Topo
pesquisar

Processo de produção da cerveja

Química

O processo de produção da cerveja, cujo principal ingrediente é o malte, envolve diversas etapas, que vão desde a moagem de cereais até o envasamento em latas ou garrafas.
A cerveja é um líquido que apresenta em sua composição o malte
A cerveja é um líquido que apresenta em sua composição o malte
PUBLICIDADE

Conhecer o processo de produção da cerveja é saber como uma das bebidas alcoólicas mais conhecidas, no Brasil e no mundo, é produzida, seja por moldes artesanais (prática que vem ganhando cada vez mais adeptos), seja em escala industrial.

Ao redor do mundo, existem diversos tipos de cervejas (Lager, Pilsen, Bock, Mild, etc.), com variadas formas de produção, porém, neste texto, demonstraremos apenas quais são as principais etapas desse processo.

Matérias-primas utilizadas na produção da cerveja

Antes e conhecer as etapas do processo de produção da cerveja, é interessante conhecer quais são as principais matérias-primas utilizadas:

  • Malte – é um grão, produto da germinação (feita de forma artificial) e dessecação da cevada. Ele é o responsável por propriedades da cerveja como as visuais, gustativas e olfativas.

Observação: Além da cevada, outros cereais podem ser utilizados na obtenção do malte, como milho, centeio, trigo, entre outros. Vale ressaltar que a qualidade do malte obtido por fontes diferentes também será diferente. Disso provêm a coloração e o sabor distinto das diversas cervejas.


Alguns dos cereais que podem ser utilizados no processo de produção da cerveja

⇒ Extrato de lúpulo: é um extrato (líquido) retirado da planta denominado Lúpulo. A função do lúpulo é favorecer a formação da espuma na cerveja e impedir o desenvolvimento de microrganismos, além de promover sabor e aroma amargo.

⇒ Leveduras: são micro-organismos do reino fungi (principalmente, Saccharomyces cerevisiae ou Saccharomyces uvarum) usados com o objetivo de transformar os açúcares presentes na matéria-prima em etanol, dióxido de carbono e outros componentes que caracterizam o aroma e o gosto da cerveja.

Água potável.

Composição Nutricional

Independentemente do tipo de cerveja produzido, trata-se de uma bebida que apresenta diversos nutrientes, como:

Aminoácidos;

Carboidratos;

Proteínas;

Vitaminas;

Álcool;

Sais minerais.

Processo de produção da cerveja


Representação do processo de fabricação da cerveja

  • 1a etapa – Moagem: A fim de possibilitar a rápida extração e conversão dos componentes do malte, ele é moído, obtendo-se uma farinha grosseira. Os cereais não maltados são habitualmente aprovisionados com um grau de moagem adequado.
  • 2a etapa – Brassagem: nessa etapa, a farinha obtida na moagem é misturada com a água e deixada em repouso sob aquecimento entre 75 oC e 80 oC, durante duas a quatro horas, com verificação rotineira do pH nesse período.
  • 3a etapa – Filtração do mosto: A filtragem do mosto é realizada para retirar todos os componentes insolúveis presentes na mistura, durante aproximadamente três horas. O filtrado é o mosto, e o material retido no filtro pode ser utilizado como alimento para o gado.
  • 4a etapa – Ebulição do mosto: após o processo de filtração, o lúpulo é adicionado ao mosto, e logo em seguida, a mistura é submetida ao processo de ebulição (aquecimento) por um período de duas horas.


Durante o aquecimento do mosto misturado ao lúpulo, ocorre a esterilização da mistura e a liberação de componentes voláteis indesejáveis, bem como substâncias que agregam um melhor sabor à cerveja.

  • 5a etapa – Resfriamento: após a realização da ebulição, o mosto lupulado sofre um resfriamento até uma temperatura de 8 oC a 9 oC.
  • 6a etapa Fermentação: é a etapa em que a levedura é adicionada ao mosto lupulado, favorecendo a transformação dos açúcares em álcool e dióxido de carbono, durante um período de aproximadamente sete dias.
  • 7a etapa – Maturação e filtração: a cerveja é novamente filtrada para a retirada de resquícios da levedura e de outros componentes que possam ainda estar presentes, e em seguida é levemente aquecida novamente, para a eliminação de componentes voláteis, que não o álcool.
  • 8a etapa – Estabilização: após o novo aquecimento, a cerveja também é submetida um segundo resfriamento, agora em temperatura em torno de 0 ºC e 2 ºC, para uma melhor fixação das propriedades da cerveja.
  • 9a etapa – Clarificação: depois de estabilizada, a cerveja é submetida a uma última filtração, para a eliminação de qualquer partícula restante em suspensão. Logo em seguida, é armazenada em tanques.
  • 10a etapa – Enchimento: nessa última etapa do processo de produção, a cerveja será envasada, por exemplo, em garrafas ou latas.


É recomendado que antes de ser envasada a cerveja passe por um último processo de esterilização, que pode ser, por exemplo, por pasteurização.

Atenção! De acordo com a Lei nº 13.106/2015, vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar bebida alcoólica a criança ou a adolescente é crime.

Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Processo de produção da cerveja"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/processo-producao-cerveja.htm>. Acesso em 21 de janeiro de 2018.

Teste seus conhecimentos
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA