Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Principais grupos terroristas da atualidade

Os principais grupos terroristas da atualidade são grupos violentos que têm como objetivo a imposição e a expansão dos seus ideais extremistas e fundamentalistas.

Silhuetas de pessoas armadas como representação dos principais grupos terroristas da atualidade.
Grupos terroristas são movidos pelo fundamentalismo ou por questões políticas e étnicas, valendo-se de atos violentos para defender suas causas.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Os principais grupos terroristas da atualidade são:

  • Al-Qaeda;

  • Boko Haram;

  • Estado Islâmico;

  • Farc;

  • Novo IRA;

  • Talibã.

Trata-se de grupos políticos ou fundamentalistas religiosos que, para defenderem suas causas e atingirem seus objetivos, valem-se de atos violentos e ataques ao patrimônio (público e privado) como forma de intimidação. Os grupos terroristas não ficam restritos ao seu país de origem e, em muitos casos, possuem membros e filiais em outros territórios, ampliando assim a sua escala de atuação.

Leia também: Hamas — uma organização considerada terrorista por Israel, pelos Estados Unidos e pela União Europeia

Tópicos deste artigo

Resumo sobre os principais grupos terroristas da atualidade

  • Grupos terroristas são formados por indivíduos com um propósito em comum que, motivados por pelo fundamentalismo religioso ou ideologias políticas, cometem atos violentos para alcançar seus objetivos.

  • Existem dezenas de grupos terroristas agindo no mundo todo atualmente. Os principais são: Al-Qaeda, Boko Haram, Estado Islâmico, Farc, Novo IRA e Talibã.

  • Alguns desses grupos possuem membros e ramificações em diversos países e territórios, não se restringindo à sua área de atuação direta.

  • Embora já se tenha identificado a presença de membros desses grupos terroristas no Brasil, o país não é alvo direto de ataques e atentados realizados por eles.

O que são grupos terroristas?

Grupos terroristas são grupos políticos ou fundamentalistas religiosos que se engajam em atos violentos para impor sua visão de mundo (crenças ou ideologias radicais). Esses grupos terroristas realizam ações como bombardeios, ataques com armas brancas ou de fogo, sequestros e outros métodos que geram vítimas e destroem edifícios públicos e particulares com o propósito de influenciar a opinião pública e, ao mesmo tempo, intimidar a população.

Como adiantamos, os grupos terroristas têm motivações diversas: políticas, religiosas ou étnicas. Muitos dos grupos que conheceremos a seguir não atuam somente no seu país ou região de origem e possuem membros ou ramificações em outros territórios por meio de ações coordenadas ou independentes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são os principais grupos terroristas da atualidade?

Existem dezenas (ou centenas) de grupos terroristas em atuação em diversos países e territórios ao redor do planeta, cujas ações resultam em milhares de vítimas e refugiados, no acirramento de tensões geopolíticas e no aprofundamento das desigualdades socioeconômicas nos países em que atuam. A seguir, confira alguns dos principais grupos terroristas da atualidade.

Al-Qaeda

Bandeira da Al-Qaeda, um dos principais grupos terroristas da atualidade.
Bandeira da Al-Qaeda.
  • Fundação: 1988, por Osama bin Laden.

  • Área onde está presente: predominantemente no Sul do continente asiático, na região do Magreb, no Norte da África e no Oriente Médio, com apoiadores em países de diversas outras regiões do planeta.

  • Objetivos: a Al-Qaeda é um grupo fundamentalista islâmico que atua com o objetivo de afastar a influência dos elementos da cultura ocidental e seus costumes nos países muçulmanos do mundo árabe e manter suas tradições, além de agir contra aqueles que, na interpretação do grupo, deturparem o islamismo. Tem como base uma interpretação extremista da sharia, a lei islâmica.

  • Breve histórico: a Al-Qaeda tem suas raízes na Guerra do Afeganistão (1979), quando movimentos de resistência ao governo socialista e à influência da União Soviética se formaram no país e originaram grupos armados, ou milícias. Durante a década de 1990, pouco tempo depois de sua criação, a Al-Qaeda deu início à sua ofensiva contra os Estados Unidos, que culminou nos ataques terroristas em solo estadunidense do dia 11 de setembro de 2001. Cerca de uma década mais tarde, o fundador do grupo foi capturado e morto no Paquistão. Essa ação não interrompeu as atividades da Al-Qaeda, que assumiu ataques como o de janeiro de 2015 na sede do jornal Charlie Hebdo, na França.

Para saber mais sobre a Al-Qaeda, clique aqui.

Boko Haram

Manifestantes segurando placas em protesto contra ações de sequestro feitas pelo grupo terrorista Boko Haram.
Os cartazes pedem o retorno das meninas sequestradas pelo Boko Haram em 2014 e demandam ajuda na luta da Nigéria contra o Boko Haram. [1]
  • Fundação: surgiu na Nigéria em 2002, fundado pelo líder religioso Mohammed Yusuf.

  • Áreas onde está presente: Nigéria, Níger, Chade e Camarões.

