Topo
pesquisar

Orações subordinadas adverbiais

Gramática

As orações subordinadas adverbiais exercem a função de adjuntos adverbais no período composto.
PUBLICIDADE

 Como você já dever ter estudado, o período composto é aquele que possui duas ou mais orações, não é mesmo? Além disso, você deve lembrar-se que essas orações podem relacionar-se de duas formas: por coordenação ou por subordinação. Neste texto, focaremos nosso estudo sobre a relação de subordinação quanto à função de adjunto adverbial que as orações podem assumir no enunciado. Tais orações, nessa função, são chamadas de orações subordinadas adverbiais. Veja alguns exemplos: 

 (1) Uma vez que não o encontrei, resolvi telefonar.

(2) Fiz o exame conforme o médico orientou.

Como é possível notar pelos exemplos, cada período acima possui duas orações. Em (1), temos a oração principal “resolvi telefonar” e a oração subordinada “uma vez que não o encontrei”, sendo que esta última é introduzida por uma locução conjuntiva (uma vez que). Em (2), percebe-se também a presença de duas orações “Fiz o exame” e “conforme o médico orientou”, unidas por uma conjunção (conforme).

Dessa forma, fica claro que as orações subordinadas adverbiais vêm introduzidas de conjunções subordinativas. Além disso, podem ser classificadas de acordo com as circunstâncias expressas por meio delas. Veja:

a) Orações subordinadas adverbiais causais: exprimem uma circunstância de causa. São introduzidas pelas conjunções: porque, já que, uma vez que, visto que, pois que, como, posto que.

Exemplo:

Uma vez que não o encontrei, resolvi telefonar.

b) Orações subordinadas adverbiais consecutivas: exprimem uma ideia de consequência. São introduzidas por elementos intensificadores (tão, tanto, tamanho), seguidos da conjunção que ou das locuções conjuntivas de que forma, tanto que, de sorte que, de modo que.

Exemplo:

Ela estudou tanto que foi aprovada no concurso.

c) Orações subordinadas adverbiais condicionais: expressam uma circunstância de condição (real ou hipotética) em relação ao predicado da oração principal. Elas são introduzidas pelas conjunções subordinativas se, caso e pelas locuções conjuntivas desde que, contanto que, salvo se, exceto se, a menos que, uma vez que (seguidas de verbo no subjuntivo).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplo:

Caso você precise desabafar, ligue para mim.

d) Orações subordinadas adverbiais concessivas: exprimem concessão, ou seja, traduzem algo inesperado em determinadas circunstâncias. São introduzidas pelas conjunções subordinativas embora, conquanto e as locuções ainda que, se bem que, mesmo que, apesar de que, ainda quanto, posto que.

Exemplo:

Embora não merecesse, recebi a promoção.

e) Orações subordinadas adverbiais comparativas: expressam uma comparação (de igualdade, de superioridade ou de inferioridade). Elas costumam vir marcadas pela ocorrência, na oração principal, de um advérbio (tão, mais, menos) e pela ocorrência dos conectivos como, que, quanto no início da oração subordinada adverbial.

Exemplo:

Joana não foi tão esforçada quanto deveria.

f) Orações subordinadas adverbiais conformativas: expressam a ideia de conformidade. Elas são introduzidas pelas conjunções conforme, como, segundo, consoante.

Exemplo:

Fiz a dieta conforme orientou a nutricionista.

g) Orações subordinadas adverbiais finais: Expressam finalidade, objetivo ou fim. São introduzidas pelas locuções conjuntivas para que, a fim de que.

Exemplo:

Preparamos muita comida a fim de que todos possam se alimentar.

h) Orações subordinadas adverbiais proporcionais: Expressam gradação ou proporcionalidade. São introduzidas pelas locuções conjuntivas à proporção que, à medida que, ao passo que, e pelas estruturas correlativas quanto mais/menos... mais/menos, quanto mais/menos... tanto mais/menos.

Exemplo:

Quanto mais estudo, menos dificuldades tenho nas avaliações.

i) Orações subordinadas adverbiais temporais: Expressam circunstâncias temporais. São introduzidas pelas conjunções temporais quando, enquanto e pelas locuções conjuntivas assim que, desde que, logo que, depois que, antes que, sempre que.

Exemplo:

Antes que o prazo terminasse, Mariana fez sua matrícula.

As orações subordinadas adverbiais podem ainda apresentar formas reduzidas. Observe:

  • Oração subordinada adverbial reduzida de infinitivo:

A fim de conseguir a promoção, realizei muitas vendas.

  • Oração subordinada adverbial reduzida de gerúndio:

Chegando em casa, ela fará o jantar.

  • Oração subordinada adverbial reduzida de particípio:

Comprometido com os estudos, conseguirei a aprovação.

 

Por Mariana Rigonatto
Graduada em Letras   

A oração subordinada adverbial pode expressar, entre outras, uma circunstância de causa
A oração subordinada adverbial pode expressar, entre outras, uma circunstância de causa

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RIGONATTO, Mariana. "Orações subordinadas adverbiais"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/oracoes-subordinadas-adverbiais.htm. Acesso em 11 de dezembro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

Relacione as colunas de acordo com a classificação das orações subordinadas:

a)( ) Quanto mais se estuda, mais se aprende.

b) ( ) “Quando os porcos bailam adivinham chuva.”

c) ( ) Se queres ser aprovado, estude muito.

d) ( ) Embora estudasse muito, não foi aprovado.

e) ( ) Ela se vestia conforme dita a moda.

f) ( ) Ficou irritado, porque foi impedido de entrar.

g) ( ) O carro era tão caro que desistiu da compra.

h) ( ) Estude para não travar na prova.

i) ( ) “Mais fácil conquistar uma cidade inteira do que conquistar um amigo ferido”.
 

I.Oração subordinada adverbial final.

II. Oração subordinada adverbial conformativa.

III. Oração subordinada adverbial proporcional.

IV. Oração subordinada adverbial condicional.

V. Oração subordinada adverbial comparativa.

VI. Oração subordinada adverbial temporal.

VII. Oração subordinada adverbial concessiva.

VIII.Oração subordinada adverbial consecutiva.

IX. Oração subordinada adverbial causal.

Questão 2

Classifique as orações subordinadas adverbiais de acordo com as alternativas dadas:

I. Oração subordinada adverbial reduzida de infinitivo

II. Oração subordinada adverbial reduzida de gerúndio

a) ( ) Mesmo sem perceber, contribuía para minha felicidade.

b) ( ) Terminando de jantar, vá para a cama.

c) ( ) Mesmo não sendo rico, almoçava fora todos os dias.

d) ( ) Era tão ingênuo a ponto de acreditar em fadas.

e) ( ) Percebendo o perigo, ligou para a polícia.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola