Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Fortaleza

Geografia do Brasil

Fortaleza é uma cidade brasileira, capital do Ceará, localizada na Região Nordeste. É o centro político e econômico do estado, além de possuir a quinta maior população do país.
Bandeira de Fortaleza
Bandeira de Fortaleza
PUBLICIDADE

Fortaleza é uma cidade brasileira da Região Nordeste do país. Está localizada no Ceará e abriga a sede do governo estadual. Passou por um rápido e intenso processo de urbanização e desenvolvimento econômico, sendo hoje um dos principais polos industriais da região. A cidade é considerada uma metrópole e, com mais de 2,6 milhões de habitantes, é uma das capitais mais populosas do Brasil.

Leia também: Quais são as capitais dos estados brasileiros?

Dados gerais de Fortaleza

  • Gentílico: fortalezense.

  • Localização: Região Nordeste.

  • País: Brasil.

  • Unidade federativa: Ceará.

  • Região intermediária[1]: Fortaleza.

  • Região imediata[1]: Fortaleza.

  • Região metropolitana: Região Metropolitana de Fortaleza ou Grande Fortaleza.

    • Composta pelos seguintes municípios: Fortaleza, Trairi, Paraipaba, Paracuru, São Gonçalo do Amarante, São Luís do Curu, Caucaia, Maranguape, Maracanaú, Guaiúba, Pacatuba, Itaitinga, Eusébio, Aquiraz, Horizonte, Pacajus, Pindoretama, Chorozinho, Cascavel.

  • Municípios limítrofes: Caucaia, Maracanaú, Pacatuba, Itaitinga, Eusébio, Aquiraz.

Geografia

  • Área total: 312,353 km² (IBGE, 2020).

  • População total: 2.686.612 habitantes (IBGE, 2020).

  • Densidade: 7.786,44 hab./km² (IBGE, 2010).

  • Clima: tropical.

  • Altitude: 16 metros.

  • Fuso horário: GMT -3 horas.

Histórico

  • Fundação: 13 de abril de 1726.

Leia também: Manaus capital do estado do Amazonas e a cidade mais populosa do Norte

Geografia de Fortaleza

Fortaleza é um município brasileiro localizado no litoral nordeste do país, na unidade federativa do Ceará. Desempenha o papel de capital estadual, uma vez que abriga a sede do governo cearense. A cidade de Fortaleza é uma metrópole e forma a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) ou Grande Fortaleza, composta por 19 municípios.

A capital cearense possui área de 312,353 km², sendo a 22ª capital brasileira em área. Seu território tem saída para o Oceano Atlântico ao norte e parte do leste, enquanto faz divisa com outros seis municípios:

  • Caucaia, a oeste e noroeste;

  • Maracanaú, Pacatuba e Itatinga, ao sul;

  • Eusébio, a sudeste e a leste;

  • Aquiraz, a leste.

Foto aérea da cidade de Fortaleza.
Vista de uma parte da cidade de Fortaleza, capital do Ceará.

Vejamos, na sequência, algumas das principais características físicas da cidade de Fortaleza.

  • Clima de Fortaleza

Situado no litoral nordeste, o município de Fortaleza dispõe de um clima tropical quente sub-úmido. As temperaturas são elevadas na maior parte do ano, com mínimas que superam os 20º C e média de 27º C. As chuvas se concentram nos meses de verão e outono (janeiro a maio), registrando anualmente 1.338 mm de pluviosidade.

  • Relevo de Fortaleza

Os terrenos que compõem Fortaleza pertencem ao domínio das planícies e terras baixas costeiras, conforme a classificação de Aziz Ab’Sáber. Dessa forma, a cidade possui um relevo predominantemente plano, composto pelas planícies fluviais e litorânea, além dos tabuleiros pré-litorâneos. Sua altitude é de 16 metros em relação ao nível do mar.

  • Vegetação de Fortaleza

Assim como todo o estado do Ceará, Fortaleza integra o bioma Caatinga. Entretanto, em função da sua posição e dos elevados índices de umidade, exibe cobertura vegetal característica de áreas litorâneas, como florestas, mangues e dunas.

  • Hidrografia de Fortaleza

Alguns dos principais rios que banham o Ceará atravessam a capital até a sua foz no litoral fortalezense. São eles os rios Ceará, Maranguapinho, Pacoti, Cocó e Pacoti.

Dentre as lagoas que se formaram nos limites do município se destacam a Lagoa de Parangaba, a maior delas e uma importante área de lazer e recreação para os moradores do bairro de mesmo nome, e a Lagoa de Precabura.

Mapa de Fortaleza

Imagem de parte do mapa do litoral nordestino brasileiro com a marcação sobre a cidade de Fortaleza.
Localização de Fortaleza, capital cearense.

Demografia de Fortaleza

A cidade de Fortaleza conta atualmente com uma população de 2.686.612 pessoas, de acordo com as estimativas do IBGE para 2020. Trata-se da maior cidade do Ceará e reúne um contingente de 29% da população estadual. Fortaleza é ainda a quinta maior capital brasileira e a segunda da Região Nordeste, atrás apenas de Salvador (BA). As informações de 2018 do IBGE mostram que a Região Metropolitana de Fortaleza possui pouco mais de 4 milhões de habitantes, sendo, assim, a sexta região metropolitana mais populosa do Brasil e primeira da sua região.

Além de populosa, a capital cearense é uma das mais povoadas cidades brasileiras. A distribuição populacional de Fortaleza é da ordem de 7.786,44 hab./km² (IBGE, 2010). Destaca-se que quase todos os domicílios fortalezenses integram a sua zona urbana.

Com relação à composição populacional, tem-se que:

  • 57,23% dos fortalezenses se autodeclaram pardos;

  • 36,78%, brancos;

  • 4,52%, negros;

  • 1,35%, amarelos;

  • 0,13%, indígenas.

O IBGE levanta ainda as informações relacionadas à religiosidade das populações. Em Fortaleza, a maioria se declara como sendo católica (67,8%), 21,3% são evangélicos e 1,2% é espírita.

Veja também: As 20 cidades mais populosas do mundo

Divisão geográfica de Fortaleza

A cidade de Fortaleza é composta atualmente por 121 bairros. No ano de 2019, foi aprovada uma nova divisão territorial da capital cearense cujo processo de implantação teve início dois anos mais tarde, em 2021.

A nova configuração estabelece que os bairros sejam agrupados em 39 territórios administrativos, os quais, de acordo com a Prefeitura de Fortaleza, foram determinados por critérios como extensão, número de habitantes, aspectos culturais e utilização de equipamentos públicos |1|. Os territórios compõem, por sua vez, as chamadas Regionais, que são agora em número de doze.

Economia de Fortaleza

Fortaleza representa a maior economia municipal da Região Nordeste, tendo superado a capital baiana, Salvador, no ano de 2018, conforme apontam os dados do IBGE. A cidade cearense soma um Produto Interno Bruto (PIB) de aproximadamente R$ 67 bilhões, o que a coloca, ainda, na 9ª colocação entre as cidades de todo o Brasil. Considera-se Fortaleza como um dos principais centros econômicos regionais e uma importante referência nacional.

O setor terciário responde pela maior parcela do PIB, com grande destaque para o comércio e para as atividades direta e indiretamente ligadas ao ramo do turismo. A cidade de Fortaleza é um dos principais destinos turísticos do Nordeste, de acordo com o Ministério do Turismo em 2021. A capital cearense conta com 34 km de litoral, onde estão situadas dezenas de praias, como a Praia do Futuro, uma das mais famosas e movimentadas, além de outros atrativos, como parques aquáticos, parques ecológicos, centros culturais e complexos hoteleiros.

Foto aérea de um parque aquático com diversos tobogãs.
Com diversos atrativos, Fortaleza é um dos principais destinos turísticos do Nordeste brasileiro.[1]

A RMF concentra os principais polos industriais do Ceará, onde se encontram empresas de diversos setores produtivos. Na capital propriamente dita, a indústria de transformação é o principal deles, sobretudo a produção têxtil e de vestuário. Uma refinaria da Petrobras, produtora de asfalto e óleos lubrificantes, fica situada em Fortaleza. O setor petrolífero se destaca nas exportações com o envio de óleos e minerais betuminosos ao exterior.

A pesca e a comercialização de peixes e crustáceos, sobretudo para o mercado externo, é uma das principais atividades componentes do setor primário. A agropecuária possui baixa participação na economia fortalezense, com gêneros como coco-da-baía, manga, banana e castanha-de-caju.

Governo de Fortaleza

O governo de Fortaleza é do tipo democrático representativo. A população elege os seus representantes por meio do pleito municipal, que é realizado a cada quatro anos. À frente do Poder Executivo está o prefeito, enquanto a Câmara Legislativa da cidade é formada por 43 vereadores.

A cidade desempenha ainda o papel de capital do Ceará, abrigando a sede do governo estadual. Esta fica localizada no prédio do Palácio da Abolição.

Infraestrutura de Fortaleza

A cidade de Fortaleza tem aproximadamente 710 mil domicílios, a maior parte dos quais fica na zona urbana. A grande parte deles está conectada à rede municipal de fornecimento de água, enquanto a quase totalidade possui acesso à energia elétrica. Destaca-se que o estado do Ceará é um dos maiores geradores de energia eólica do Brasil, o que se deve à sua posição geográfica favorável.

O primeiro parque eólico cearense, a Central Eólica Mucuripe, foi construído na capital, em 1997. Ainda com relação à infraestrutura urbana de Fortaleza, o Censo do IBGE indica que 74% da cidade possui esgotamento sanitário adequado.

Os deslocamentos na cidade e na sua região metropolitana podem ser feitos por meio dos ônibus, táxis, carros particulares e também da rede metroviária, conhecida como Metrofor. A cidade possui conexão com diversas outras áreas urbanas da região e de todo o país por meio das rodovias federais e estaduais, além dos aeroportos. O principal deles é o Aeroporto Internacional Pinto Martins, que fica no centro de Fortaleza. O transporte hidroviário de cargas e também de passageiros é realizado pelos portos, com destaque para o Porto de Mucuripe (ou Porto de Fortaleza).

Cultura de Fortaleza

A cultura fortalezense foi constituída com a contribuição de diversos povos que compuseram a população do Ceará desde o início de sua formação, como portugueses, africanos, indígenas e migrantes de diversas outras regiões do país.

Fortaleza reúne muitos centros culturais e estruturas destinadas à preservação e valorização da cultura local e estadual, como o Museu do Ceará, a Casa José de Alencar, onde viveu o escritor de mesmo nome e tombada como patrimônio nacional, o Museu do Humor Cearense, além de diversos outros museus, teatros e centros de lazer.

Algumas das celebrações realizadas na capital cearense são o aniversário da cidade em 13 de abril, o Carnaval, o Dia do Maracatu, as festas religiosas de Nossa Senhora de Fátima e da padroeira da cidade, Nossa Senhora de Assunção, festivais de cinema, música e de moda, a Bienal do Livro do Ceará e outros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História de Fortaleza

Hoje centro econômico e político do estado do Ceará, a cidade de Fortaleza nem sempre teve esse status. No início do século XVII, quando se iniciou o processo de colonização daquele território, a área onde hoje se localiza a cidade não despertava o interesse dos portugueses, e muito tempo se passou até que eles estabelecessem seu domínio sobre ela.

O povoamento de Fortaleza começou nos arredores do Forte de Nossa Senhora de Assunção, nas proximidades do Rio Pajeú. A invasão dos holandeses no Nordeste brasileiro, em meados do século XVII, abrangeu o então povoado, o que chamou a atenção dos portugueses para a necessidade de ampliar a sua presença naquele território. Após a expulsão dos holandeses, os colonizadores se dirigiram para aquela região e criaram a Vila de Fortaleza no ano de 1699. Aos poucos ela foi se desenvolvendo economicamente, mas ainda não exercia influência regional.

Fortaleza se tornou oficialmente um município no ano de 1725, por meio de uma resolução régia. Um ano mais tarde, em 13 de abril de 1726, foi oficializada como sede do distrito. A cidade passou a se destacar localmente com o declínio das atividades econômicas que eram desenvolvidas na região, notadamente a pecuária, e o ganho de autonomia da capitania cearense ao final do século XVIII. Nesse mesmo período, ela se tornou a capital do Ceará.

O processo de urbanização de Fortaleza ganhou forças no início do século XX, coincidindo com a sua rápida ocupação e desenvolvimento econômico, que se processou a partir dos anos 1950. Com o atual status de metrópole, Fortaleza se tornou a quinta maior cidade do país e um importante polo econômico da Região Nordeste.

Nota

|1| Entenda a nova territorialização administrativa de Fortaleza. Prefeitura de Fortaleza, 07 jan. 2021. Disponível aqui. Acesso em 11 jun. 2021.

Crédito da imagem

[1] Caio Pederneiras / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Fortaleza"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/fortaleza.htm. Acesso em 19 de outubro de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça alguns aspectos geográficos de Brasília e a organização territorial dessa cidade. Confira também alguns indicadores sociais da capital brasileira.
Conheça quais são as capitais do Brasil e seus respectivos estados. Saiba como essas capitais distribuem-se pelo Brasil e quais foram as capitais federais.
Conheça os estados do Brasil. Descubra quais são suas capitais e siglas e em quais regiões do país eles estão localizados. Veja os principais dados de cada estado.
Leia nosso texto sobre Goiânia e conheça um pouco sobre a capital de Goiás. Aprenda sobre a sua geografia e seus aspectos econômicos, populacionais e culturais.
Amplie seus conhecimentos sobre a cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas. Saiba mais sobre seus aspectos geográficos, população, economia e história.
Leia nosso texto e conheça a cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte. Aprenda sobre seus aspectos geográficos, e entenda a sua importância para o estado.
Leia nosso texto sobre Recife e conheça um pouco da Veneza Brasileira, como é chamada. Saiba mais sobre a geografia, população e economia da capital pernambucana.
Tire um tempo para ler sobre a cidade de Salvador. Ela foi a primeira capital do Brasil e é a maior cidade do Nordeste. Conheça sua geografia, economia e população.
Conheça mais sobre a indústria, comércio, agricultura e pecuária de São Paulo. Clique!
Leia nosso texto sobre Vitória e conheça um pouco da capital do Espírito Santo. Saiba mais sobre seus aspectos físicos, econômicos, demográficos e culturais.