Whatsapp

Óleo de cozinha usado e o meio ambiente

Química

Se o óleo de cozinha usado for descartado na pia ou no lixo comum, ele poderá contaminar a água, o solo e a atmosfera.
PUBLICIDADE

O óleo de cozinha é um líquido usado principalmente para fritar alimentos em uma grande quantidade. Infelizmente, em muitos casos, esse óleo de cozinha usado em residências, bares e restaurantes acaba sendo jogado no ralo da pia ou mesmo nos vasos sanitários. Outras pessoas já preferem colocá-lo em algum recipiente vedado e descartá-lo com o lixo orgânico comum.

Entretanto, todos esses métodos de descarte do óleo de cozinha usado são meios de contaminação do meio ambiente, podendo poluir as águas, o solo e até mesmo a atmosfera. Veja quais são os prejuízos econômicos e ambientais quando o consumidor não é consciente e despeja indevidamente o óleo de cozinha usado na rede de esgoto ou nos lixões:

Ao ser despejado na pia ou no vaso sanitário, o óleo usado passa pelos canos da rede de esgoto e fica retido em forma de gordura. Isso é ruim porque atrai pragas que podem causar várias doenças, tais como leptospirose, febre tifoide, cólera, salmonelose, hepatites, esquistossomose, amebíase e giardíase. Essas doenças podem ser transmitidas para humanos e animais.

Além disso, esse óleo encrustado nos encanamentos dificulta a passagem das águas pluviais e causa o extravasamento de água na rede de esgoto e o seu entupimento, levando ao mau funcionamento das estações de tratamento. Por essa razão, faz-se necessário o uso de produtos químicos poluentes para desentupir essas instalações, o que leva à mais poluição e a mais gastos econômicos.

Esse esgoto contaminado com o descarte do óleo de cozinha usado chega às Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), que irão separá-lo da água e tratá-lo para que a água possa ser novamente despejada nos mananciais, como rios e lagos. No entanto, esse tratamento realizado nas ETEs não é feito com o esgoto total, mas apenas com cerca de 68%, o que significa que o óleo acaba chegando aos mananciais aquáticos. Além disso, o custo desse tratamento é alto, correspondendo a cerca de 20% do custo com o tratamento do esgoto.

Visto que o óleo é menos denso que a água, ele fica na superfície dos rios e lagos, impedindo a entrada de luz e oxigênio. Isso causa a morte de várias espécies aquáticas, como o fitoplâncton (algas microscópicas que vivem em rios e mares e que produzem oxigênio) que depende da luz para desenvolver-se e sobreviver. Isso pode trazer consequências sérias, pois o fitoplâncton está na base da cadeia alimentar dos ecossistemas aquáticos, servindo de alimento para organismos maiores que também poderão morrer. Além disso, acredita-se que eles produzam cerca de 98% do oxigênio da atmosfera terrestre.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para se ter uma ideia, 1 litro de óleo de cozinha usado pode poluir cerca de 1 milhão de litros de água, o que é aproximadamente consumido por uma pessoa em 14 anos!

O óleo de cozinha usado pode causar a poluição das águas, impedindo a entrada de oxigênio e luz
O óleo de cozinha usado pode causar a poluição das águas, impedindo a entrada de oxigênio e luz

O óleo de cozinha usado chega também aos solos, tanto por meio das margens dos mananciais aquáticos quanto por meio do óleo descartado no lixo comum que acaba parando nos lixões. O óleo contamina o solo e acaba sendo absorvido pelas plantas, prejudicando-as, além de afetar o metabolismo das bactérias e outros micro-organismos que fazem a deterioração de compostos orgânicos que se tornam nutrientes para o solo. É também por meio da infiltração no solo que esse óleo de cozinha polui os lençóis freáticos. Outro problema resultante é que esse óleo usado torna o solo impermeável e, quando ocorrem as chuvas, contribui para o surgimento de enchentes.

Além do solo e da água, até mesmo a atmosfera acaba sendo poluída, porque a decomposição do óleo produz o gás metano (CH4), que é um gás do efeito estufa, ou seja, é capaz de reter o calor do sol na troposfera, o que aumenta o problema do aquecimento global.

Você deve ter percebido a perigosa relação que existe entre o óleo de cozinha usado e o meio ambiente. Mas, então, o que fazer com o óleo de cozinha usado? Leia o texto abaixo para descobrir a resposta:

- Reciclagem de óleo de cozinha usado.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Qual é o risco para o meio ambiente quando descartamos o óleo de cozinha usado no ralo da pia, no vaso ou no lixo comum?
Qual é o risco para o meio ambiente quando descartamos o óleo de cozinha usado no ralo da pia, no vaso ou no lixo comum?

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Óleo de cozinha usado e o meio ambiente"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/oleo-cozinha-usado-meio-ambiente.htm. Acesso em 16 de abril de 2021.

Artigos Relacionados
Os corais do mundo inteiro estão morrendo em razão do aumento de gás carbônico e do aquecimento global.
Saiba sobre a tragédia ocorrida em Minamata, no Japão.
Conheça o que é a demanda bioquímica de oxigênio e saiba importância desse fator indicativo para medir a poluição das águas.
Demanda Química de Oxigênio, quantidade de oxigênio dissolvido, meio ácido, degradação de matéria orgânica, Demanda Bioquímica de Oxigênio, oxidação da matéria orgânica biodegradável, ataques biológicos, oxidante químico, bicromato de potássio, permangana
Detergentes e poluição, resíduos de sabão sofrem decomposição pelos microorganismos existentes na água dos rios, biodegradáveis, detergentes, camada de espuma que impede a entrada de gás oxigênio na água, cadeias ramificadas.
O uso proibido em produtos de limpeza.
Conheça os responsáveis pela desordem ambiental.
Poluição das águas, aspectos físicos da água, aspectos químicos da água, aspectos biológicos da água, resíduos industriais, metais pesados, água potável, matéria orgânica, turbidez da água, esgoto.
Entenda o grande problema de poluição ambiental causado pelo uso excessivo e mal planejado dos agrotóxicos e fertilizantes na agricultura.
Veja quais são as causas da poluição termal ou térmica da água e do ar, as respectivas consequências e o que pode ser feito para combater esse problema.