Topo
pesquisar

Olhar para o céu é ver o passado

Física

Ao olhar para o céu, vemos o passado de objetos distantes porque a luz pode levar até milhões de anos para sair de um corpo celeste e chegar à Terra.
PUBLICIDADE

Só podemos enxergar os objetos que nos cercam porque eles estão emitindo ou refletindo luz, que, ao atingir nossos olhos, proporciona a formação nítida de imagens. A luz gasta determinado intervalo de tempo até ser percebida e proporcionar as imagens que vemos. Como sua velocidade é extremamente elevada, a distância entre nós e os diversos corpos ao nosso redor é insignificante.

Mesmo que a luz possua uma velocidade tamanha que a permita viajar entre a Terra e a Lua em aproximadamente 1 s, quando olhamos para alguns corpos celestes, percebemos que o tempo de recepção da luz emanada por eles pode levar milhões ou até bilhões de anos para atravessar todo o espaço e chegar a nós.

Ano-luz

Ano-luz é uma unidade de distância utilizada em Astronomia e representa a distância percorrida pela luz durante um intervalo de tempo correspondente a um ano. Sabendo que a velocidade da luz é de 3,0 x 105 km/s e que um ano possui 31.536.000 s, podemos determinar o valor em quilômetros de um ano-luz. Veja:

1 ano-luz = 3,0 x 105 km/s. 31.536.000 ≈ 9,5 x 10 12 km

1 ano-luz ≈ 10 trilhões de quilômetros

Caso um objeto esteja a uma distância de 5.000 anos-luz da Terra, isso significa que o tempo gasto pela luz para deixar esse determinado objeto e tornar-se observável é de 5.000 anos. As imagens desse suposto corpo celeste, quando observadas da Terra, não representariam seu estado atual, mas revelariam sua forma de 5.000 anos atrás. Por essa razão, podemos dizer que olhar para o céu é ver o passado do universo.

A imagem abaixo se refere à nebulosa de Orion, que contém a constelação de mesmo nome. A distância entre a Terra e essa nebulosa é de aproximadamente 1500 anos-luz, ou seja, a luz que vemos hoje saiu da nebulosa há 1500 anos, aproximadamente no período da queda do Império Romano.

Distâncias de corpos celestes

As imagens a seguir trazem em sua descrição o nome dos corpos celestes e a distância em ano-luz em relação à Terra.

Galáxia andrômeda: 2,5 milhões de anos-luz, galáxia mais próxima da Terra
Galáxia andrômeda: 2,5 milhões de anos-luz, galáxia mais próxima da Terra

Estrela Sirius: 8 anos-luz, estrela mais brilhante do céu noturno
Estrela Sirius: 8 anos-luz, estrela mais brilhante do céu noturno

Pilares da criação – 7.000 anos-luz
Pilares da criação – 7.000 anos-luz

Nebulosa de ômega – 5.000 anos-luz
Nebulosa de ômega – 5.000 anos-luz


Por Joab Silas
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

JúNIOR, Joab Silas da Silva. "Olhar para o céu é ver o passado"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/olhar-para-ceu-ver-passado.htm>. Acesso em 28 de marco de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA