Advérbio

Gramática

PUBLICIDADE

Basicamente, podemos afirmar que advérbio é a palavra que modifica o sentido do verbo, acrescentando-lhe uma circunstância. Pode também se referir a um adjetivo ou a outro advérbio, ou, até mesmo, a uma oração inteira. Dessa forma, os tipos de advérbio podem indicar lugar, tempo, modo, intensidade, dúvida, afirmação e negação. Além disso, temos as locuções adverbiais, que são expressões constituídas de duas ou mais palavras exercendo função adverbial.

Os advérbios também são suscetíveis ao processo de gradação e podem apresentar estrutura no superlativo ou comparativo, semelhantemente ao que acontece com os adjetivos.

Leia também: Conjunção – classe de palavras que relacionam orações em um mesmo enunciado

Funções dos advérbios

O advérbio possui a função de modificar o sentido do verbo, acrescentando-lhe uma circunstância. Pode também se referir a um adjetivo ou a outro advérbio, ou, até mesmo, a uma oração inteira. A função de caracterizar o verbo pode ser percebida na formação da própria palavra advérbio, em que o prefixo -ad indica proximidade, contiguidade. Sendo assim, do ponto de vista funcional, os advérbios desempenham função morfológica e sintática.

O advérbio não admite variação em sua forma e sua principal função é modificar o verbo.
O advérbio não admite variação em sua forma e sua principal função é modificar o verbo.

Advérbio do ponto de vista morfológico

O advérbio não flexiona em gênero nem em número, ou seja, trata-se de uma classe gramatical invariável.

Exemplo:

A mãe sempre foi menas paciente que a filha.

Notadamente a frase acima está com problema gramatical, pois o advérbio de intensidade menos sofreu flexão de gênero, contrariando à norma que orienta a invariabilidade dessa palavra. Portanto, o correto é:

A mãe sempre foi menos paciente que a filha.

Advérbio do ponto de vista sintático

O advérbio refere-se a um verbo, a um adjetivo, a uma locução adjetiva, a um advérbio ou a uma locução adverbial, exercendo somente a função sintática de adjunto adverbial.

Exemplos:

Sempre trabalhou muito.
(O advérbio de intensidade muito modifica o verbo trabalhar.)

Permaneço bastante disposto.
(O advérbio bastante modifica o adjetivo disposto.)

Comprou um carro muito fora de moda.
(O advérbio muito modifica a locução adjetiva fora de moda.)

As crianças dormiram mais tarde
(O advérbio mais modifica o advérbio tarde.)

O professor surgiu tão de repente em sala de aula.
(O advérbio tão modifica a locução adverbial de repente.)

Diariamente estudamos para a prova.
(O advérbio diariamente modifica a oração estudamos para a prova.)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Classificação dos advérbios

A classificação dos advérbios ocorre a partir da circunstância que expressam. Com isso, a Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB) reconhece sete classificações.

  • Advérbios de lugar: longe, perto, aqui, ali, lá, junto, acima, abaixo, embaixo, atrás, adiante etc.

    Exemplo:

Estamos perto da casa de nossos pais.

  • Advérbios de tempo: hoje, ontem, amanhã, já, jamais, nunca, sempre, antes, cedo etc.

Exemplo:

Você sabe que jamais viverei sem seu amor.

  • Advérbios de modo: bem, mal, melhor, pior, assim, e a maioria dos advérbios terminados em -mente: cautelosamente, suavemente, felizmente.

Exemplo:

Preciso agir cautelosamente.

  • Advérbios de negação: não, tampouco, nunca etc.

    Exemplo:

Não deixe nada para depois.

  • Advérbios de dúvida: talvez, quiçá, acaso, possivelmente, provavelmente, etc.

    Exemplo:

Talvez nos vejamos na próxima semana.

  • Advérbios de intensidade: muito, pouco, bastante, bem, mais, menos, demais, tanto, tão etc.

Exemplo:

Diga um verso bem bonito.

  • Advérbios de afirmação: sim, certamente, realmente etc.

Exemplo:

Certamente o Brasil será um país desenvolvido.

Leia também: O que é adjunto adverbial?

Locução adverbial

Trata-se do conjunto de duas ou mais palavras que possuem valor de advérbio. As locuções adverbiais formam-se a partir da associação de uma preposição com um substantivo, com um adjetivo ou com um advérbio, possuindo os mesmos valores semânticos do advérbio. Veja, a seguir, algumas locuções adverbiais e as circunstâncias que elas expressam.

Lugar: por dentro, por fora, em cima, por cima, por baixo, por perto, à direita, à esquerda, ao lado.

Exemplo:

Por favor, vire à direita.

Tempo: depois de amanhã, em breve, à tarde, à noite, de manhã, de repente, de vez em quando, hoje em dia, de madrugada.

Exemplo:

Em breve, nossas rotinas voltarão ao normal.

Modo: à vontade, às pressas, às claras, à toa, de mansinho, em silêncio, de cor.

Exemplo:

Fique à vontade para estudar gramática.

Dúvida: quem sabe.

Exemplo:

Quem sabe isso quer dizer amor.

Afirmação: com certeza, sem dúvida, por certo.

Exemplo:

Com certeza serei aprovado no próximo concurso.

Negação: de modo algum, de jeito nenhum.

Exemplo:

De modo algum tive a intenção de magoá-la.

Leia também: Substantivo – classe de palavras responsável por nomear os seres

Gradação dos advérbios

Alguns advérbios, especialmente os de modo, podem sofrer gradação de dois tipos: comparativo e superlativo, sendo o mesmo processo de gradação dos adjetivos.

Grau superlativo

Divide-se em sintético e analítico.

  • Sintético: acrescenta-se um sufixo ao advérbio, como na palavra muitíssimo (muit é o radical e -íssimo é o sufixo).

     

Exemplos:

Ana é muito educada
Ana é muitíssimo educada.

  • Analítico: o advérbio é modificado por outro advérbio, como em longe demais, perto demais, muito longe, muito bem, tão longe, etc.

Exemplo:

Jô Soares recebeu-me muito bem.

Grau comparativo

Divide-se em grau comparativo de superioridade, igualdade e inferioridade.

a) de superioridade: antepõe-se mais e pospõe-se que ou do que ao advérbio.

Exemplo:

Acordei mais tarde que você.

b) de igualdade: antepõe-se tão e pospõe-se como ou quanto ao advérbio.

Exemplo:

Acordei tão tarde quanto você.

c) de inferioridade: antepõe-se menos e pospõe-se que ou do que ao advérbio.

Exemplo:

Acordei menos tarde que você.

Exercícios resolvidos

QUESTÃO 1 – (CPS - 2019) Leia e analise a peça publicitária para responder à(s) questão(ões) a seguir.

Observe os trechos:

I. Você está no meio desse ambiente.

II. Campanha do meio ambiente.

Sobre o vocábulo “meio”, destacado nos trechos, pode-se afirmar corretamente que:

a) em I, exerce a função de predicativo do sujeito “você”.

b) em I, é substantivo que forma uma locução adverbial indicando lugar.

c) em II, está apresentando a circunstância de lugar onde a campanha ocorre.

d) em II, é um advérbio de intensidade e pode ser substituído por “um pouco”.

e) em I e II, são substantivos que formam locuções adjetivas qualificando “você” e “campanha”.

Resposta: letra B. A expressão “no meio desse ambiente” completa a ação verbal, indicando o lugar. Dessa forma, deve ser classificada como locução adverbial de lugar

QUESTÃO 2 - (IFSP 2017) De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa e com a gramática normativa e tradicional, assinale a alternativa em que o termo destacado tem valor de advérbio.

a) Não há meio mais difícil de trabalhar.

b) Só preciso de meio metro de aniagem para sacos de carvão.

c) Encarou os meninos carvoeiros, esboçando meio sorriso.

d) Os carvões caíram no meio da estrada.

e) Achei o menino meio triste, raquítico.

Resposta: letra E.

Na alternativa A, “meio” tem valor de substantivo.

Na alternativa B, “meio” tem valor de adjetivo.

Na alternativa C, “meio” tem valor de adjetivo.

Na alternativa D, “meio” tem valor de substantivo.  

 

Por Marcelo Sartel
Professor de Gramática

Listagem de Artigos

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

Atenha-se aos excertos poéticos em evidência e, em seguida, responda às questões:

Poema só para Jaime Ovalle

Quando hoje acordei, ainda fazia escuro
(Embora a manhã já estivesse avançada).
Chovia.
Chovia uma triste chuva de resignação
Como contraste e consolo ao calor tempestuoso da noite.
Então me levantei,
Bebi o café que eu mesmo preparei,
Depois me deitei novamente, acendi um cigarro e fiquei pensando...(grifos nossos)
- Humildemente pensando na vida e nas mulheres que amei. (idem)

                                                                                        Manuel Bandeira

a) Os termos em destaque classificam-se como advérbios? No caso de uma reposta afirmativa, procure justificá-la, indicando também a circunstância expressa por eles.

b) Transforme-os em locuções adverbiais correspondentes.

Questão 2

Ao estabelecer familiaridade com as orações em evidência, substitua as expressões em destaque por advérbios que retratem circunstância de modo.

a – Com calma, o rapaz foi se aproximando dos convidados.
b – Com suavidade, as ondas tocavam seus pés à beira do mar.  
c – Os policiais agiram com cautela, pois qualquer deslize poderia ser fatal.
d – Procurava acariciá-la com carinho, dada a magnitude de seus sentimentos.
e – Não compareceram ao local determinado, com certeza desistiram do passeio.

Ver resposta