Topo
pesquisar

Diferenças entre os verbos reflexivos e pronominais

Gramática

O que difere os verbos reflexivos dos verbos pronominais é que nestes o pronome oblíquo é parte integrante e, naqueles, ele apenas os acompanha.
Características específicas diferem os verbos reflexivos dos verbos pronominais
Características específicas diferem os verbos reflexivos dos verbos pronominais
PUBLICIDADE

Verbos reflexivos? Verbos pronominais? Eis algumas categorizações advindas dos pressupostos gramaticias e que, não raras as vezes, incitam questionamentos diversos em se tratando da maioria dos usuários. Dessa forma, incitemos também um questionamento a você, estimado(a) usuário(a):

Se ambos os verbos trazem consigo o pronome oblíquo átono “se”, então qual é a diferença entre eles? Acerca de tais minuciosidades relacionadas às ocorrências linguísticas é que nos reservamos na condição de orientadores e desejamos levar até você algumas considerações sobre as diferenças que há entre esse dois verbos, visto que:

Considera-se como verbo reflexivo aquele cujo pronome pessoal oblíquo apenas o acompanha, haja vista que a ação do sujeito ocorre nele próprio (no sujeito).

Já os verbos considerados pronominais, como a própria classificação nos indica, são aqueles  que, necessariamente, trazem para junto de si esse pronome. 

Dessa forma, alguns exemplos podem nos esclarecer acerca de alguns detalhes que farão a diferença no momento de atribuir a essa classe a classificação adequada. Assim, ei-los:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

*O funcionário feriu-se com um objeto pontiagudo durante a execução de um serviço.

Podemos perceber que o funcionário executou a ação, ou seja, teve contato com o objeto pontiagudo e, ao mesmo tempo, recebeu a ação de se ferir com ele. Assim, podemos afirmar que essa ação voltou para quem a praticou. Dessa forma, trata-se de um verbo reflexivo.

Agora observemos outro exemplo:

A garota queixou-se de dor durante a aula.

Ele formou-se em Medicina.

Em ambos os casos, podemos afirmar que o uso do pronome oblíquo se materializa em virtude de uma exigência, digamos assim, dos próprios pressupostos gramaticais, por isso, equivale dizer que se trata de um verbo pronominal.

Eis, portanto, os pontos que os fazem diferir entre si.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Diferenças entre os verbos reflexivos e pronominais"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/diferencas-entre-os-verbos-reflexivos-pronominais.htm. Acesso em 20 de julho de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola