Topo
pesquisar
Texto-A+A

O que é um sal duplo?

O que é Química?

Para entender o que é um sal duplo, deve-se saber que se trata de uma substância inorgânica composta por dois cátions e um ânion ou por dois ânions e um cátion.
A mistura de diferentes ácidos e bases pode resultar em um sal duplo
A mistura de diferentes ácidos e bases pode resultar em um sal duplo
PUBLICIDADE

Sal duplo é o nome dado para uma das classificações que os sais inorgânicos podem receber. As outras classificações são: simples, alúmen, hidroxilado, hidrogenado e hidratado. Para ser caracterizado como sal duplo, um sal inorgânico deve apresentar uma das combinações descritas a seguir:

  • Um cátion (Y) e dois ânions quaisquer (X e W), e é representado pela seguinte fórmula:

YXW

  • Um ânion (X) e dois cátions (Y e Z) quaisquer, e é representado pela seguinte fórmula:

YZX

Obs.: Esses sais são formados quando uma reação de neutralização é realizada entre duas bases diferentes e um ácido, ou entre dois ácidos diferentes e uma base.

Regra de nomenclatura para um sal duplo

Para nomear um sal duplo, é necessário, antes, conhecer sua constituição, pois, para cada tipo de sal duplo, há uma regra de nomenclatura específica, como pode ser observado a seguir:

a) Regra de nomenclatura para sal duplo com dois cátions

Quando um sal duplo apresenta dois cátions, devemos utilizar a seguinte regra:

Regra de nomenclatura utilizada para sais duplos com dois cátions
Regra de nomenclatura utilizada para sais duplos com dois cátions

A seguir, dois exemplos de aplicação dessa regra de nomenclatura:

1º Exemplo: LiNH4S

Esse sal é composto por:

  • Ânion: sulfeto (S-2);

  • Cátion mais eletropositivo: lítio (Li+1);

  • Cátion menos eletropositivo: amônio (NH4+1).

Logo, seu nome é sulfeto (duplo) de lítio e amônio.

2º Exemplo: RbCaBO3

Esse sal é composto por:

  • Ânion: borato (BO3-3);

  • Cátion mais eletropositivo: rubídio (Rb+1);

  • Cátion menos eletropositivo: cálcio (Ca+2).

Dessa forma, seu nome é borato (duplo) de rubídio e cálcio.

b) Regra de nomenclatura para sal duplo com dois ânions

Quando um sal duplo apresenta dois ânions, devemos utilizar a seguinte regra:

Regra de nomenclatura utilizada para sais duplos com dois ânions
Regra de nomenclatura utilizada para sais duplos com dois ânions

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A seguir, dois exemplos de aplicação dessa regra:

1º Exemplo: MgFI

Esse sal é composto por:

  • Cátion: magnésio (Mg+2);

  • Ânion mais eletronegativo: fluoreto (F-1);

  • Ânion menos eletronegativo: iodeto (I-1).

Portanto, seu nome é fluoreto-iodeto de magnésio.

2º Exemplo: ZnNO2Br

Esse sal é composto por:

  • Cátion: zinco (Zn+2);

  • Ânion mais eletronegativo: nitrito (NO2-1);

  • Ânion menos eletronegativo: brometo (Br-1).

Logo, seu nome é nitrito-brometo de zinco.

Montagem da fórmula de um sal duplo a partir de sua nomenclatura

a) Para sal duplo com dois cátions

A construção da fórmula de um sal duplo depende de conhecer-se seu nome, que é padronizado como em todo sal, ou seja, primeiro, o cátion e, depois, o ânion. Como o sal duplo pode apresentar dois cátions, a ordem e o posicionamento deles na fórmula seguem conforme o nome fornecido.

1º Exemplo: pirofosfato de bário e níquel II

Esse sal apresenta fosfato (P2O7), bário (Ba+2) e níquel II (Ni+2), cátions escritos nessa sequência. Assim, sua fórmula é BaNiP2O7.

2º Exemplo: fosfato de cobre II e ouro I

Esse sal apresenta fosfato (PO4-3), cobre II (Cu+2) e ouro I (Au+1), cátions escritos nessa sequência. Portanto, sua fórmula é CuAuPO4.

b) Para sal duplo com dois ânions

No caso de sal duplo com dois ânions, também seguimos, no posicionamento dos ânions na fórmula, a ordem conforme aparece no nome fornecido.

1º Exemplo: sulfato-iodeto de níquel III

Esse sal apresenta os ânions sulfato (SO4-2) e iodeto (I-1), escritos nessa sequência, e o cátion níquel III (Ni+3). Assim, sua fórmula é NiSO4I.

2º Exemplo: fosfato-cianeto de chumbo IV

Esse sal apresenta os ânions fosfato (PO4-3) e cianeto (CN-1), escritos nessa sequência, e o cátion chumbo IV (Pb+4). Portanto, sua fórmula é PbPO4CN.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "O que é um sal duplo?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-e-um-sal-duplo.htm. Acesso em 19 de agosto de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola