Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Função poética

A função poética é uma das seis funções da linguagem. Caracteriza-se pelo foco na mensagem, buscando construí-la de modo expressivo, sendo comum em obras artísticas.

Mulher saindo de um livro, uma alusão à função poética.
A função poética é comum em textos literários. Neles, palavras e imagens podem ter múltiplos significados ou interpretações.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A função poética é aquela que enfatiza a forma estética e expressiva da linguagem, buscando criar impacto emocional e estético no receptor da mensagem.

Leia também: O que é a função emotiva da linguagem?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre função poética

  • A função poética é uma das seis funções da linguagem propostas pelo linguista Roman Jakobson.

  • O foco dela está na mensagem e em sua construção, para gerar mais expressividade.

  • É muito comum em enunciados literários, naturalmente na poesia, mas também na prosa.

  • As outras funções da linguagem são a referencial, a emotiva, a conativa, a fática e a metalinguística.

Videoaula sobre função poética

O que é a função poética?

A função poética, conforme descrita pelo linguista russo Roman Jakobson, é uma das seis funções da linguagem que ele propôs em seu modelo de comunicação verbal. A função poética, também conhecida como função estética, está relacionada ao uso da linguagem para criar efeitos estéticos, como ritmo, sonoridade, imagens vívidas e metáforas.

Quando a função poética está em destaque, o foco principal é na mensagem e em sua construção, isto é, na forma como as palavras são organizadas e usadas para transmitir algo, principalmente de maneira artística ou expressiva. Essa função é particularmente proeminente na poesia, onde as palavras são selecionadas e organizadas com grande cuidado para evocar emoções, despertar a imaginação e transmitir significados profundos de uma forma não apenas denotativa, mas também conotativa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Principais características da função poética

A função poética da linguagem possui várias características distintivas que a diferenciam das outras funções comunicativas. A seguir, algumas das principais características, que são apenas algumas das muitas maneiras pelas quais a função poética se distingue como uma forma de expressão.

  • Ritmo e musicalidade

O texto que enfatiza a função poética, muitas vezes, possui um ritmo marcante e uma musicalidade que é alcançada através de esquemas de métrica, padrões de rima, aliterações e assonâncias. Esses elementos contribuem para a cadência do poema e podem aumentar seu impacto emocional.

  • Expressão de emoções e reflexões filosóficas

Essa função é frequentemente utilizada como um meio de expressar emoções profundas, sentimentos pessoais e reflexões filosóficas sobre a vida, o amor, a morte e outros temas universais. Os poetas exploram essas questões de uma forma que vai além da linguagem cotidiana, buscando alcançar uma compreensão mais profunda da experiência humana.

  • Presença de figuras de linguagem

A função poética tende a utilizar uma variedade de figuras de linguagem, como metáforas, metonímias, símiles e alegorias, para criar uma linguagem evocativa e expressiva. Essas figuras de linguagem ajudam a transmitir significados além do sentido literal das palavras.

  • Ambiguidade e polissemia

Na função poética, é possível que sejam exploradas a ambiguidade e a polissemia, em que as palavras e as imagens podem ter múltiplos significados ou interpretações. Isso permite uma gama mais ampla de possibilidades interpretativas por parte do leitor, tornando a experiência da poesia mais rica e complexa.

Veja também: Poesia, poema e prosa — afinal, qual é a diferença?

Exemplos de função poética em textos

Vejamos alguns exemplos de textos com função poética.

Leia estes versos do poema “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”, de Luís de Camões:

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

A função poética é evidente nesse poema, que se preocupa com a construção da mensagem, focando na musicalidade e melodia, pela rima estabelecida ao final dos verbos. Na prosa, também é comum haver ênfase na função poética.

Veja o seguinte trecho do romance “Iracema”, de José de Alencar, e perceba como, para descrever fisicamente a protagonista do livro, o autor usa elementos da natureza como metáfora, trazendo um caráter poético à escrita:

Iracema, a virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna, e mais longos que seu talhe de palmeira. O favo da jati não era doce como seu sorriso; nem a baunilha recendia no bosque como seu hálito perfumado. Mais rápida que a ema selvagem, a morena virgem corria o sertão e as matas do Ipu, onde campeava sua guerreira tribo, da grande nação tabajara. O pé grácil e nu, mal roçando, alisava apenas a verde pelúcia que vestia a terra com as primeiras águas.

Outras funções da linguagem

Além da função poética, o linguista Roman Jakobson propôs outras cinco funções para a linguagem. Veja na tabela a seguir:

Funções da linguagem

Características

Referencial ou informativa

Transmite informações objetivas e factuais.

Foca o referente ou o contexto externo.

Usa linguagem direta e denotativa.

Emotiva ou expressiva

Expressa sentimentos, emoções e opiniões do emissor.

Foca o estado emocional ou psicológico do emissor.

Usa linguagem subjetiva e expressiva.

Conativa ou apelativa

Tem como objetivo influenciar ou persuadir o receptor.

Foca o receptor da mensagem.

Usa imperativos, sugestões ou solicitações.

Fática

Estabelece, mantém ou encerra o canal de comunicação.

Foca a própria comunicação.

Usa saudações, cumprimentos, interjeições etc.

Metalinguística

Refere-se ao próprio código linguístico.

Foca a linguagem como objeto de estudo.

Usa definições, explicações gramaticais etc.

Poética ou estética

Foca a forma estilizada da linguagem.

Valoriza a criatividade e a expressão artística.

Usa ritmo, musicalidade, imagens vívidas e figuras de linguagem.

Saiba mais: Figuras de pensamento — recursos linguísticos que criam diferentes efeitos de sentido no texto

Exercícios resolvidos sobre função poética

Questão 1 (Copeve-Ufal)

Cotovia

Alô, cotovia!
Aonde voaste,
Por onde andaste,
Que saudades me deixaste?
– Andei onde deu o vento.
Onde foi meu pensamento
Em sítios, que nunca viste,
De um país que não existe…
Voltei, te trouxe a alegria.

Fonte: Os melhores poemas de Manuel Bandeira. SP, Global, 1994, p. 130.

Em cada mensagem, podem-se encontrar elementos envolvidos correspondentes a diferentes funções da linguagem. Pela estrutura linguística, marcada tanto pelas formas verbais e pronominais quanto pelo emprego de figuras de linguagem, na estrofe predominam as funções da linguagem:

A) apelativa e fática, centradas no receptor e no contato.

B) emotiva e poética, centradas no emissor e na mensagem.

C) referencial e apelativa, centradas no contexto e no contato.

D) emotiva e metalinguística, centradas no emissor e no código.

E) poética e referencial, centradas na mensagem e no contexto.

Resposta

Alternativa B, pois se trata de um poema, portanto a função poética é a principal, havendo também presença da função emotiva, centrada no emissor.

Questão 2 (Enem)

Canção do vento e da minha vida

O vento varria as folhas,
O vento varria os frutos,
O vento varria as flores...
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De frutos, de flores, de folhas.

[...]

O vento varria os sonhos
E varria as amizades...
O vento varria as mulheres...
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De afetos e de mulheres.
O vento varria os meses
E varria os teus sorrisos...
O vento varria tudo!
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De tudo.

(BANDEIRA, M. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1967.)

Predomina no texto a função poética, porque:

A) o autor procura testar o canal de comunicação.

B) há explicação do significado das expressões.

C) o leitor é provocado a participar de uma ação.

D) são apresentadas informações sobre acontecimentos e fatos reais.

E) chama-se a atenção para a elaboração especial e artística da estrutura do texto.

Resposta

Alternativa E, como é possível perceber pela escolha de palavras cuja sonoridade se assemelha, criando efeito de sentido no texto, o que é característico da função poética.

Fontes

AZEREDO, José Carlos de. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. São Paulo: Parábola, 2021.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2020.

FIORIN, José Luiz. (org.). Introdução à linguística. 5.ed. São Paulo: Contexto, 2008.

JAKOBSON, Roman. Linguística e comunicação. São Paulo: Cultrix, 2003.

Escritor do artigo
Escrito por: Guilherme Viana Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VIANA, Guilherme. "Função poética"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/funcao-poetica-linguagem.htm. Acesso em 13 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Sobre a função poética da linguagem, é correto afirmar, exceto:

a) Está entre as seis funções da linguagem prescritas pelo linguista russo Roman Jakobson e, assim como as demais, está associada aos elementos da comunicação (emissor, receptor, mensagem, código, canal e contexto).

b) A função poética coloca em evidência o lado palpável, material dos signos, conforme definição de Roman Jakobson. Isso significa dizer que a função poética está voltada para a própria mensagem.

c) Nesse tipo de função, a mensagem está centrada no emissor, pois a intenção do produtor do texto é posicionar-se em relação ao tema abordado.

d) Na função poética predomina a linguagem metafórica, o que produz o efeito de subjetividade e lirismo aos textos em que essa função predomina.

Exercício 2

Tecendo a manhã

Um galo sozinho não tece uma manhã:
ele precisará sempre de outros galos.
De um que apanhe esse grito que ele
e o lance a outro; de um outro galo
que apanhe o grito que um galo antes
e o lance a outro; e de outros galos
que com muitos outros galos se cruzem
os fios de sol de seus gritos de galo,

para que a manhã, desde uma tela tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos.

João Cabral de Melo Neto

Qual é a função de linguagem predominante no poema de João Cabral de Melo Neto? Identifique um verso que comprove isso.

a) função metalinguística/os fios de sol de seus gritos de galo.

b) função poética/ um galo sozinho não tece uma manhã.

c) função emotiva/ os fios de sol de seus gritos de galo.

d) função poética/ que com muitos outros galos se cruzem.

e) função emotiva/ e o lance a outro; e de outros galos.

Artigos Relacionados


Denotação e conotação

Aprenda a diferença entre linguagem denotativa e linguagem conotativa, e veja exemplos de textos com cada uma. Resolva os exercícios propostos sobre o tema.
Literatura

Elementos da comunicação

Clique aqui e aprenda mais sobre os elementos da comunicação: o que são, sua função e sua relação com as figuras de linguagem.
Redação

Figuras de Linguagem

Conheça as diferentes subdivisões, classificações, das figuras de linguagem e exemplos de como utilizá-las.
Português

Figuras de construção ou sintaxe

Entenda o que são as figuras de construção ou sintaxe. Saiba quais são essas figuras de linguagem e faça exercícios para fixar o conteúdo.
Gramática

Figuras de linguagem

Saiba o que são as figuras de linguagem. Conheça as figuras de palavras, pensamento, sintaxe e som. Além disso, faça exercícios para fixar o conteúdo.
Gramática

Função conativa da linguagem

Leia este artigo sobre a função conativa da linguagem, a qual tem a função de influenciar o comportamento do destinatário da mensagem.
Gramática

Função emotiva ou expressiva

Aprenda mais sobre a função emotiva ou expressiva, uma das funções da linguagem, e tenha um excelente desempenho em suas avaliações.
Gramática

Função fática

Aprenda mais sobre a função fática, uma das funções da linguagem, e tenha um excelente desempenho em suas avaliações.
Gramática

Função referencial ou denotativa

Aprenda mais sobre a função referencial ou denotativa. Identifique melhor suas características e interprete textos com excelência.
Gramática

Funções da linguagem

Por que a linguagem tem diferentes funções?
Gramática