistas da época, Caetano Veloso sofreu repressão durante a ditadura militar brasileira, tendo sido exilado em Londres. Nesse período, gravou dois discos, o autointitulado Caetano Veloso, de 1971, e o disco Transa, de 1972.

Em 1972, conseguiu retornar para o Brasil. A década de 1970 foi recheada de sucessos na carreira do artista. Em 1976, surge o projeto Os Doces Bárbaros, composto por Caetano, Gil, Gal e Bethânia. A banda fez shows por todo o Brasil, resultando em um álbum duplo do projeto, o Doces Bárbaros — Ao vivo, além de um documentário.

Pós-ditadura militar e outros projetos de Caetano Veloso

Já nos anos de 1980, Caetano Veloso se aventurou em outros projetos. Nessa década, Caetano apresentou o programa de TV Chico e Caetano, com Chico Buarque, dirigiu o filme Cinema Falado e lançou o disco Totalmente Demais.

Também integrou a trilha sonora da novela Tieta, um grande clássico da teledramaturgia brasileira, de 1989. A música para a novela foi feita com Carlinhos Brown, novato até então.

Durante as décadas de 1980 e 1990, o artista se tornou uma figura frequente em programas de TV a nível nacional, aumentando mais sua fama e a notoriedade de sua música.

Veja também: Tom Jobim — outro importante nome da música brasileira

Principais álbuns de Caetano Veloso

  • Caetano Veloso (1968)

  • Caetano Veloso (1969)

  • Transa (1972)

  • Bicho (1977)

  • Velô (1984)

Principais músicas de Caetano Veloso

  • Alegria, Alegria (1968)

  • O Leãozinho (1977)

  • Você é linda (1983)

  • Sozinho (1998)

  • Você não me ensinou a te esquecer (2003)

Vida pessoal de Caetano Veloso

O cantor se casou duas vezes. Seu primeiro casamento foi em 1967, com a atriz Dedé Gadelha, com quem teve seu primeiro filho, Moreno Veloso. Se separou em 1986, mesmo ano em que se casou novamente, dessa vez com Paula Lavigne. Com Lavigne teve mais dois filhos, Zeca Veloso e Tom Veloso. O casal se separou em 2005, reatando em 2016. Todos os seus três filhos seguiram carreira musical.

Curiosidades sobre Caetano Veloso

Maria Bethânia e Caetano Veloso no 26° Prêmio da Música Brasileira.
Caetano Veloso se apresentando ao lado de sua irmã, a cantora Maria Bethânia. [3]
  • Caetano Veloso é bastante conhecido por suas composições para outros artistas. O cantor assina canções para artistas como Gal Costa e Maria Bethânia.

  • O cantor já escreveu dezenas de canções que foram interpretadas por sua irmã Maria Bethânia, como Tá Combinado, de 1988, e Reconvexo, de 1989.

  • Ao longo de sua trajetória, Caetano já gravou mais de 50 álbuns, entre obras de estúdio e ao vivo.

  • O cantor já recebeu dois Grammy estadunidenses e 13 Grammy Latino.

  • Possui diversos prêmios e honrarias na música brasileira.

Créditos de imagem

[1] A.PAES / Shutterstock

[2] Arquivo Nacional / Wikimedia Commons (reprodução)

[3] 26° Prêmio da Música Brasileira / Wikimedia Commons (reprodução)

 

Por Miguel Souza
Jornalista

Escritor do artigo
Escrito por : Miguel Souza Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Miguel. "Caetano Veloso"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/caetano-veloso.htm. Acesso em 30 de novembro de 2023.

De estudante para estudante