O que é um sal duplo?

O que é?

Para entender o que é um sal duplo, deve-se saber que se trata de uma substância inorgânica composta por dois cátions e um ânion ou por dois ânions e um cátion.
PUBLICIDADE

Sal duplo é o nome dado para uma das classificações que os sais inorgânicos podem receber. As outras classificações são: simples, alúmen, hidroxilado, hidrogenado e hidratado. Para ser caracterizado como sal duplo, um sal inorgânico deve apresentar uma das combinações descritas a seguir:

  • Um cátion (Y) e dois ânions quaisquer (X e W), e é representado pela seguinte fórmula:

YXW

  • Um ânion (X) e dois cátions (Y e Z) quaisquer, e é representado pela seguinte fórmula:

YZX

Obs.: Esses sais são formados quando uma reação de neutralização é realizada entre duas bases diferentes e um ácido, ou entre dois ácidos diferentes e uma base.

Regra de nomenclatura para um sal duplo

Para nomear um sal duplo, é necessário, antes, conhecer sua constituição, pois, para cada tipo de sal duplo, há uma regra de nomenclatura específica, como pode ser observado a seguir:

a) Regra de nomenclatura para sal duplo com dois cátions

Quando um sal duplo apresenta dois cátions, devemos utilizar a seguinte regra:

Regra de nomenclatura utilizada para sais duplos com dois cátions
Regra de nomenclatura utilizada para sais duplos com dois cátions

A seguir, dois exemplos de aplicação dessa regra de nomenclatura:

1º Exemplo: LiNH4S

Esse sal é composto por:

  • Ânion: sulfeto (S-2);

  • Cátion mais eletropositivo: lítio (Li+1);

  • Cátion menos eletropositivo: amônio (NH4+1).

Logo, seu nome é sulfeto (duplo) de lítio e amônio.

2º Exemplo: RbCaBO3

Esse sal é composto por:

  • Ânion: borato (BO3-3);

  • Cátion mais eletropositivo: rubídio (Rb+1);

  • Cátion menos eletropositivo: cálcio (Ca+2).

Dessa forma, seu nome é borato (duplo) de rubídio e cálcio.

b) Regra de nomenclatura para sal duplo com dois ânions

Quando um sal duplo apresenta dois ânions, devemos utilizar a seguinte regra:

Regra de nomenclatura utilizada para sais duplos com dois ânions
Regra de nomenclatura utilizada para sais duplos com dois ânions

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A seguir, dois exemplos de aplicação dessa regra:

1º Exemplo: MgFI

Esse sal é composto por:

  • Cátion: magnésio (Mg+2);

  • Ânion mais eletronegativo: fluoreto (F-1);

  • Ânion menos eletronegativo: iodeto (I-1).

Portanto, seu nome é fluoreto-iodeto de magnésio.

2º Exemplo: ZnNO2Br

Esse sal é composto por:

  • Cátion: zinco (Zn+2);

  • Ânion mais eletronegativo: nitrito (NO2-1);

  • Ânion menos eletronegativo: brometo (Br-1).

Logo, seu nome é nitrito-brometo de zinco.

Montagem da fórmula de um sal duplo a partir de sua nomenclatura

a) Para sal duplo com dois cátions

A construção da fórmula de um sal duplo depende de conhecer-se seu nome, que é padronizado como em todo sal, ou seja, primeiro, o cátion e, depois, o ânion. Como o sal duplo pode apresentar dois cátions, a ordem e o posicionamento deles na fórmula seguem conforme o nome fornecido.

1º Exemplo: pirofosfato de bário e níquel II

Esse sal apresenta fosfato (P2O7), bário (Ba+2) e níquel II (Ni+2), cátions escritos nessa sequência. Assim, sua fórmula é BaNiP2O7.

2º Exemplo: fosfato de cobre II e ouro I

Esse sal apresenta fosfato (PO4-3), cobre II (Cu+2) e ouro I (Au+1), cátions escritos nessa sequência. Portanto, sua fórmula é CuAuPO4.

b) Para sal duplo com dois ânions

No caso de sal duplo com dois ânions, também seguimos, no posicionamento dos ânions na fórmula, a ordem conforme aparece no nome fornecido.

1º Exemplo: sulfato-iodeto de níquel III

Esse sal apresenta os ânions sulfato (SO4-2) e iodeto (I-1), escritos nessa sequência, e o cátion níquel III (Ni+3). Assim, sua fórmula é NiSO4I.

2º Exemplo: fosfato-cianeto de chumbo IV

Esse sal apresenta os ânions fosfato (PO4-3) e cianeto (CN-1), escritos nessa sequência, e o cátion chumbo IV (Pb+4). Portanto, sua fórmula é PbPO4CN.


Por Me. Diogo Lopes Dias

A mistura de diferentes ácidos e bases pode resultar em um sal duplo
A mistura de diferentes ácidos e bases pode resultar em um sal duplo

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "O que é um sal duplo?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-e-um-sal-duplo.htm. Acesso em 19 de janeiro de 2021.

Artigos Relacionados
Descubra o que é um sal hidratado e aprenda a utilizar a regra de nomenclatura para essa classe de sais inorgânicos.
Clique e conheça as principais características, nomenclatura, reações, formas de obtenção e aplicações dos sulfetos.
Conheça as substâncias iônicas do grupo dos sulfatos, que inclui, por exemplo, o giz, o gesso e o sal amargo.
Como distinguir um sal pela natureza de seus íons?
Nomenclatura dos sais, classificação dos sais, nome do ânion, nome do cátion, sulfato de ferro, sulfato ferroso, nitrato de prata, cloreto de potássio, cloreto de sódio, cloreto de cálcio, nitrato de prata, sulfato de cobre, carbonato de cálcio.
Sais no cotidiano, carbonato de cálcio, cloreto de sódio, fluoreto de sódio, nitrato de potássio, nitrato de sódio, carbonato de sódio, carbonato ácido de sódio, bicarbonato de sódio, sulfito de sódio, salitre-do-chile, soda.