Mielite transversa

Doenças e patologias

PUBLICIDADE

A mielite transversa é uma inflamação da medula espinhal que desencadeia o comprometimento da motricidade e também das funções sensitivas e autônomas do indivíduo acometido pelo problema. O paciente com mielite transversa pode apresentar quadro de fraqueza ou paralisia parcial nos membros inferiores, além de disfunções evacuatórias e miccionais.

A doença pode decorrer de infecções virais ou bacterianas ou ainda associada a outros problemas de saúde, como alterações vasculares e doenças autoimunes. Pode ser também idiopática, ou seja, sem causa definida.

Recentemente a doença foi apontada como a possível causa da interrupção de testes com uma vacina contra COVID-19, sendo considerada como uma possível reação ao imunizante. Pode afetar pessoas de qualquer faixa etária e é uma doença considerada rara, sendo observados de 1 a 4 novos casos por milhão de pessoas a cada ano.

Leia também: COVID-19 – o que é, sintomas, transmissão, diagnóstico, tratamento

Medula espinhal

A medula espinhal, assim como o encéfalo, faz parte do sistema nervoso central. A medula está localizada no interior da coluna.
A medula espinhal, assim como o encéfalo, faz parte do sistema nervoso central. A medula está localizada no interior da coluna.

Antes de compreendermos melhor o que é a mielite transversa, devemos saber o que é a medula espinhal. A medula espinhal é um cordão formado por tecido nervoso que está localizado no interior da nossa coluna vertebral.

É uma estrutura extremamente importante para o nosso organismo, estando relacionada, entre outras funções, com a transmissão de informações do corpo em direção ao encéfalo e também garantindo o transporte no sentido contrário. A movimentação do nosso corpo apresenta também relação direta com a medula, sendo lesões nessa área responsáveis, por exemplo, pela perda do movimento nos membros inferiores. Para saber mais sobre essa parte fundamental do nosso corpo, leia: Medula espinhal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é a mielite transversa?

A mielite transversa é um termo utilizado para referir-se a uma inflamação que atinge a medula espinhal. Suas causas podem ser variadas, sendo possível destacar neoplasias, doenças autoimunes e alterações vasculares. A mielite transversa também é frequentemente associada a infecções virais ou bacterianas e à vacinação. Vale salientar, no entanto, que ainda não está bem determinada a relação causa-efeito entre a doença e vacinação.

Dentre as doenças infecciosas que se relacionam com a mielite transversa, podemos citar a rubéola, o sarampo e o vírus HIV. A mielite transversa pode ser considerada ainda como a primeira manifestação de doenças desmielinizantes, como é o caso da esclerose múltipla. A mielite transversa pode ser também idiopática, ou seja, ter causa desconhecida.

Recentemente se especulou que um caso de mielite transversa poderia ser responsável pela interrupção de testes com uma vacina contra COVID-19.
Recentemente se especulou que um caso de mielite transversa poderia ser responsável pela interrupção de testes com uma vacina contra COVID-19.

A evolução da doença bem como a recuperação do indivíduo variam muito de uma pessoa para outra, sendo possível observar pacientes que apresentam resolução completa do quadro rapidamente e outros que apresentam sequelas permanentes. Estima-se que, em 50% dos casos, a recuperação é completa. Vale destacar ainda que a recuperação espontânea da doença pode ocorrer dentro de semanas a meses.

Leia também: 5 mitos sobre vacinas

Quais os sintomas da mielite transversa?

Essa doença inflamatória destaca-se por provocar sintomas de disfunção neurológica motora, sensitiva e/ou autonômica. Em alguns pacientes, a doença desenvolve-se rapidamente dentro de minutos ou horas, em outros, no entanto, a progressão pode ser mais lenta, ocorrendo dentro de dias ou semanas. Dentre os sintomas mais comuns da mielite transversa, podemos citar:

  • Dores na região das costas.

  • Dores musculares.

  • Formigamento nos pés.

  • Paraparesia (fraqueza ou paralisia parcial) dos membros inferiores.

  • Distúrbios sensoriais.

  • Disfunções evacuatórias e/ou miccionais, como incontinência urinária e intestinal.

Diagnóstico e tratamento da mielite transversa

Para o diagnóstico de mielite transversa, o médico deverá avaliar os sinais e sintomas do paciente bem como o histórico familiar e descartar outras alterações que podem provocar as mesmas manifestações clínicas. A utilização da ressonância magnética é importante para descartar causas como compressão medular ou edema.

Não há um consenso quando o assunto é o tratamento da mielite transversa, entretanto, alguns estudos indicam o uso de metilprednisolona endovenosa nas formas graves, a fim de reduzir-se o tempo da doença e também os déficits que podem ocorrer. Medicamentos para dor também podem ser usados para aliviar os sintomas. Outros métodos não medicamentosos são recomendados no tratamento da doença, sendo um deles a fisioterapia.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Mielite transversa"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/mielite-transversa.htm. Acesso em 28 de novembro de 2020.