Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Zebras

Animais

Zebras são mamíferos herbívoros encontrados na África. Elas pertencem ao gênero Equus, mesmo gênero dos cavalos.
As zebras-das-planícies possuem listras mais largas que outras espécies de zebras.
As zebras-das-planícies possuem listras mais largas que outras espécies de zebras.
PUBLICIDADE

Zebras são animais herbívoros que fazem parte do gênero Equus, no qual estão também o cavalo, o burro e o asno. Atualmente há três espécies do gênero Equus conhecidas pelo nome de zebra, e todas apresentam um padrão de pelagem característico, com listras brancas e pretas por todo seu corpo. A importância da presença dessas listras para o animal ainda é motivo de muita discussão entre os pesquisadores, sendo uma das hipóteses mais conhecidas e difundidas a de proteção contra predadores. As zebras são animais encontrados em diferentes partes da África.

Leia mais: Girafas – mamíferos nativos do continente africano e herbívoros

Resumo sobre zebras

  • Zebras são mamíferos herbívoros pertencentes ao mesmo gênero dos cavalos, burros e asnos.
  • Existem três espécies diferentes de zebras: Equus quagga (zebra-das-planícies), Equus grevyi (zebra-de-grevy) e Equus zebra (zebra-das-montanhas).
  • Todas as zebras apresentam listras em seu corpo, sendo a importância evolutiva dessas listras material de estudo para vários pesquisadores.
  • As zebras possuem um sistema de acasalamento em que um único macho acasala com diferentes fêmeas de seu rebanho.
  • As zebras, geralmente, dão à luz um único filhote, o qual é capaz de andar e correr logo após o nascimento.
  • A expectativa da vida das zebras varia muito no ambiente natural e no cativeiro, uma vez que naquele devem lidar com a escassez de recursos e com predadores.

Características gerais das zebras

As zebras são animais pertencentes ao gênero Equus, o mesmo dos cavalos. Assim como todos os membros do gênero, as zebras apresentam casco, cabeça grande e longa e olhos voltados para os lados. A localização dos olhos é uma característica importante em presas, pois permite uma visão mais ampla do ambiente, o que é essencial para visualizar possíveis predadores. Além dessas características, as zebras apresentam crina, cauda e tufos de cabelo localizados na ponta de sua cauda.

Uma das características mais marcantes das zebras é o seu padrão de pelagem. Todas as zebras, independentemente da espécie, apresentam um padrão de listras em preto e branco. Vale salientar, no entanto, que a forma como a listra está disposta no corpo no animal bem como o tamanho dela servem para diferenciar uma espécie da outra. Nas zebras-das-planícies, por exemplo, as listras são mais largas e tornam-se cada vez mais largas e horizontais à medida que seguem em direção aos flancos e parte traseira do animal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Na maioria dos indivíduos, as pontas das listras se encontram na barriga. As listras nos membros são mais estreitas e horizontais. As zebras-de-grevy e as zebras-das-montanhas apresentam listras mais estreitas e mais próximas que as encontradas nas zebras-das-planícies. Nas zebras-de-grevy, a barriga é completamente branca, ao contrário de outras espécies. É importante destacar ainda que cada zebra apresenta um padrão único de listras. Esse padrão funciona como as impressões digitais humanas, permitindo a identificação de cada indivíduo.

As zebras são animais que vivem em grupo, sendo, geralmente, observada a presença de um macho dominante e de fêmeas reprodutoras com seus filhotes jovens. A zebra-de-grevy destaca-se por ser a espécie menos social, com grupos que podem mudar sua composição rapidamente.

As zebras apresentam grande capacidade de comunicação. Pode-se notar, por exemplo, que, em diferentes situações, elas emitem sinais pela movimentação das orelhas. As orelhas para trás podem ser identificadas como um sinal de hostilidade. Além disso, esses animais podem emitir sons como relinchos e zurros.

Em estado selvagem, as zebras podem viver, em média, 20 anos, enquanto que, em cativeiro, podem chegar aos 40 anos. Essa diferença está no fato de que, no ambiente selvagem, esses animais precisam lutar por recursos e sobreviver a predadores. As zebras são predadas por animais como leões, hienas e crocodilos.

