Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Período composto por coordenação

O período composto por coordenação apresenta duas ou mais orações coordenadas, ligadas ou não por conjunção. Nesse período nenhuma oração é dependente de outra.

Conceito e exemplo de período composto por coordenação em fundo quadriculado.
O período composto por coordenação traz duas ou mais orações coordenadas juntas.
Crédito da Imagem: Shutterstock
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O período composto por coordenação é um período que apresenta apenas orações coordenadas nele, que podem estar ou não ligadas entre si por conjunção coordenativa.

Leia também: Afinal, o que é uma oração?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre período composto por coordenação

  • O período composto por coordenação é aquele formado apenas por orações coordenadas.

  • Essas orações coordenadas podem estar ligadas ou não por conjunções coordenativas.

  • Já o período composto por subordinação apresenta, necessariamente, uma oração principal e outra subordinada.

O que é um período composto por coordenação?

O período composto por coordenação é um período formado por duas ou mais orações coordenadas, que podem ser ou não ligadas por conjunções. Veja:

Fui ao mercado, comprei algumas frutas, mas esqueci um item importante.

Nesse caso, há mais de uma oração: “Fui ao mercado”, “comprei algumas frutas” e “mas esqueci um item importante”. Cada uma delas, se aparecesse isolada, continuaria fazendo sentido. Portanto, são orações coordenadas. Mas como todas foram colocadas juntas, em um mesmo período, esse período é composto por coordenação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como identificar um período composto por coordenação?

Para identificar esse tipo de período, basta organizar a estrutura, separando as orações e verificando se, ao serem lidas isoladamente, elas continuam tendo sentido completo. Além disso, observe se há conjunções coordenativas conectando as orações.

Veja o período a seguir:

Sou uma pessoa distraída, então faltou um item na lista de compras.

Nele, as orações “Sou uma pessoa distraída” e “faltou um item na lista de compras” poderiam aparecer sozinhas, separadas por ponto, e ainda assim teriam sentido completo. Porém, aparecem ligadas por uma conjunção coordenativa (“então”), que estabelece, entre elas, relação de conclusão.

Leia também: Uso da vírgula nas orações coordenadas

Classificação das orações coordenadas

As orações coordenadas podem ser classificadas como assindéticas ou sindéticas. Para entender melhor, veja o período composto por coordenação a seguir:

Oração coordenada assindética + oração coordenada sindética

Fiquei feliz no mercado, porque encontrei um item na promoção.

Agora, entenda como cada uma dessas orações é classificada.

  • Oração coordenada assindética

Não é introduzida por nenhuma conjunção. No exemplo anterior, a oração “Fiquei feliz no mercado” é assindética. As duas orações poderiam ser assindéticas se não houvesse nenhuma conjunção para introduzir nenhuma delas:

Fiquei feliz no mercado, encontrei um item na promoção.

  • Oração coordenada sindética

É uma oração coordenada introduzida por uma conjunção coordenativa, que une uma oração coordenada à outra. No exemplo anterior, a oração coordenada sindética é “porque encontrei um item na promoção”, iniciada pela conjunção “porque”.

As orações coordenadas sindéticas podem ser classificadas de acordo com a relação estabelecida pela conjunção que as introduz:

- Oração coordenada sindética aditiva: estabelece relação de adição. Ex.: “Andei até o mercado e fiz minhas compras.”

- Oração coordenada sindética adversativa: estabelece relação de oposição. Ex.: “Fui ao mercado, mas esqueci um item.”

- Oração coordenada sindética alternativa: estabelece relação de alternância. Ex.: “Gastar todo o meu dinheiro ou esperar uma boa promoção?”

- Oração coordenada sindética conclusiva: estabelece relação de conclusão. Ex.: “Sou uma pessoa distraída; logo, não levei um item das compras.”

- Oração coordenada sindética explicativa: estabelece relação de explicação. Ex.: “Faltou um item na lista de compras porque eu sou distraído.”

Videoaula sobre orações coordenadas

Diferenças entre período composto por coordenação e período composto por subordinação

Se no período composto por coordenação todas as orações são independentes entre si e podem ser entendidas isoladamente, o mesmo não acontece no período composto por subordinação. Nele, há uma oração principal (esta, sim, é uma oração coordenada, por ser independente) e outra oração subordinada à principal, ou seja, que não pode ser entendida isoladamente, sendo dependente de outra oração para fazer sentido.

Veja a diferente a seguir.

Faltou um item na lista de compras porque eu sou distraído.

Nesse caso, tanto a oração "Faltou um item na lista de compras" quanto a oração "eu sou distraído" são independentes; portanto, trata-se de um período composto por coordenação.

Oração subordinada + oração principal

Por eu ser distraído, esqueci um item da lista de compras.

Já nesse outro caso, a oração subordinada "Por eu ser distraído" depende da oração principal para fazer sentido, já que não faz sentido sozinha; desse modo, trata-se de um período composto por subordinação. Para saber mais sobre o período composto por subordinação, clique aqui.

Exercícios resolvidos sobre o período composto por coordenação

Questão 1

(Vunesp)

Texto para a questão.

O casamento infeliz da corrupção com cumplicidade e a resultante crise de autoridade na vida pública (com reflexos em toda sociedade, inclusive na família) trazem à tona a questão da moralidade. (Não estou usando, de propósito, a palavra ética: a pobre anda humilhada demais.) Não se confunda moralidade com moralismo, que é filho da hipocrisia. Moralidade faz parte da decência humana fundamental. Dispensa teorias, mas é a base de qualquer convívio e ordem social. Embora não necessariamente escrita, está contida também nas leis tão mal cumpridas do país. Todos a conhecem em seus traços mais largos, alguns a praticam. Moralidade é compostura. É exercer autoridade externa fundamentada em autoridade moral. É fiscalizar rigorosamente o cumprimento das leis sem ser policialesco. É respeitar as regras sem ser uma alma subalterna.

Moralidade pode ser difícil num país onde o desregramento impera. Exige grande coragem dizer não quando a tentação (de roubar, de enganar, ou de compactuar com tudo isso) nos assedia de todos os lados, também de cima. Num governo, é o oposto de assistencialismo, que dá alguns trocados aos despossuídos, em lugar de emprego e educação, que lhes devolveriam a dignidade. É lutar pelo bem comum, perseguindo e escancarando a verdade mesmo que contrarie grandes e vários interesses.

(Lya Luft, Veja, 20.09.2006)

Assinale a alternativa correta sobre o período — Dispensa teorias, mas é a base de qualquer convívio e ordem social.

A) É um período composto por coordenação, e a segunda oração é aditiva.

B) É um período composto por subordinação, e a segunda oração é concessiva.

C) É um período composto por coordenação, e a segunda oração é adversativa.

D) É um período composto por subordinação, e a segunda oração é causal.

E) É um período composto por coordenação, e a segunda oração é alternativa.

Resposta

Alternativa C. Como as duas orações (“Dispensa teorias” e “mas é a base de qualquer convívio e ordem social”) podem ser entendidas isoladamente, trata-se de um período composto por coordenação. A conjunção “mas” estabelece relação de oposição entre as duas orações, então a segunda oração é adversativa.

Questão 2

(FCC – adaptado)

“A procura de alimentos de origem animal cresceu em alguns países e criou um desafio para os produtores e também para os plantadores de soja e de cereais usados na fabricação de rações.”

Leia as afirmações a seguir:

I) Trata-se de um período composto por três orações coordenadas entre si.

II) Há um só sujeito comum para os verbos cresceu e criou.

III) A oração “usados na fabricação de rações” tem sentido equivalente a "que se usam na fabricação de rações".

Está INCORRETO o que se afirma em:

A) I.

B) II.

C) III.

D) I e II.

E) II e III.

Resposta

Alternativa A. Não é um período composto por três orações coordenadas. As demais afirmações estão corretas.

Fontes:

AZEREDO, José Carlos de. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. São Paulo: Parábola, 2021.

BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 38ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2020.

CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 7ª ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2016.

Escritor do artigo
Escrito por: Guilherme Viana Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VIANA, Guilherme. "Período composto por coordenação"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/periodo-composto-coordenacao.htm. Acesso em 22 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

O período composto por coordenação é retratado por orações que não mantêm dependência sintática entre elas, isto é, somente são ligadas pelo uso da conjunção.

Assim sendo, demonstre seu conhecimento elaborando uma oração para cada modalidade solicitada:

a- aditiva
b- adversativa
c- alternativa
d- explicativa
e- conclusiva

Exercício 2

Verifique o código em evidência, empregando-o corretamente de acordo com os casos expressos pelas orações a seguir:

A- coordenada explicativa

B - coordenada aditiva

C - coordenada alternativa

D - coordenada adversativa

 

a - Não fomos ao aniversário, porém trouxemos o presente.
b – Ou tentas se qualificar melhor, ou serás demitido.
c – Conseguimos obter um ótimo resultado, pois nos esforçamos bastante.
d – Viajamos muito e chegamos exaustos. 

Artigos Relacionados


As orações coordenadas e o uso da vírgula

Atenha-se a algumas particularidades relacionadas a esta ocorrência linguística!
Gramática

Conjunções coordenativas

Aprenda mais sobre as conjunções coordenativas. Entenda sua função no enunciado e como ocorre a classificação dessa classe gramatical.
Gramática

Frase – Oração – Período

Você sabe a diferença entre eles?
Gramática

Locuções conjuntivas

Leia este artigo sobre as locuções conjuntivas, conjunto de duas ou mais palavras que têm um único sentido e cumprem a função de uma só conjunção.
Gramática

O uso da vírgula nas orações subordinadas

Amplie seus conhecimentos em relação a este fato linguístico!
Gramática

Oração

Descubra como são formadas as orações na língua portuguesa e quais são as suas possíveis classificações. Entenda a diferença entre frase, oração e período.
Gramática

Orações subordinadas adjetivas

Você sabe quais são as orações subordinadas adjetivas? Clique aqui, saiba como elas são classificadas e conheça os outros tipos de orações subordinadas que existem.
Gramática

Orações subordinadas adverbiais

Clique aqui para entender o que são orações subordinadas adverbiais. Conheça os nove tipos de orações subordinadas adverbiais. Veja alguns exemplos.
Gramática

Que: ora conjunção integrante, ora pronome relativo

O “que” pode funcionar como conjunção integrante e como pronome relativo. Atenha-se às características que demarcam tais circunstâncias!
Gramática

Sentidos das conjunções

Você sabia que o contexto demarca os diferentes sentidos ocupados pelas conjunções? Clique, confira e se certifique das elucidações aqui explicitadas!
Gramática