  • Objetivos: trata-se de um grupo extremista islâmico, seguidor da vertente tradicional do Islã (sunitas) e jihadista. Assim sendo, atua com o objetivo de difundir a religião islâmica pelos territórios onde está presente e impor a sharia para, com isso, constituir uma grande república islâmica. O Boko Haram combate também a influência da cultura ocidental sobre a Nigéria.

  • Breve histórico: embora exista desde o início dos anos 2000, as ações do Boko Haram ganharam projeção internacional em 2014, quando invadiu uma escola na cidade de Chibok, na Nigéria, e sequestrou 276 jovens entre 16 e 18 anos, todas mulheres. Relatos afirmam que essas meninas foram utilizadas em confrontos e vendidas como escravas a membros do próprio grupo. Algumas conseguiram escapar e, de acordo com a ONU, 96 ainda permaneciam em cativeiro até abril de 2023. O método de atuação do Boko Haram se tornou ainda mais violento após o assassinato de seu líder em 2009, com milhares de vítimas feitas pelo grupo desde então.

Para saber mais sobre o Boko Haram, clique aqui.

Estado Islâmico

  • Fundação: surgiu como uma ramificação da Al-Qaeda após os atentados de 2001, mas rompeu definitivamente com o grupo em 2014.

  • Áreas onde está presente: Iraque e Síria, principalmente, e outros países, por meio de células e filiais localizadas na Ásia e na África.

  • Objetivos: o Estado Islâmico é um grupo extremista sunita que atua para a implementação da lei islâmica em escala mundial, formando assim um califado que seria regido por um governo estritamente baseado na sua interpretação radical e restritiva da sharia.

  • Breve histórico: o Estado Islâmico é um dos grupos extremistas mais conhecidos do mundo e possui uma série de adeptos em países que não necessariamente se situam no Hemisfério Oriental, ou seja, de maioria muçulmana. Apresenta uma das interpretações mais radicais da sharia, e é nela que baseia a sua jihad, ou guerra santa. Dentre os atentados cuja autoria foi reconhecida pelo Estado Islâmico está o ataque a uma casa de shows em Paris em 13 de novembro de 2015, que resultou em 130 mortes e centenas de feridos.

Para saber mais sobre o Estado Islâmico, clique aqui.

Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia)

Bandeira das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) em uniforme militar.
Bandeira das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia em uniforme militar.
  • Fundação: foi fundada por Pedro Antonio Marín em 1964, na Colômbia.

  • Áreas onde está presente: Colômbia, na América do Sul.

  • Objetivos: as Farc atuam, recentemente, para a reunificação dos dissidentes e dos demais grupos de ideologia semelhante no território colombiano|1|.

  • Breve histórico: as Farc não surgiram como um grupo terrorista, classificação que muitos analistas adotam no período recente. Baseadas em uma ideologia marxista-leninista, as Farc eram um grupo guerrilheiro que tinha como objetivo inicial a realização da reforma agrária na Colômbia e a garantia de, com transformações no campo, reduzir as desigualdades socioeconômicas. No entanto, a atuação das Farc começou a se transformar durante a década de 1980 e passou a incluir atos como sequestros e atentados contra a população civil, afastando o apoio popular que a guerrilha mantinha. Sua associação com o narcotráfico e o recrudescimento de seus métodos de atuação, especialmente na fronteira com a Venezuela, levaram à sua classificação como um grupo terrorista por muitos.

Para saber mais sobre as Farc, clique aqui.

Novo IRA (New Irish Republican Army ou Novo Exército Republicano Irlandês)

  • Fundação: em 1919, foi fundado o IRA na Irlanda do Norte.

  • Áreas onde está presente: Irlanda do Norte, país europeu localizado na ilha da Irlanda.

  • Objetivos: as ações do grupo separatista tinham como objetivo a independência da Irlanda do Norte com relação ao Reino Unido e a reunificação os territórios da Irlanda.

  • Breve histórico: O IRA atuou de maneira mais intensa a partir de meados do século XX, quando os métodos utilizados pelo grupo poderiam ser descritos como atos terroristas que envolveram ataques com armas e bombas. Mediante a assinatura de um acordo de paz em 1998, dissidentes do grupo formaram o Real IRA, renomeado depois para Novo IRA, que está em atuação até o presente.

Talibã

Bandeira do Afeganistão sob o domínio do Talibã.
Bandeira do Afeganistão sob o domínio do Talibã.
  • Fundação: 1994, no Afeganistão.

  • Áreas onde está presente: Afeganistão e Paquistão.

  • Objetivos: sendo um grupo fundamentalista islâmico, o Talibã visa à implementação da lei islâmica (sharia) sobre as áreas em que exerce domínio, mediante uma interpretação rígida e extrema. Pretende, além disso, extinguir toda influência ocidental nos costumes e na cultura dos seus territórios.

  • Breve histórico: o Talibã foi criado no contexto da Guerra do Afeganistão (1979), quando grupos paramilitares (ou milícias) surgiram com o objetivo de reverter a dominação soviética e a instalação de um governo socialista no país. O grupo fundamentalista exerceu domínio sobre o Afeganistão entre 1996 e 2001 e só saiu do poder mediante a ação das tropas estadunidenses no país na Guerra do Afeganistão (2001). Em 2021, os Estados Unidos terminaram a retirada de seus militares do país, e, no dia 15 de agosto daquele mesmo ano, o Talibã retomou o poder no Afeganistão e hoje governa o país mediante rígidas regras de conduta, afetando principalmente mulheres e minorias étnicas e religiosas.

