Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Macaco

Animais

PUBLICIDADE

Macaco é um termo utilizado para referir-se a algumas espécies de primatas. Nem todos os primatas são macacos, mas todos os macacos são primatas. A ordem Primates está dividida em duas subordens: Strepsirrhini e Haplorrhini. Na subordem Strepsirrhini, estão inclusos lêmures, lórises e gálagos. Na subordem Haplorrhini, por sua vez, incluem-se os társios e antropoides. Os antropoides incluem os macacos e o ser humano.

Os macacos são animais importantes para o meio ambiente, atuando, por exemplo, na dispersão de espécies vegetais. Infelizmente, nos dias de hoje, observa-se que várias espécies de macacos estão ameaçadas de extinção devido a fatores como fragmentação de habitat, caça, tráfico de animais e doenças infecciosas.

Leia mais: Animais em extinção no Brasil e no mundo

O que são os macacos?

Macacos são animais mamíferos, portanto, dentre suas principais características, podemos destacar a presença de pelos em seu corpo e de glândulas mamárias, as quais produzem leite, utilizado na alimentação dos filhotes. Os pelos dos macacos apresentam diferentes tonalidades a depender da espécie estudada.

O macaco-aranha-de-cara-preta é um exemplo de macaco, logo, também é um primata.
O macaco-aranha-de-cara-preta é um exemplo de macaco, logo, também é um primata.

Como mencionado, os macacos são animais pertencentes à ordem Primates, assim como os seres humanos. Dentre as principais características dos primatas, podemos destacar o cérebro bem desenvolvido, os olhos voltados para a frente, e o chamado polegar opositor. O polegar opositor nos macacos é importante para que consigam agarrar objetos, funcionando como verdadeiras pinças.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O ser humano descende do macaco?

É muito comum que as pessoas digam que o homem veio do macaco ou descende desse animal. Essa informação, muito difundida na sociedade, está, no entanto, equivocada. Quando o assunto é homens e macacos, o que temos em comum é o compartilhamento de um ancestral em algum momento da nossa história evolutiva.

Leia também: Darwinismo – desenvolvimento, referências, seleção natural X seleção artificial

Quais são os riscos aos macacos?

O mico-leão-dourado é uma espécie que sofre com a destruição de seu habitat.
O mico-leão-dourado é uma espécie que sofre com a destruição de seu habitat.

Várias espécies de macacos enfrentam uma tendência de redução populacional. Os motivos que desencadearam essa redução são inúmeros. Os macacos, assim como várias outras espécies animais, sofrem, por exemplo, com o problema da destruição de seu habitat.

Em todo o planeta, tem-se observado um aumento da destruição das áreas onde esses animais vivem. Os motivos são variados, incluindo-se desmatamento para o aumento da área de agropecuária e uso da madeira; criação de estradas; aumento das cidades; e mineração. A caça, tanto para consumo da carne quanto para a venda como animais de estimação, é também observada em várias partes do mundo e afeta diferentes espécies de macacos.

Doenças infecciosas estão também relacionadas com a diminuição das populações de macacos. No Brasil uma dessas doenças é a febre amarela, que, de tempos em tempos, é responsável por matar milhares desses animais. Entre 2008 e 2009, por exemplo, a febre amarela matou mais de 2 mil bugios-ruivos e bugios-pretos no Rio Grande do Sul.

Leia mais: Ações antrópicas no meio ambiente – negativas e positivas

Quais são as espécies de macacos?

Vamos conhecer, a seguir, um pouco mais de algumas espécies de macacos:

O sangui-de-tufo-branco é um macaco de pequeno porte que se destaca pelos pelos brancos em sua orelha.
O sangui-de-tufo-branco é um macaco de pequeno porte que se destaca pelos pelos brancos em sua orelha.
  • Macaco-aranha-de-cara-preta: é uma das maiores espécies de macaco-aranha existentes, apresentando um corpo de cerca de 70 cm e cauda que pode atingir um metro. Sua cauda e seus longos braços e pernas permitem que o animal se movimente facilmente pelas árvores. Como o nome desses animais sugere, eles apresentam pelagem preta no seu corpo e face.
  • Mico-leão-dourado: é uma espécie encontrada exclusivamente no Brasil e que se destaca por apresentar pelos que variam do dourado ao vermelho-dourado. O termo leão está presente no nome devido à sua pelagem da cabeça assemelhar-se a uma juba. Esses animais apresentam papel importante na dispersão de sementes.
  • Sagui-de-tufo-branco: é um animal de pequeno porte que pesa cerca de 400 gramas. Destaca-se pela pelagem branca nas orelhas, daí a origem de seu nome. Esses animais vivem em bandos de, aproximadamente, seis indivíduos, sendo esse grupo liderado pela fêmea mais velha.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Macaco"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/animais/macaco.htm. Acesso em 27 de novembro de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça as características da espécie <em>Homo sapiens</em> e sua história evolutiva no planeta para ampliar seu conhecimento sobre nossos principais ancestrais.
Clique aqui e conheça mais sobre a vida e obra de Charles Darwin, o cientista que propôs a ideia da seleção natural para explicar como a evolução ocorre.
Leia sobre o darwinismo. Saiba quais foram os fundamentos desses importantes estudos de Charles Darwin e como isso modificou a forma de ver a teoria da evolução.
Aprenda o que são dispersores de sementes e conheça suas principais formas de distribuir algumas espécies de plantas em nosso meio.
Clique aqui e amplie seus conhecimentos a respeito da ebola, uma doença grave que ocasiona surtos esporádicos na África.
Saiba mais sobre o Homo naledi e como essa descoberta modifica o entendimento da história evolutiva do homem.
Conheça as principais características dos mamíferos. Leia a respeito da sua reprodução. Descubra como esses animais podem ser classificados.
Os principais mamíferos que habitam o cerrado.
Saiba mais sobre o crânio de uma mulher da Pré-história com cerca de 11 mil anos encontrado no Brasil.
Que tal conhecer mais sobre os rinocerontes? Clique aqui, descubra as principais características desses animais, e conheça um pouco sobre suas cinco espécies existentes.