Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Anáfora

Anáfora pode referir-se a uma figura de linguagem que repete uma mesma palavra ou expressão no início das orações, ou à retomada de uma expressão no enunciado, gerando coesão.

Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Anáfora pode referir-se a uma figura de linguagem na qual se repete uma mesma palavra ou expressão no início das orações. Anáfora pode ainda ser um termo linguístico relacionado à retomada de uma expressão no enunciado.

Leia também: Elipse – figura de linguagem que consiste na supressão de um termo subentendido no enunciado

Tópicos deste artigo

O que é anáfora?

Anáfora é uma figura de linguagem que se caracteriza pela repetição de uma mesma palavra ou expressão no início de cada oração ou sentença. Por afetar a estrutura do enunciado, é classificada como figura de sintaxe (ou figura de construção).

Usos da anáfora

Essa figura é muito comum em textos poéticos ou em músicas, quando os versos começam com a mesma palavra ou expressão, dando mais musicalidade ao texto.

Nos versos seguintes, da canção “Pedro Pedreiro”, há anáfora via repetição do verbo “esperando”.

“Assim pensando o tempo passa e a gente vai ficando pra trás
Esperando, esperando, esperando
Esperando o sol
Esperando o trem
Esperando o aumento
Desde o ano passado para o mês que vem”
(Chico Buarque)

Da mesma forma, Carlos Drummond de Andrade usa anáfora em diversos versos do poema “E agora, José?”.

Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse...
Mas você não morre,
você é duro, José!”

Muitos textos publicitários podem utilizar a anáfora, já que a repetição chama atenção e torna o enunciado mais fácil de ser memorizado.

Tá na moda, tá na mão, tá na C&A.”

Também é comum o uso de anáfora em prosas, para enfatizar e realçar um elemento do enunciado, como neste trecho do romance Memorial de Aires, de Machado de Assis.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

“Este, aliás, acompanhou a narração da mulher em silêncio com os olhos no teto; naturalmente não queria incorrer na pecha de fraco, mas a fraqueza, se o era, começou nos gestos; ele ergueu-se, ele sentou-se, ele acendeu um charuto, ele retificou a posição de um vaso...”

Leia também: Polissíndeto – figura de linguagem que consiste no uso repetitivo de determinada conjunção

Diferença entre anáfora e catáfora

Anáfora pode referir-se a uma figura de linguagem ou a um mecanismo de coesão textual.
Anáfora pode referir-se a uma figura de linguagem ou a um mecanismo de coesão textual.

No campo da linguística, a anáfora pode referir-se ao elemento de coesão textual, no qual ocorre a retomada de um elemento anterior no enunciado via outra expressão, evitando a repetição do termo referido. Observe:

Geovana e Flávia são muito estudiosas. Elas têm ótimas notas.

No exemplo, a anáfora ocorre quando o pronome “elas” retoma o elemento “Geovana e Flávia”, apresentado anteriormente. Perceba que, em vez de repetir o termo “Geovana e Flávia”, usou-se outro termo como referência: “elas”.

Na catáfora, por outro lado, ocorre a antecipação de um elemento posterior no enunciado, que ainda será explicitado. Veja:

O meu preferido é este: o vestido verde.

Aqui, vemos que o pronome “este” antecipa um termo posterior no enunciado: “o vestido verde”. Esse é um típico caso de anáfora.

 

Por Guilherme Viana
Professor de Gramática

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VIANA, Guilherme. "Anáfora"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/anafora.htm. Acesso em 07 de julho de 2022.

De estudante para estudante


Qual a diferença entre os “porquês”?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Qual a diferença entre frase e oração?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Direitos das crianças no Brasil

Veja nesta videoaula o histórico dos direitos das crianças no Brasil, percorrendo o período colonial até a...

Variabilidade genética

Sempre que falamos de variabilidade genética, analisamos genótipos e fenótipos, observamos novas características,...