Leia mais: Diferenças entre crocodilo e jacaré

Espécies de zebras

Existem três espécies diferentes de zebras: Equus quagga (zebra-das-planícies), Equus grevyi (zebra-de-grevy) e Equus zebra (zebra-das-montanhas).

  • Zebra-das-planícies: é encontrada em praticamente todos os habitat da África, com exceção de locais como as florestas tropicais, os desertos e as florestas de dunas. Essas zebras vivem em grupos formados por um macho dominante, fêmeas e seus filhotes jovens. Ao longo do ano, as zebras-das-planícies fazem grandes migrações em busca de locais com maior disponibilidade de recursos. Atualmente estão classificadas pela IUCN como “quase ameaçadas”.
Zebra-de-grevy em gramado
A zebra-de-grevy é classificada como “ameaçada” pela IUCN.
  • Zebra-de-grevy: é encontrada em locais áridos e semiáridos onde há fontes de água permanentemente disponível. Diferentemente de outros representantes do gênero Equus, as zebras-de-grevy não apresentam grupos com estrutura social concreta, com a composição do rebanho podendo variar diariamente. Atualmente, a espécie está classificada como “ameaçada” pela IUCN.
  • Zebra-das-montanhas: como o nome sugere, vivem em áreas montanhosas e acidentadas. Movimentam-se para áreas mais baixas durante o inverno. Apresentam populações que consistem em grupos reprodutores e grupos de solteiros. Os grupos reprodutores são formados geralmente por um macho adulto e uma a três fêmeas e seus filhotes. Atualmente, a espécie está classificada como “vulnerável” pela IUCN.

A importância da listra das zebras

As zebras apresentam como característica mais marcante a presença de listras pretas e brancas. Essa presença é material de estudo para vários pesquisadores, que tentam compreender a importância desse padrão listrado para o animal. Várias hipóteses já foram propostas, sendo uma das mais conhecidas a proteção contra predadores.

De acordo com essa hipótese, a presença de listras confunde o predador e auxilia na camuflagem, sendo, portanto, uma vantagem evolutiva. Além dessa possibilidade, pesquisadores sugerem que as listras poderiam ajudar a evitar picadas de inseto e até mesmo na termorregulação.

No que diz respeito aos insetos, pesquisas mostram que moscas tendem a não pousar em superfícies listradas, sendo assim, a presença de listras evitaria que esses animais fossem picados. Já a hipótese da termorregulação afirma que as listras pretas auxiliariam no aquecimento das zebras pela manhã, enquanto as brancas ajudariam a refrescar os animais nos momentos de calor.

Leia mais: Por que as zebras são listradas?

Alimentação das zebras

Zebra-das-montanhas na natureza
A zebra-das-montanhas está classificada na IUCN como “vulnerável”.

As zebras são animais herbívoros que se alimentam, principalmente, de gramíneas, entretanto, ocasionalmente, podem comer cascas, galhos, ervas e folhas.

Reprodução das zebras

As zebras possuem um sistema de acasalamento polígino, ou seja, o macho possui mais de uma fêmea como companheira ao mesmo tempo. Esses animais podem copular durante todo o ano, com picos de nascimento variando entre as espécies. No caso das zebras-de-grevy, por exemplo, os filhotes nascem, geralmente, nos meses chuvosos do ano, com picos em maio e junho e em novembro e dezembro.

As zebras possuem um período de gestação de 10 a 12 meses e, geralmente, dão à luz um único filhote. Os filhotes de zebra ficam em pé logo após o nascimento, sendo capazes até mesmo de correr. O desmame ocorre, em média, antes de o filhote completar um ano. No caso das zebras-das-planícies, por exemplo, o desmame é completo após sete a 11 meses, porém as fêmeas podem continuar amamentando seu filhote até os 16 meses de idade.


Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Zebras"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/zebra.htm. Acesso em 04 de dezembro de 2021.

Artigos Relacionados
Clique aqui e conheça mais sobre os animais herbívoros. Neste texto falaremos sobre as adaptações para a herbivoria e conheceremos exemplos desses animais.
Saiba mais sobre o cavalo, um mamífero herbívoro que foi domesticado e atualmente apresenta grande importância econômica para os seres humanos.
Conheça a nova teoria que tenta explicar por que as zebras são listradas!
Relação ecológica interespecífica desarmônica que ocorre, principalmente, em carnívoros.