Topo
pesquisar

Elementos da comunicação

Redação

PUBLICIDADE

 Elementos da comunicação dizem respeito a cada aspecto presente no fluxo comunicativo, desde o momento em que a mensagem é emitida, até quando é recebida e compreendida. É importante salientar que esses elementos estão presentes em qualquer tipo de comunicação e podem sofrer alterações para adequarem-se ao contexto em questão.

Leia também: Preconceito linguístico: rejeição às variedades linguísticas de menor prestígio

Quais são os elementos da comunicação?

Todos nós realizamos atos comunicativos do momento em que acordamos até a hora de voltarmos a dormir, e, para isso, podemos utilizar a linguagem verbal escrita, falada, bem como a linguagem não verbal. Para cada momento em que utilizamos essa ferramenta chamada linguagem, de forma consciente ou intuitiva, verificamos um esquema mínimo, uma estrutura que nos permite criar e compreender mensagens, conforme demonstrado a seguir.

Essa estrutura com a presença de seis elementos da comunicação foi divulgada por Roman Jakobson, linguista russo e um dos grandes teóricos que apresentaram ao mundo estudos referentes à linguagem e à comunicação.

De acordo com os seus estudos, em todos os atos comunicativos podemos perceber a presença de seis elementos: emissor (locutor), receptor (interlocutor), mensagem, canal, código e referente. Na ausência ou no mau uso de um dos elementos, diz-se que houve ruído na comunicação, o que significa dizer que ela não foi bem-sucedida. Nesse sentido, é importante conhecermos os elementos, para que possamos fazer um bom uso deles e estabelecermos atos comunicativos eficazes.

  • Emissor ou locutor — quem elabora a mensagem, quem diz.
  • Receptor ou interlocutor — a quem a mensagem é dirigida, por quem ela é captada.
  • Mensagem — texto verbal ou não verbal propriamente dito, é a estrutura textual.
  • Referente ou contexto — o assunto que perpassa o ato comunicativo.
  • Canal ou veículo — o meio pelo qual a mensagem é difundida, divulgada, o seu veículo condutor.
  • Código — a forma como a mensagem organiza-se, é um conjunto de sinais organizados de maneira que tanto o locutor quanto o interlocutor conheçam e tenham acesso.

Para melhor ilustrarmos os elementos, tomemos como exemplo uma aula expositiva, ministrada por uma professora de língua portuguesa sobre elementos da comunicação.

  • A locutora seria a professora.
  • Os interlocutores seriam os estudantes.
  • A mensagem seria o texto verbal oral elaborado pela professora em seu ato de fala.
  • O referente seria elementos da comunicação, o assunto da aula.
  • O canal seria a voz da professora, impulsionada pelo ar que entra e sai de seus pulmões, utilizando-se também de seu aparelho fonador.
  • O código seria a língua portuguesa.

Leia também: Diferença entre língua e linguagem

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Qual a função da comunicação?

Em qualquer ato interativo, podemos perceber a presença dos seis elementos da comunicação.
Em qualquer ato interativo, podemos perceber a presença dos seis elementos da comunicação.

Os seres humanos, naturalmente, têm a necessidade de comunicarem-se, uma vez que, por meio desse processo, conseguimos não apenas estabelecer nossa permanência no planeta Terra mas também criar comunidades, sociedades, desenvolver tecnologias, saberes, ciências, e, acima, de tudo, conseguimos humanizar-nos.

É por meio da comunicação que nos relacionamos com o outro, construímos a empatia e o autoconhecimento. Sem ela, não seria possível, por exemplo, realizarmos trocas de ideias, de sentimentos, de opiniões, e, certamente, viveríamos fechados, isolados em um universo particular. Com ela, criamos vínculos de todas as naturezas, influenciamos e somos influenciados, edificamos a história e as memórias, e projetamos o futuro, interagindo e solidificando o conhecimento.

Relação entre os elementos da comunicação e as funções da linguagem

Todo ato comunicativo prevê uma intencionalidade. Por mais despretensioso que seja, a exemplo de uma conversa de elevador ou um “bom dia” via Whatsapp, quando nos comunicamos, temos uma razão para isso. E assim, a depender dos nossos objetivos, a linguagem pode cumprir diferentes funções: explicar, informar, expor um ponto de vista, realizar trabalho estético com o texto, manter a comunicação em curso e/ou persuadir, influenciar, convencer.

