Assonância

Gramática

PUBLICIDADE

A assonância é uma figura de linguagem que consiste na repetição de fonemas vocálicos, especialmente em sílabas tônicas, para inferir um som e estabelecer efeitos sonoros específicos no texto. Trata-se de um recurso linguístico muito utilizado em poemas ou letras de música, mas também pode ocorrer em textos em prosa.

Veja também: Polissíndeto – figura de linguagem que utiliza repetidamente uma conjunção

Exemplos de aliteração

Observe os exemplos a seguir:

“Esta menina

tão pequenina

quer ser bailarina”

(Cecília Meireles)

Note a repetição do fonema vocálico [i] e [na]. Trata-se de um efeito sonoro que traz plasticidade ao texto, ou seja, a repetição do fonema compõe o efeito de sentido dos versos.

Sugar Cane Fields Forever

[…] Sou um mulato nato

No sentido lato

Mulato democrático do litoral […]

VELOSO, Caetano. Sugar Cane Fields Forever

No trecho da música de Caetano Veloso, temos a repetição do fonema / a /, configurando, assim, assonância. No mesmo texto, temos a repetição do fonema / t /, o que configura aliteração.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A aliteração também ocorre em textos em prosa. Veja o exemplo abaixo, escrito por Guimarães Rosa.

“Cassiano pensou, fumou, imaginou, trotou, cismou, e, já a duas léguas do arraial, na estrada do norte, os seus cálculos acharam conclusão:

Acertei minha ideia: eu não podia, por lei de rei, admitir o extrato daquilo.”

Assonância e aliteração

Enquanto a assonância promove repetições de sons vocálicos, especialmente as sílabas tônicas, a aliteração é a repetição de sons consonantais.

Observe o exemplo abaixo:

“A brisa do Brasil beija a balança.”

(Castro Alves, “Navio Negreiro”)

Note a repetição do fonema /b/. Trata-se de um efeito sonoro, marca do escritor Castro Alves, que traz plasticidade ao texto, ou seja, a repetição do fonema compõe o efeito de sentido da obra.

Veja também: Anacoluto – figura de linguagem caracterizada pela topicalização de um termo no início do enunciado

A assonância envolve a repetição de fonemas vocálicos.
A assonância envolve a repetição de fonemas vocálicos.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Makiyama) No título Ruivos, uni-vos a autora do texto criou efeito entre as palavras ao fazer um jogo entre elas por meio de figuras de linguagem, das quais podemos destacar:

A) solecismo.

B) pleonasmo.

C) hipérbato.

D) zeugma.

E) assonância.

Resolução

Alternativa E. Repetição do fonema vocálico / i /.

Questão 2 – (Enem)

Para o mano Caetano

O que fazer do ouro de tolo

Quando um doce bardo brada a toda brida,

Em velas pandas, suas esquisitas rimas?

Geografia de verdades, Guanabaras postiças

Saudades banguelas, tropicais preguiças?

A boca cheia de dentes

De um implacável sorriso

Morre a cada instante

Que devora a voz do morto, e com isso,

Ressuscita vampira, sem o menor aviso

[...] E eu soy lobo-bolo? lobo-bolo

Tipo pra rimar com ouro de tolo?

Oh, Narciso Peixe Ornamental!

Tease me, tease me outra vez 1

Ou em banto baiano

Ou em português de Portugal

De Natal

[...]

Tease me (caçoe de mim, importune-me).

LOBÃO. Disponível em: http://vagalume.uol.com.br. Acesso em: 14 ago. 2009 (adaptado).

Na letra da canção apresentada, o compositor Lobão explora vários recursos da língua portuguesa, a fim de conseguir efeitos estéticos ou de sentido. Nessa letra, o autor explora o extrato sonoro do idioma e o uso de termos coloquiais na seguinte passagem:

A) “Quando um doce bardo brada a toda brida” (v. 2)

B) “Em velas pandas, suas esquisitas rimas?” (v. 3)

C) “Que devora a voz do morto” (v. 9)

D) “lobo-bolo//Tipo pra rimar com ouro de tolo? (v. 11-12)

E) “Tease me, tease me outra vez” (v. 14)

Resolução

Alternativa D. O autor faz uso da assonância na repetição do fonema vocálico / o /, a fim de conseguir efeitos estéticos ou de sentido.

 

Por Marcelo Sartel
Professor de Gramática

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SARTEL, Marcelo. "Assonância"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/assonancia.htm. Acesso em 26 de novembro de 2020.