Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ancilostomíase ou ancilostomose

Doenças e patologias

PUBLICIDADE

Ancilostomíase, ancilostomose, amarelão ou doença do Jeca Tatu é o nome dado a uma verminose causada por nematódeos das espécies Necator americanus e Ancylostoma duodenale. Essa doença é contraída quando entramos em contato com solo que contenha a larva desses parasitas. Uma das formas de prevenção, portanto, é sempre andar calçado.

As larvas, após entrarem pela nossa pele, chegam à corrente sanguínea e depois atingem o sistema digestório, onde se desenvolvem. É no intestino delgado humano que o parasita se alimenta e se reproduz. Esses vermes se alimentam do sangue e podem provocar anemia em casos mais graves da doença.

Leia também: Doenças causadas por vermes

O que é a ancilostomíase?

Ancilostomíase, ancilostomose, amarelão ou doença do Jeca Tatu é o nome dado a uma doença provocada por vermes nematódeos das espécies Necator americanus e Ancylostoma duodenale. Esses vermes se desenvolvem no nosso intestino delgado, onde se alimentam e se reproduzem. Para se alimentar, esses animais se fixam no intestino, o que pode desencadear feridas no órgão. A perda de sangue causada pelas lesões e também pela alimentação do verme pode provocar anemia, um sintoma dessa doença.

 Os vermes causadores da ancilostomíase se fixam no intestino delgado, onde se alimentam e se reproduzem.
Os vermes causadores da ancilostomíase se fixam no intestino delgado, onde se alimentam e se reproduzem.

Sintomas da ancilostomíase

A ancilostomíase pode ocorrer de forma assintomática, em casos mais leves, ou então desencadear sintomas. Os sintomas podem surgir desde a infecção, quando a larva entra na pele, até a sua fixação no intestino. Quando penetra a pele, a larva provoca coceira local. No ciclo de vida do verme, ele passa pela corrente sanguínea e atinge os pulmões, onde pode provocar hemorragias e inflamação nesse órgão (pneumonite).

Ao se fixar no intestino, esse verme pode desencadear sintomas como:

  • dores abdominais;

  • perda de apetite;

  • diarreia, a qual pode ou não apresentar sangue;

  • enjoo;

  • vômito.

A perda de sangue provocada pelo verme ao se alimentar e também por lesionar o intestino pode provocar anemia. O indivíduo anêmico apresenta-se indisposto, fraco e também com a pele pálida, sendo esse o motivo pelo qual a doença é conhecida também como amarelão.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Transmissão e prevenção da ancilostomíase

A ancilostomíase é uma doença transmitida pelo contato da pele com a larva do parasita, a qual é encontrada no solo contaminado. As larvas de Necator americanus e Ancylostoma duodenale contaminam o solo quando uma pessoa doente elimina suas fezes em ambiente inadequado. Se os ovos presentes nas fezes do doente encontrarem um ambiente adequado, eles eclodirão e liberarão larvas, que sofrerão modificações até se tornarem capazes de infectar os seres humanos.

Como a transmissão ocorre a partir do contato com a larva presente no solo contaminado, é importante tomar alguns cuidados para evitar a doença, sendo o principal deles andar sempre calçado. Para controlar a verminose, é importante também que se construam instalações sanitárias adequadas, evitando a eliminação de fezes em locais inadequados, e que se realize o tratamento dos doentes. Campanhas de conscientização sobre a doença são também necessárias.

Leia também: Risco da areia contaminada de parquinhos

Ciclo de vida do Necator americanus e Ancylostoma duodenale

O ciclo de vida do Necator americanus e Ancylostoma duodenale inclui o homem como hospedeiro, sendo fundamental que as larvas entrem no corpo humano para que os vermes se tornem adultos e se reproduzam. Quando o doente elimina as fezes no ambiente, o solo é contaminado com os ovos dos parasitas. Em condições adequadas, os ovos eclodem em menos de um dia (cerca de 18 a 24 horas). Inicialmente, a larva que sai do ovo não é capaz de infectar seres humanos e se alimenta de matéria orgânica e bactérias presentes no solo e nas fezes.

As larvas então se desenvolvem e passam do primeiro estágio para o segundo e do segundo para o terceiro, sendo esse último estágio o infectante. Para chegar a esse estágio, a larva demora cerca de uma semana. No terceiro estágio a larva já não se alimenta mais, mas se encontra ativa. Caso não entre em contato com a pele humana, morrerá quando suas reservas acabarem.

Observe o desenho e veja como ocorre o ciclo de vida desses vermes.
Observe o desenho e veja como ocorre o ciclo de vida desses vermes.

Após entrarem na pele humana, a larva atinge a corrente sanguínea. Elas seguem até o pulmão, onde adentram o órgão pelos alvéolos pulmonares. Migram, então, pela árvore brônquica, subindo em direção à laringe e faringe. Ao atingir a faringe, as larvas passam para o sistema digestório, são deglutidas e seguem em direção ao intestino delgado. É no intestino delgado que elas atingem a fase adulta. Nesse local elas se alimentam e também se reproduzem, liberando ovos que saem com as fezes, os quais podem contaminar o ambiente caso sejam liberados em locais inadequados.

Leia também: O que é saneamento básico?

Diagnóstico e tratamento da ancilostomíase

A ancilostomíase é diagnosticada por meio da detecção de ovos do parasita em exames parasitológicos de fezes. Após diagnosticada, a doença pode ser tratada com uso de vermífugos, como o mebendazol e albendazol. Se a pessoa estiver anêmica em decorrência da doença, esse problema também deverá ser tratado.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Ancilostomíase ou ancilostomose"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/ancilostomose.htm. Acesso em 24 de outubro de 2021.

Lista de Exercícios
Questão 1

A ancilostomose, ou ancilostomíase, é uma doença causada por parasitas das espécies Necator americanus e Ancylostoma duodenale. Esses organismos são classificados como

a) protozoários.

b) bactérias.

c) platelmintos.

d) nematoides.

e) artrópodes.

Questão 2

A ancilostomose, também conhecida como amarelão, é uma doença causada pelos parasitas Necator americanus e Ancylostoma duodenale. A larva desses animais adentra a pele, desenvolve-se e o adulto fixa-se no

a) baço.

b) fígado.

c) estômago.

d) intestino.

e) pulmão.

Mais Questões
Artigos Relacionados
Conheça a infestação que acomete aproximadamente 25% da população mundial.
Situação que causa bastante desconforto às pessoas acometidas.
Conheça mais sobre a cisticercose, uma das doenças provocadas pela tênia. Entenda como a doença é transmitida, seus sintomas e tratamento.
Aprenda um pouco mais sobre a esquistossomose, aqui. Neste texto conheceremos os sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção dessa doença.
Doença parasitária que pode provocar deformações em membros, testículos e seios.
Filo que abriga vermes cilíndricos, alongados e extremidade final afilada, alguns parasitas de nossa espécie.
Conheça alguns enteroparasitas e as características das doenças que causam.
Conheça a causa, os sintomas e o tratamento da Oxiurose, uma infecção que acomete, principalmente, as crianças.
Um panorama da atual situação do saneamento básico do Brasil e as medidas públicas previstas para melhorar a realidade dessa questão no país.
Aprenda mais sobre a teníase clicando aqui. Neste texto falaremos a respeito de sintomas, tratamento e prevenção dessa verminose.