Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

População Economicamente Ativa (PEA)

População Economicamente Ativa (PEA) é a parcela da população de um país que possui idade para trabalhar e que está inserida no mercado do trabalho ou à procura de emprego.

Pessoas trabalhando em uma indústria, indivíduos que fazem parte da População Economicamente Ativa (PEA).
A População Economicamente Ativa (PEA) é composta por indivíduos que estão empregados ou à procura de um emprego.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

População Economicamente Ativa (PEA) é um conceito demográfico que expressa o total de pessoas com 10 anos ou mais de idade e que exercem alguma atividade remunerada ou que estão à procura de trabalho. Assim sendo, o cálculo da PEA é feito pela soma da população ocupada (ou ativa, que tem um trabalho) com a população desocupada (ou desempregada) e que está à procura de inserção ou reinserção profissional. Importante reflexo da conjuntura econômica de um país, a PEA pode ser dividida conforme os setores da economia: primário, secundário e terciário.

Leia também: População — conceito demográfico que se refere ao conjunto de indivíduos que vivem em determinado território

Tópicos deste artigo

Resumo sobre População Economicamente Ativa (PEA)

  • População Economicamente Ativa (PEA) é a parcela da população de um país que possui idade para trabalhar e que está inserida no mercado do trabalho (formal ou informal) ou à procura de emprego.

  • Fazem parte da PEA a população ocupada (ativa) e a população desocupada (desempregada). No Brasil, a idade contabilizada é acima de 16 anos.

  • A PEA pode ser dividida de acordo com o setor econômico: primário, secundário ou terciário. Com base nesse dado, é possível analisar o perfil socioeconômico de um país.

  • O cálculo da PEA reflete a conjuntura econômica e as tendências demográficas do país, sendo importante principalmente para nortear a gestão pública do território.

  • A PEA do Brasil é, hoje, de 108.154.000 de pessoas. Desses, 91,8% correspondem a pessoas ocupadas, e a maioria delas integra o setor terciário da economia.

  • É importante saber a diferença de PEA para PEI. A População Economicamente Inativa (PEI) compreende crianças, aposentados, trabalhadores domésticos sem remuneração e desalentados.

Videoaula sobre População Economicamente Ativa (PEA)

O que é População Economicamente Ativa (PEA)?

População Economicamente Ativa (PEA) é um conceito demográfico e um indicador socioeconômico utilizado para determinar a situação ocupacional de parte da população de determinado território.|1| Compreende-se por PEA a parcela da população que se encontra em idade para exercer algum tipo de trabalho e que está inserida no mercado de trabalho (população ocupada ou ativa), e também aqueles que estão desempregados, mas à procura de uma recolocação, isto é, de um trabalho.

Essa definição pode ser empregada em diversos países e territórios. No entanto, o que muda é o intervalo de idade, ou de faixas etárias, considerado para o cálculo da PEA. Até mesmo no Brasil, como veremos adiante, houve alteração nos limites mínimos de idade para enquadrar um indivíduo como parte da PEA.

Quem faz parte da PEA?

A PEA é composta por dois diferentes grupos demográficos, sendo eles:

  • População ocupada ou ativa: são aqueles indivíduos que possuem idade para exercer alguma atividade profissional e estão trabalhando, ou seja, recebem remuneração para desempenhar tarefas que não sejam tarefas domésticas realizadas na sua própria residência.

  • População desocupada ou desempregada: são aqueles indivíduos que integram a faixa etária da PEA, mas que estão desempregados. Nesse caso, considera-se para o cálculo da PEA aquelas pessoas desempregadas que estão em busca de recolocação profissional. Não são considerados os desalentados, aqueles que não estão em busca ou que desistiram de encontrar um trabalho.

Existe um intervalo de idade que se leva em consideração para a estimativa da PEA de um país ou território. No Brasil, esse intervalo já foi de 10 a 65 anos de idade. Entretanto, de acordo com notas técnicas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o cálculo da PEA, hoje, leva em conta indivíduos com idade igual ou superior a 16 anos.|2|

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como funciona a PEA?

A PEA é um indicador que mensura o tamanho do mercado de trabalho de um território, focando mais precisamente no contingente de trabalhadores existentes em determinada população. A distribuição da População Economicamente Ativa é comumente feita com base nos diferentes setores da economia.

PEA do setor primário

Pessoas trabalhando em uma plantação, indivíduos que são parte importante da População Economicamente Ativa (PEA).
A PEA do setor primário é maior nos países subdesenvolvidos.

O setor primário da economia é o setor referente às atividades agropecuária e extrativista. A PEA do setor primário é maior nas nações menos desenvolvidas, comumente classificadas como subdesenvolvidas. Nesses países a economia é centrada nas atividades primárias, motivo pelo qual o setor correspondente necessita de uma maior quantidade de pessoas trabalhando de maneira direta. Em países desenvolvidos, as atividades primárias tendem a ser automatizadas, o que reduz a quantidade de trabalhadores diretamente envolvidos.

→ PEA do setor secundário

Pessoas trabalhando em indústria, indivíduos que são parte importante da População Economicamente Ativa (PEA).
A PEA do setor secundário é formada pelos trabalhadores da indústria.

O setor secundário da economia é o setor que compreende a atividade manufatureira e industrial de um país ou território. O tamanho da PEA do setor secundário é maior nos países que estão em um nível de desenvolvimento que pode ser considerado intermediário, ou seja, não são considerados nem desenvolvidos, nem subdesenvolvidos.

Trata-se dos países emergentes, que apresentam uma indústria em processo de crescimento junto do seu setor terciário. Ainda assim, mesmo nessas localidades, a PEA do setor secundário tem decrescido em função da automatização gradativa do processo produtivo.

PEA do setor terciário

Médica, parte importante da População Economicamente Ativa (PEA), analisando o prontuário de um paciente em um tablet.
A PEA do setor terciário inclui os trabalhadores e profissionais de serviços essenciais, como médicos e enfermeiros.

O setor terciário da economia é o setor que compreende todos os serviços de uma economia, bem como a atividade comercial. A PEA do setor terciário é formada por uma gama de pessoas atuantes nas mais diversas áreas, desde tecnologia e informação, passando por bancários, trabalhadores do setor financeiro, professores e médicos, até o varejo e o comércio informal.

Em função do grande desenvolvimento do setor de telecomunicações e informática e do segmento financeiro e econômico, a PEA do terciário é numerosa nos países desenvolvidos. Além disso, tem apresentado importante crescimento nos países emergentes.

Como é feito o cálculo da População Economicamente Ativa?

O tamanho da População Economicamente Ativa é calculado por meio de uma adição simples, segundo explica o IBGE. No Brasil, a PEA é obtida por meio da soma de toda a população ocupada e da população desocupada, ambos os grupos com idade igual ou superior a 16 anos.

É importante ressaltar que a população ocupada inclui tanto os trabalhadores formais, que possuem carteira de trabalho assinada, quanto os empregadores, os trabalhadores informais e os autônomos. Esse grupo abrange, portanto, todos aqueles indivíduos que desempenham algum tipo de tarefa remunerada, seja essa remuneração fixa, seja variável.

Importância do cálculo da PEA

Conhecer e compreender a fundo o perfil da PEA de um país ou área é de grande importância para o poder público de modo geral, notadamente para os governantes de tal território. Mediante a análise cuidadosa desses dados, são realizados levantamentos acerca da população que exerce ou exerceu alguma atividade remunerada e busca recolocação, além daqueles que são inativos, sendo tais informações um reflexo da conjuntura econômica do país ou território.

Com isso é possível determinar indicadores como o desemprego em um período preestabelecido, o número de pessoas que possuem renda, a evolução do emprego e do desemprego ao longo do tempo e outros levantamentos fundamentais para a economia e para o desenvolvimento social.

Portanto, o cálculo da PEA é imprescindível para a criação de estratégias e de políticas públicas voltadas para o trabalho e para o emprego, no sentido de ampliar o número de pessoas ativas e de diminuir o desemprego, ações importantes e que contribuem para o crescimento e para o desenvolvimento socioeconômico locais.

A PEA é importante, também, para acompanhar o impacto das tendências demográficas na economia, como o envelhecimento populacional e a sua relação com a dependência dos mais velhos para com a população ativa ou, ainda, a forma como essa tendência altera a composição e o volume da PEA.

População Economicamente Ativa (PEA) do Brasil

A PEA brasileira aumentou em 18%, aproximadamente, na última década. Em 2010, a População Economicamente Ativa do Brasil era de 91,5 milhões de pessoas. Considerando a atual PEA brasileira, temos que a sua composição é feita da seguinte maneira:

  • População ocupada: 99.838.000 habitantes, ou 91,8% da PEA;

  • População desocupada: 8.316.000 habitantes, ou 8,2% da PEA. |3|

Ademais, sabendo que a população do Brasil é, atualmente, de 203.080.756 pessoas, segundo o Censo de 2022, temos que as pessoas ocupadas e desocupadas representam uma fatia de 53,2% de todos os habitantes do território nacional.

A maior parcela da População Economicamente Ativa do país se concentra nas faixas etárias que compreendem o intervalo de 30 a 49 anos de idade, sendo sutilmente maior a parcela de pessoas do sexo masculino (pouco mais de 50%) do que feminino. Em se tratando dos setores, a PEA do terciário corresponde a cerca de dois terços do total de pessoas que integram esse grupo.

Veja também: Principais características da economia do Brasil

Diferenças entre PEA e PEI

População Economicamente Ativa (PEA)

População Economicamente Inativa (PEI)

Grupo de pessoas com 10 anos ou mais e que possuem uma ocupação remunerada ou que, ainda que desempregadas, busquem por uma colocação ou recolocação no mercado de trabalho.

Grupo de pessoas com idade inferior a 10 anos (crianças) e, também, de pessoas que desempenham serviços domésticos sem remuneração, desalentados (que não estão mais em busca de trabalho), estudantes que não trabalham e aposentados.

Exercícios resolvidos sobre População Economicamente Ativa (PEA)

Questão 1

(Fatec) A distribuição da População Economicamente Ativa (PEA) por setores de atividades econômicas (primário, secundário e terciário) pode fornecer dados interessantes sobre o desenvolvimento de um país. A distribuição não é uniforme e imutável, ela se altera, em função das especificidades econômicas e sociais de cada país.

No Brasil, a distribuição da PEA por setores de atividades mostra que:

A) a maior parte da PEA encontra-se no setor primário, evidenciando o caráter agroexportador da economia brasileira.

B) a PEA alocada no setor secundário ultrapassa os 50% do seu total, indicando que o Brasil é, efetivamente, um país industrializado.

C) o setor terciário, por concentrar atividades extrativistas e de mineração, vem se destacando como principal setor empregador do Brasil.

D) o setor terciário é onde se encontra a maior parte da PEA, revelando a crescente importância desse setor na economia brasileira.

E) o rápido processo de urbanização ocorrido a partir da segunda metade do século XX tornou o setor secundário o maior empregador brasileiro.

Resolução:

Alternativa D

Nos últimos anos, o setor terciário brasileiro passou a responder por uma parcela cada vez maior da economia nacional, mostrando o seu ganho de importância. Esse crescimento foi seguido do número cada vez maior de trabalhadores nele empregado, concentrando maior fatia da PEA.

Questão 2

(Unesp) Analise o gráfico.

Gráfico relacionado ao trabalho na economia brasileira, em uma questão da Unesp sobre População Economicamente Ativa (PEA).

(http://observatoriodesigualdades.fjp.mg.gov.br. Adaptado.)

A análise do gráfico, associada a conhecimentos sobre o trabalho na economia brasileira, demonstra que, a partir de 2015, houve:

A) o aumento das ocupações no setor informal.

B) a prevalência dos subempregos.

C) a estabilização das ocupações no setor formal.

D) o decréscimo da população ativa.

E) a diminuição das terceirizações.

Resolução:

Alternativa A

O gráfico mostra que, a partir de 2015, ano marcado por uma crise econômica no Brasil que reverberou nos anos seguintes, a PEA passou a ser composta por um maior número de pessoas trabalhando no setor informal, como indica a linha em laranja.

Notas

|1|DANTAS, Eugenia Maria; MORAIS, Ione Rodrigues Diniz; FERNANDES, Maria José da Costa. Geografia da população. 2. ed. Natal: EDUFRN, 2011.

|2|IBGE. Estatísticas de Gênero: Trabalho. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/apps/snig/v1/?loc=0&cat=-1,-2,99,100,101,60,8,128,129&ind=4726.

|3|IBGE/SPE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADc): Taxa de desocupação. IBGE/SPE, 2023. Disponível em: https://www.gov.br/fazenda/pt-br/central-de-conteudo/publicacoes/conjuntura-economica/emprego-e-renda/2023/informativo-pnad-set2023.html#Taxa_de_desocupa%C3%A7%C3%A3o.

Fontes

DANTAS, Eugenia Maria; MORAIS, Ione Rodrigues Diniz; FERNANDES, Maria José da Costa. Geografia da população. 2. ed. Natal: EDUFRN, 2011.

IBGE. Estatísticas de Gênero: Trabalho. IBGE, [s.d.] Disponível em: https://www.ibge.gov.br/apps/snig/v1/?loc=0&cat=-1,-2,99,100,101,60,8,128,129&ind=4726.

IBGE/SPE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADc): Taxa de desocupação. IBGE/SPE, 2023. Disponível em: https://www.gov.br/fazenda/pt-br/central-de-conteudo/publicacoes/conjuntura-economica/emprego-e-renda/2023/informativo-pnad-set2023.html#Taxa_de_desocupa%C3%A7%C3%A3o.

OLIVEIRA, Wander Rodrigues de. Estudo da População Economicamente Ativa no Brasil via Análise de Agrupamentos. 2019. 21 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27981.

REIS, Tiago. População economicamente ativa: o que é e como funciona esse indicador. Suno, 23 jan, 2019. Disponível em: https://www.suno.com.br/artigos/populacao-economicamente-ativa/.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "População Economicamente Ativa (PEA)"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/populacao-economicamente-ativa-pea.htm. Acesso em 29 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas