Topo
pesquisar

Filariose

Doenças e patologias

A elefantíase ocorre em aproximadamente 15% dos casos de filariose
A elefantíase ocorre em aproximadamente 15% dos casos de filariose
PUBLICIDADE

A filariose é uma doença parasitária provocada pelo nematelminto Wuchereria bancrofti, transmitido por mosquitos fêmeas dos Gêneros Culex, Anopheles, Mansonia ou Aedes, sendo o C. quinquefasciatus o mais frequentemente associado. No Brasil, Estados como Pará, Maranhão, Amazonas, Alagoas, Bahia, Pernambuco e Santa Catarina são locais nos quais houve notificações da doença.

Infectando somente humanos, tais vermes se direcionam ao sistema sanguíneo, provocando febre, dor de cabeça e mal-estar. Após sua maturação, período que varia entre três meses e um ano, instalam-se no sistema linfático, bloqueando os vasos, fazendo com que as pessoas acometidas passem a apresentar sinais claros de inchamento nos membros; e também nas mamas, no caso de mulheres, e testículos, em indivíduos do sexo masculino. Tais vermes adultos produzirão microfilárias, que circularão pelo sangue do paciente.

Infecções na pele e urina gordurosa também podem ocorrer e, em casos mais graves, o inchamento é tão grande que a pessoa pode apresentar deformações. Este quadro ocorre em cerca de 15% dos casos, geralmente como o resultado de infecções secundárias, relacionadas à falta de higiene, sendo popularmente chamado de elefantíase.

O diagnóstico é feito pela análise dos sintomas e também por exames de sangue, ou linfa. O tratamento dependerá do grau de evolução da doença; sendo em alguns casos específicos, sugerida a retirada cirúrgica dos vermes adultos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quanto à prevenção, a primeira medida é o tratamento das pessoas infectadas e doentes em decorrência deste nematelminto; aliada ao combate dos mosquitos transmissores. Além disso, é necessário que as pessoas acometidas sejam orientadas quanto à higienização das partes afetadas, inviabilizando a elefantíase. No que diz respeito a medidas individuais, o ideal é evitar a exposição aos mosquitos ou, quando isso não é possível, utilizar camisas de manga longa, calça comprida; e também repelentes de qualidade.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Filariose "; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/doencas/filariose.htm>. Acesso em 26 de maio de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

A filariose é uma doença parasitária causada pelo Wuchereria bancrofti, uma espécie de

a) platelminto.

b) nematoide.

c) mosquito.

d) protozoário.

e) bactéria.

Questão 2

Sabemos que a dengue é uma doença viral transmitida pela picada de um mosquito. A filariose, apesar de não ser causada por um vírus, apresenta em comum com a dengue a transmissão por meio da picada de um mosquito. A transmissão da filariose ocorre em decorrência da picada de qual gênero de mosquito?

a) Bancrofti

b) Brugia

c) Culex

d) Sciaridae

e) Wulchereria

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola