Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ano Internacional da Astronomia

Banner Oficial do Ano Internacional da Astronomia
Banner Oficial do Ano Internacional da Astronomia
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O surgimento da ciência se confunde com o surgimento das religiões, onde o grande propósito é o de responder a principal dúvida da humanidade: Qual a origem do Universo?

Ainda na Antiguidade o homem começou a observar os fenômenos da natureza e associá-los aos corpos celestes. Descobriu assim qual era a melhor época para o plantio, quantos dias tem um ano, além de tentar prever o futuro. Alguns registros astronômicos datam de 3000 a.C.

Por volta de 700 a.C, os chineses criaram um calendário com 365 dias, e apresentaram informações sobre cometas, meteoros, meteoritos e estrelas.
Porém, foi na Grécia Antiga que a ciência teve um grande salto.

Tales de Mileto associou a astronomia aos seus conhecimentos em geometria, por volta do século VI a.C..
Aristóteles foi o primeiro a dar explicações sobre os eclipses e sobre o movimento dos corpos celestes. Afirmou ainda que a Terra era uma esfera e que o universo também era esférico.
Mais tarde, Aristarco de Samos (388-315 a.C), propôs o primeiro modelo heliocêntrico, afirmando que a Terra se movia ao redor do Sol.
A ideia do heliocentrismo só voltou a ser discutida em 1453, da era cristã, por Nicolau Copérnico. Ele foi o primeiro a afirmar que a Terra era um, entre seis planetas que giravam em torno do Sol, em órbitas circulares, assim como foi o primeiro a medir a distância entre os planetas e o Sol, através da referência Terra-Sol.
Ainda no século XVI, surgiu outro grande nome da astronomia, Tycho Brahe (1546-1601) que, através de observações com instrumentos astronômicos, construídos por ele mesmo, reafirmou o heliocentrismo. Tycho foi o último astrônomo observacional antes da criação do telescópio.

No ano de 1609, Galileu Galilei (1564-1642) usou uma luneta, construída por ele mesmo, para fazer observações astronômicas, e através dessas observações mostrou evidências de que a Terra girava em torno do Sol.

O ano de 1609 foi o grande marco da astronomia moderna. A utilização do telescópio, para fins astronômicos, inspirou cientistas como Johanes Kepler, que, através de cálculos matemáticos, reformou radicalmente os modelos de Galileu e de Copérnico.

Isaac Newton estabeleceu a lei da Gravitação Universal, que explicava por que os corpos, na superfície da Terra, caiam e porque a Lua se movia ao redor da Terra.
Em 1668, Newton construiu o primeiro telescópio refletor, com um espelho esférico no lugar de uma lente, como era usado no telescópio construído por Galileu.

O ano de 2009 comemora os 400 anos das observações feitas por Galileu, com o primeiro telescópio astronômico. Batizado como o Ano Internacional da Astronomia, 2009 será um ano de grandes eventos voltados para a história dessa ciência que tanto contribuiu e contribui para a evolução tecnológica que estamos vivendo.
O Ano Internacional da Astronomia vem com o propósito de informar e integrar a sociedade com a ciência através de vários eventos em todo o mundo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Kléber Cavalcante
Graduado em Física
Equipe Brasil Escola

Física - Brasil Escola

Escritor do artigo
Escrito por: Kleber G Cavalcante Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAVALCANTE, Kleber G. "Ano Internacional da Astronomia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/ano-internacional-astronomia.htm. Acesso em 22 de maio de 2024.

De estudante para estudante