Topo
pesquisar

Redação nota 1000

Redação

Para tirar uma nota 1000 na redação, é preciso saber as características do gênero textual a ser escrito, assim como dominar o tema e a língua portuguesa.
PUBLICIDADE

Para atingir o nível ideal, a sonhada redação nota 1000, é necessário ter uma série de conhecimentos. Na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 30 linhas, é preciso criar um excelente texto dissertativo-argumentativo. Dominar a língua portuguesa, o tema solicitado e as características do gênero textual são fundamentais para chegar-se à nota máxima.

Redação nota 1000 no Enem

Na redação do Enem, exige-se dos candidatos a composição de um texto dissertativo-argumentativo com proposta de solução. Para compreender como fazer uma produção textual excelente nesse exame, é preciso estar atento, ao menos, para três pontos:

  • Domínio da língua portuguesa, tanto em seus aspectos gramaticais quanto em seus elementos de coesão e coerência;

  • Posse de uma boa bagagem sociocultural, ou seja, de conhecimentos diversificados e de qualidade acerca do tema abordado;

  • Deter clara percepção sobre as características estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Leia também: Dicas de redação para o Enem

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por que é importante tirar uma boa nota na redação do Enem?

A redação tem papel fundamental na prova do Enem. É muito importante tirar uma boa nota nessa área, pois ela representa — para além das particularidades de pesos na nota estabelecidos por cada instituição de ensino — 1000 pontos. Além disso, caso o aluno tire zero na redação do Exame Nacional do Ensino Médio, seu vestibular é considerado anulado, com as notas nas provas objetivas sendo invalidadas.

Exemplos

Veja, a seguir, a redação de Isabel Dória, estudante que tirou nota 1000 no Enem de 2018, cujo tema foi: "Manipulação do comportamento de usuário pelo controle de dados na internet".

Em 'O jogo da imitação', o personagem Alan Turing prejudica o avanço da Alemanha nazista quando consegue decifrar os algoritmos correspondentes ao projeto de guerra de Hitler. Diante disso, pode-se observar, desde a segunda metade do século XX, a relevância do conhecimento tecnológico para atingir certos objetivos. Contudo, diferentemente desse contexto, atualmente, utiliza-se, muitas vezes, a tecnologia não para o bem coletivo, como no filme, mas para vantagens individuais, mediante a manipulação de dados de usuários da internet. Destarte, é fundamental analisar as razões que tornam essa problemática uma realidade no mundo contemporâneo.

Em primeiro lugar, cabe abordar a dificuldade de regulação dos sites quanto ao acesso aos dados de quem está inserido no ambiente virtual. Segundo o filósofo Kant, a pessoa é um fim em si mesma, e não um meio de conseguir atingir interesses particulares. Nesse sentido, rompe-se com tal lógica humanista ao verificar-se que, hoje, muitas empresas transformam o consumidor em um instrumento de lucro. Isso ocorre porque os entraves para o controle da manipulação, caracterizados pela dificuldade de identificação dos agentes de tal ação, inviabilizaram a proteção dos usuários, sobretudo nas redes sociais, que são o principal elo de ligação das pessoas com as empresas e suas propagandas publicitárias. Por conseguinte, os indivíduos são bombardeados por anúncios, que contribuirão para traçar perfis individuais, direcionar o consumo e, ainda, influenciar as escolhas e gostos de cada um.

Ademais, outro fator a salientar é a falta de informação no que tange à internet. Com o advento da Terceira Revolução Industrial, nota-se uma população cada vez mais rodeada de tecnologia, porém despreparada para lidar com ela. Percebe-se, em grande parte das instituições de ensino, que a educação é incompleta, visto que, apesar de, desde a infância, ter contato com computadores e celulares, a criança cresce sem saber discernir corretamente quais dados podem ser públicos e como protegê-los de sistemas inteligentes. Logo, é mister providenciar uma reconfiguração no ensino para formar indivíduos conscientes dos riscos que a internet pode oferecer.

Torna-se evidente, portanto, que a manipulação do comportamento do usuário é nociva ao direito dele à privacidade. Assim, cabe ao Executivo combater a manipulação de doados, mediante o investimento no Ministério da Ciência e Tecnologia, que aprimorará a fiscalização dos sistemas virtuais de empresas e desenvolverá um setor de tecnologia da informação, rumo à ampla proteção dos usuários do ambiente cibernético. Outrossim, compete ao Legislativo inserir na grade curricular disciplinas como Informática e Educação Tecnológica, por meio da alteração na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, a qual permitirá um suporte de ensino sobre as ameaças aos dados virtuais e sobre como lidar com as redes sociais, a fim de criar uma maior preocupação com a segurança das informações. Dessa forma, será possível construir uma sociedade mais autônoma e menos guiada pelos interesses empresariais.

Veja também: Mais redações nota mil do Enem 2018

O texto de Isabel Dória é uma dissertação modelo Enem ideal. Isso, pois, na redação, a autora demonstra ter total domínio da norma-padrão da língua portuguesa, assim como dos mecanismos de coesão e coerência necessários para construir-se um texto claro e lógico.

Além disso, a escritora apresenta ampla bagagem sociocultural ao citar o pensamento de Kant, no primeiro parágrafo argumentativo, e desenvolver uma reflexão sobre a Terceira Revolução Industrial, no segundo argumento. Ainda, vale dizer que a aluna mostra saberes sobre as estruturas do governo brasileiro, ao sugerir soluções que envolvam o Ministério da Ciência e Tecnologia ou ainda o Poder Legislativo.

Por fim, o texto mereceu nota 1000, também, pois corresponde muito bem à estrutura do gênero dissertativo-argumentativo, a saber:

  • apresentação de um ponto de vista ou tese;

  • defesa da tese por meio de argumentos;

  • sugestão de proposta de intervenção prática e detalhada para os problemas discutidos no texto.

Leia também: Cinco hábitos para melhorar sua redação

Dicas

Vale sempre lembrar, para fazer uma redação nota 1000, é importante:

  • projetar o texto antes de escrever;

  • construir um rascunho;

  • produzir uma versão final revisada posterior ao rascunho;

  • manter atenção redobrada nas regras da gramática;

  • ler sempre que possível para ampliar a bagagem sociocultural;

  • estudar as características do gênero textual que se pretende escrever.

Por Me. Fernando Marinho

Treinar bastante faz parte do processo para conquista a redação nota 1000!
Treinar bastante faz parte do processo para conquista a redação nota 1000!

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MARINHO, Fernando. "Redação nota 1000"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/redacao/redacao-nota-1000.htm. Acesso em 19 de setembro de 2019.

Assista às nossas videoaulas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola