Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Verbo transitivo direto

O verbo transitivo direto é aquele cujo complemento (objeto direto) não é regido de preposição.

Mesa com objetos escolares com o escrito “verbo transitivo direto”.
O complemento do verbo transitivo direto não é regido de preposição.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Verbo transitivo direto é aquele cujo complemento verbal não apresenta uma preposição, como: “beber”, “ler”, “usar” etc. Já o complemento do verbo transitivo indireto possui preposição. O verbo também pode ser bitransitivo, isto é, transitivo direto e indireto ao mesmo tempo, como “dar”, “oferecer” etc.

Leia também: Verbos intransitivos — os verbos que não exigem um complemento verbal

Tópicos deste artigo

O que é verbo transitivo direto?

O verbo transitivo direto é aquele que pede um complemento não regido de preposição.

Lista com exemplos de verbo transitivo direto

  • Abandonar

  • Abrir

  • Achar

  • Ajudar

  • Amar

  • Analisar

  • Apagar

  • Aprender

  • Beber

  • Comprar

  • Conhecer

  • Conquistar

  • Consertar

  • Corrigir

  • Cortar

  • Descobrir

  • Destruir

  • Encontrar

  • Enganar

  • Entender

  • Esconder

  • Escrever

  • Examinar

  • Fazer

  • Fechar

  • Ganhar

  • Guardar

  • Imaginar

  • Lavar

  • Ler

  • Limpar

  • Matar

  • Mostrar

  • Obter

  • Pegar

  • Pintar

  • Possuir

  • Procurar

  • Produzir

  • Proteger

  • Querer

  • Receber

  • Sentir

  • Soltar

  • Ter

  • Usar

  • Vender

  • Ver

  • Visitar

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como identificar o verbo transitivo direto?

Com uma simples pergunta, é possível identificar a transitividade de um verbo. Assim, para identificar a transitividade do verbo, é necessário colocar “quem” ou “o que” depois do verbo, de maneira a fazer uma pergunta. Se a resposta à pergunta indicar um complemento sem preposição, estamos diante de um verbo transitivo direto. Veja o exemplo:

Abandonei todas as minhas frustrações e decidi tentar outra vez.

Façamos a pergunta: “Abandonei o quê?”. A resposta é “todas as minhas frustrações”. Note que o complemento verbal não tem preposição. É, portanto, um objeto direto.

Vejamos, agora, este outro exemplo:

Ela precisava de um motivo para investir naquele trabalho.

Novamente, perguntemos: “Precisava de quê?”. A resposta é “de um motivo”. Observe que o complemento verbal tem preposição. Por isso, é um objeto indireto. Assim, o verbo “abandonar” se mostra transitivo direto, enquanto “precisar” é transitivo indireto.

Frases com verbo transitivo direto

Juliano achou a carteira debaixo da cama.

Amo a forma como ele me olha, assim meio de lado.

Apague o fogo da paixão e não ficará mais nada.

Lídia bebia o refrigerante enquanto ouvia o amigo tagarelar.

Conhecia os candidatos muito bem e estava pronto para escolher um deles.

O menino consertou o carrinho e voltou a brincar.

Eu cortei o dedo enquanto descascava uma laranja.

Ela acreditava que ninguém podia destruir a democracia.

O dono da loja enganou seus clientes ao vender produto de péssima qualidade.

Escondi o livro em cima do guarda-roupa.

A médica examinou a ferida no meu braço e me deu um diagnóstico.

Augusto fechou a caixa e colocou-a sobre a cama.

Guarde o paletó e venha jantar.

Depois de lavar sua roupa, lave a minha também, por favor.

Verbo transitivo direto x verbo transitivo indireto

Tanto o verbo transitivo direto quanto o transitivo indireto necessitam de um complemento para fazerem sentido. O que diferenciará um do outro será a presença ou não de preposição no complemento verbal. Portanto, o complemento ou objeto direto não apresenta preposição; já o indireto, apresenta:

Obedeceu aos pais e não comeu doces antes do almoço.

Veja que, nesse enunciado, temos dois verbos. “Obedeceu” é transitivo indireto, já que seu complemento (“aos pais”) possui preposição. Já “comeu” é transitivo direto, uma vez que seu complemento (“doces”) não é regido de preposição.

Verbo transitivo direto e indireto

Alguns verbos possuem dupla transitividade, isto é, são bitransitivos. Assim, necessitam de um objeto direto e também de um objeto indireto para completarem o seu sentido:

Os professores deram uma lição de cidadania aos seus alunos.

Note que o verbo “deram” possui um objeto direto (“uma lição de cidadania”) e um objeto indireto (“aos seus alunos”). Assim como ele, há outros verbos bitransitivos: “dedicar”, “dever”, “ensinar”, “pedir” etc.

O que é objeto direto preposicionado?

Em alguns casos, ou exceções, o complemento direto apresenta preposição: “a Deus”, “a ambos”, “a quem”, “a mim”, “a todos”, “a Carlos”, entre outras ocorrências. Essa não é uma exigência do verbo, que continua transitivo direto, mas uma peculiaridade estilística da língua. Assim, temos:

Os fiéis amavam a Deus.

Ela amava a ambas.

Ele amava a quem?

Judite amava a mim.

Amava a todos os outros.

E também amou a Carlos.

Veja também: Verbos abundantes — os verbos que apresentam mais de uma forma em determinadas conjugações

Exercícios resolvidos sobre verbo transitivo direto

Questão 1

(Unimontes) Releia as seguintes construções sintáticas, comparando-as, para responder à questão.

“Impossível não me lembrar de uma metáfora...”

“Impossível também não lembrar a famosa parábola...”

SANT’ANNA, Affonso Romano de. Garrafa ou livro ao mar. In: A cegueira e o saber.

Marque a alternativa INCORRETA sobre o emprego do verbo “lembrar” em suas duas ocorrências acima.

A) Em cada ocorrência, sofre alteração de regência e de sentido.

B) Tem regência diferente em cada ocorrência, mas mantém seu sentido básico.

C) É pronominal transitivo indireto na primeira ocorrência, e transitivo direto na segunda.

D) Quando pronominal, vem obrigatoriamente regido pela preposição “de”, como na primeira ocorrência.

Resolução:

Alternativa A

Na primeira ocorrência, o verbo “lembrar” é pronominal e transitivo indireto, já que seu complemento (“de uma metáfora”) possui preposição. Já na segunda ocorrência, o verbo é transitivo direto, com um complemento sem preposição: “a famosa parábola”. Apesar de apresentar transitividades diferentes, o verbo, nas duas ocorrências, tem o mesmo sentido, isto é, “recordar”.

Questão 2

Analise os enunciados abaixo e marque a alternativa que apresenta apenas verbos transitivos diretos.

A) Eu gosto muito de chocolate branco, mas dizem que o outro é que é saudável.

B) Acredite em João, pois ele é um pesquisador sério e sabe o que está falando.

C) A empresária comprou as casas para derrubá-las e construir um shopping.

D) Quando chegou à casa dos pais, descobriu a verdade sobre o irmão.

E) O velho sábio disse que morrer e viver são faces de uma mesma moeda.

Resolução:

Alternativa C

São transitivos diretos os verbos: “dizem”, “sabe”, “comprou”, “derrubar”, “construir”, “descobriu” e “disse”. São transitivos indiretos: “gosto” e “acredite”. E são intransitivos: “chegou”, “morrer” e “viver”.

 

Por Warley Souza
Professor de Português

Escritor do artigo
Escrito por: Warley Souza Professor de Português e Literatura, com licenciatura e mestrado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Warley. "Verbo transitivo direto"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/verbo-transitivo-direto.htm. Acesso em 14 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Diferenças entre os verbos reflexivos e pronominais

Você sabe o que difere os verbos reflexivos dos verbos pronominais? Descubra em um só instante, clicando apenas.
Gramática

Regência Verbal

Você está tendo dúvidas sobre a regência dos verbos? Não fique mais, clique aqui!
Gramática

Transitividade verbal

Entenda o que é transitividade verbal, qual a diferença entre verbos transitivos e intransitivos e a relação entre verbos transitivos e objetos diretos e indiretos.
Gramática

Verbo

Aprenda mais sobre o verbo e entenda as regras para sua conjugação. Descubra quais são os tempos, modos e vozes verbais. Resolva também os exercícios propostos.
Gramática

Verbos abundantes

Descubra o que são verbos abundantes e como ocorre suas possíveis conjugações. Veja exemplos de uso e pratique o que aprendeu com exercícios.
Gramática

Verbos anômalos

Descubra o que são verbos anômalos e por que são classificados assim. Aprenda por meio de exemplos de conjugação desses verbos.
Gramática

Verbos intransitivos

Clique aqui e saiba o que são os verbos intransitivos. Entenda a diferença entre verbos intransitivos e verbos transitivos.
Gramática

Verbos irregulares

Saiba o que são verbos irregulares. Conheça a conjugação desses verbos. Veja a diferença entre verbos irregulares e regulares.
Gramática

Verbos pronominais

Saiba quais são os tipos de verbos pronominais e entenda como é a conjugação deles. Descubra também o que é próclise, mesóclise e ênclise.
Gramática

Verbos regulares

Saiba o que são verbos regulares e entenda como é feita a conjugação desses verbos. Veja também a diferença entre verbos regulares e irregulares.
Gramática