Confira nosso podcast: Talibã e a retomada do poder no Afeganistão

Grupos terroristas no Brasil

O Brasil não possui grupos terroristas organizados, conforme estudamos até aqui. Segundo a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o país também não é alvo direto da ação de grupos que agem com maior frequência no cenário internacional, embora a Polícia Federal tenha descoberto a presença de um membro da Al-Qaeda no Brasil, em 2009, que atuava na coordenação e no suporte a ações realizadas em outros territórios.

Diante do risco que esses grupos podem oferecer e do recrutamento de membros em todo o mundo por vias cada vez mais acessíveis, como a internet, o Brasil sancionou, em 2016, a Lei nº 13.260 de 16 de março de 2016, mais conhecida como Lei Antiterrorismo. A Abin é a agência responsável por identificar suspeitas de terrorismo no território brasileiro, o que faz mediante investigação minuciosa que pode acontecer com a colaboração de agências de inteligência de outros países.

Crédito de imagem

[1] rSnapshotPhotos / Shutterstock

Fontes

ABIN. Terrorismo. Agência Brasileira de Inteligência, 23 set. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/abin/pt-br/assuntos/fontes-de-ameacas/terrorismo.

BLUME, Bruno André. O que é terrorismo? Politize, 16 jan. 2023. Disponível em: https://www.politize.com.br/terrorismo-o-que-e/.

CIA. Terrorist Organizations. CIA: The World Factbook, [S.I.]. Disponível em: https://www.cia.gov/the-world-factbook/references/terrorist-organizations/.

G1. O que é Estado Islâmico? G1, 21 jul. 2016. Disponível em: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/07/o-que-e-o-estado-islamico.html.

LANGE, Maria Luisa. As FARC e o governo colombiano: entre a guerra e a paz. Politize, 04 jul. 2017. Disponível em: https://www.politize.com.br/farc-entre-a-guerra-e-a-paz/.

REDAÇÃO. Após nove anos do sequestro de meninas na Nigéria, 96 seguem em cativeiro. ONU News, 16 abril 2023. Disponível em: https://news.un.org/pt/story/2023/04/1812937.

REDAÇÃO. Exclusivo: documentos da CIA, FBI e PF mostram como age a rede do terror islâmico no Brasil. Veja, 02 abril 2011. Disponível em: https://veja.abril.com.br/mundo/exclusivo-documentos-da-cia-fbi-e-pf-mostram-como-age-a-rede-do-terror-islamico-no-brasil/.

REDAÇÃO. Irlanda do Norte celebra 25 anos de acordo de paz em meio a escalada nos conflitos. Estadão, 11 abr. 2023. Disponível em: https://www.estadao.com.br/internacional/relembre-como-foi-selado-o-acordo-de-paz-da-irlanda-do-norte-que-completou-25-anos-npri/.

SOUZA, Isabela. Al-Qaeda: conheça o grupo fundado por Osama Bin Laden. Politize, 25 ago. 2017. Disponível em: https://www.politize.com.br/al-qaeda/.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Principais grupos terroristas da atualidade"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/grupos-terroristas-mundo.htm. Acesso em 21 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Artigos Relacionados


Al-Qaeda

Clique aqui para aprender mais sobre a Al-Qaeda, a organização fundamentalista que surgiu na década de 1980. Saiba sobre sua atuação nos últimos anos.
Geografia

Atentados de 11 de setembro

Clique aqui e saiba mais sobre os atentados de 11 de setembro. Acesse nosso texto e entenda por que os ataques aconteceram, como foram e suas consequências.
História Geral

Atentados de 13 de novembro em Paris

Fique sabendo o que foram os atentados de 13 de novembro em Paris, organizados e executados pela organização terrorista Estado Islâmico.
História Geral

Estado Islâmico: o novo califado extremista

Clique aqui e saiba mais sobre o Estado Islâmico, organização que tem deixado o mundo em alerta e vem remodelando as fronteiras do Oriente Médio.
Geografia

Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia)

Clique aqui e entenda o que são as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Conheça suas origens, seus objetivos, sua ideologia e sua estrutura.
História

Hamas

Clique no link e veja mais detalhes sobre o Hamas, organização que surgiu na Palestina e que luta contra Israel. Entenda todo o contexto que envolve essa organização.
História Geral

O que é terrorismo?

Acesse para saber o que se entende por terrorismo. Veja uma definição sobre esse conceito, bem como exemplos de ações terroristas.
História

Os EUA e a Guerra ao Terror

Conheça a doutrina bélica do presidente Bush que deu início à Guerra ao Terror e marcou as ações militares no início do século XXI.
Guerras

Talibã e a retomada do poder no Afeganistão

Acesse o texto para aprender sobre a história do Talibã, grupo que governou o Afeganistão de 1996 a 2001. Entenda como retomaram o poder em 2021.
História Geral