Cada uma das funções da linguagem está vinculada a um determinado elemento da comunicação. Vejamos:

1. Se o foco está no emissor (locutor), a linguagem cumpre a função de expressar uma opinião, um ponto de vista, emoções e sentimentos daquele que fala — função emotiva ou expressiva;

2. Se o foco está no receptor (interlocutor), a linguagem cumpre a função de convencer, persuadir, influenciar, levar o interlocutor a assumir determinada postura ou pensamento — função apelativa ou conativa;

3. Se a ênfase é dada ao referente (contexto), a linguagem despe-se de subjetividades e tende a apresentar dados, informações, situações e fatos da realidade — função referencial;

4. Se a ênfase é dada à própria mensagem, com o objetivo de trabalhá-la esteticamente — função poética;

5. Quando o foco é dado ao canal (veículo), e o objetivo é manter a comunicação em curso — função fática ou de contato;

6. Finalmente, ao dar-se ênfase ao código, quando a intencionalidade é a de explicar — função metalinguística.

Leia mais: Pleonasmos viciosos mais comuns na língua portuguesa

Exercícios resolvidos

Questão 01 (Enem - adaptada)

Desabafo

Desculpem-me, mas não dá pra fazer uma cronicazinha divertida hoje. Simplesmente não dá. Não tem como disfarçar: esta é uma típica manhã de segunda-feira. A começar pela luz acesa da sala que esqueci ontem à noite. Seis recados para serem respondidos na secretária eletrônica. Recados chatos. Contas para pagar que venceram ontem. Estou nervoso. Estou zangado.

CARNEIRO, J. E. Veja, 11 set. 2002 (fragmento).

Nos textos em geral, é comum a manifestação simultânea de várias funções da linguagem, com o predomínio, entretanto, de uma sobre as outras. No fragmento da crônica Desabafo, a função da linguagem predominante é a emotiva ou expressiva, pois

A) o discurso do enunciador tem como foco o próprio código.

B) a atitude do enunciador (emissor) sobrepõe-se àquilo que está sendo dito.

C) o interlocutor é o foco do enunciador na construção da mensagem.

D) o referente é o elemento que se sobressai em detrimento dos demais.

E) o enunciador tem como objetivo principal a manutenção da comunicação.

Solução

Alternativa B

Questão 02 (Enem 2016)

Ler não é decifrar, como num jogo de adivinhações, o sentido de um texto. É, a partir do texto, ser capaz de atribuir-lhe significado, conseguir relacioná-lo a todos os outros textos significativos para cada um, reconhecer nele o tipo de leitura que seu autor pretendia e, dono da própria vontade, entregar-se a essa leitura, ou rebelar-se contra ela, propondo uma outra não prevista.

(LAJOLO, M. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. São Paulo: Ática, 1993)

Nesse texto, a autora apresenta reflexões sobre o processo de produção de sentidos, valendo-se da metalinguagem. Essa função da linguagem torna-se evidente pelo fato de o texto

A) ressaltar a importância da intertextualidade.

B) propor leituras diferentes das previsíveis.

C) apresentar o ponto de vista da autora.

D) discorrer sobre o ato da leitura.

E) focar a participação do leitor.

Solução

Alternativa B

Questão 03 Estabeleça a relação entre as colunas, numerando a segunda de acordo com os elementos do processo de comunicação expressos na primeira:

( 1 ) emissor

( 2 ) receptor

( 3 ) código

( 4 ) canal

( 5 ) mensagem

( 6 ) referente

(  ) É quem elabora a mensagem, quem diz.

(  ) Conjunto de sinais organizados de maneira que tanto o locutor quanto o interlocutor conheçam e tenham acesso.

(  ) Assunto, contexto.

(  ) A quem a mensagem é dirigida.

(  ) Texto em si.

(  ) Meio pelo qual a mensagem chega ao receptor.

Solução

1-3-6-2-5-4

 

Por Sara de Castro

Professora de Redação

 

 

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CASTRO, Sara de. "Elementos da comunicação"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.brhttps://brasilescola.uol.com.br/redacao/elementos-presentes-no-ato-comunicacao.htm. Acesso em 17 de dezembro de 2020.

Lista de Exercícios
Questão 1

Depreende-se que a linguagem é vista como meio de interação social entre os indivíduos de uma comunidade. Partindo desse pressuposto, relate acerca da relação que se estabelece entre os interlocutores envolvidos.

Questão 2

Eis que segue uma das criações artísticas do poeta Fernando Pessoa. Após analisá-la, elucide os elementos em questão:
Mar português

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!

Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.

Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fonte: http://www.grijalvo.com/Citas/b_Pessoa_Mar_portugues.htm

a- emissor
b- receptor
c- mensagem
d- código
e- canal
f- contexto.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Monografias Brasil Escola